Review Cerveja: Wals Quadrupel

Após ter uma decepção com a Wäls Dubbel (cujo exemplar do lote que adquiri estava azedo e posteriormente foi restituído por um exemplar de 750ml, esse sim de boa qualidade), achar que a Tripel ainda faltava “comer muito arroz com feijão” e ser grandemente surpreendido pela ótima Pilsen, tive uma surpresa ainda maior com esse novo exemplar dessa cervejaria brasileira. Essa Quadrupel foi uma das melhores cerveja que provei em 2009. Seguem minhas impressões sobre a mesma:

Com espuma pequena, aerada e marrom-clara, a mesma ainda apresenta moderada formação de colarinho e reduzida longevidade. Seu corpo é turvo, opaco, denso e marrom-claro. O aroma traz a presença moderada de malte caramelo, chocolate ao leite e álcool (já que seu ABV é de 11%). O sabor inicial é moderadamente doce e amargo.

O sabor final traz moderado dulçor e pesado amargor, de longa duração. O paladar é composto de um corpo médio-cheio, de textura cremosa, forte carbonatação e final metálico. Delicioso sabor de chocolate balanceado por um amargor na medida certa, permeado por aquecimento alcoólico não agressivo.

Seu principal defeito foi o grande tempo de demora pra abrir (rolha difícil de tirar, foi necessário um saca-rolhas) mas vale a pena, cerveja deliciosa. Dos exemplares do estilo que provei, só não supera a La Trappe Quadrupel.

Custo-benefício

Garrafa de 350ml adquirida por cerca de R$ 11 no Armazém da Serra, loja localizada no Mercado Municipal de Curitiba-PR. Vale MUITO a pena.

Nota: 350 Skol ou 3.7/5.0

Copos recomendados

É recomendado a degustação dessa cerveja com copos Trapppistes.

Informações

  • Origem: Brasil
  • Estilo: Quadrupel
  • Grad. Alc.: 11.0%

Você também gostará desses

Review Cerveja: Eisenbahn Weihnachts Ale Um review especial de natal pros leitores do PdB, a cerveja da vez agora é a Eisenbahn Weihnachts Ale. Provavelmente uma das melhores da família Eisen...
Review cerveja: Bavaria Clássica Mais uma nacional sendo degustada e essa geralmente está nos churrascos e botecos da vida, a Bavaria Clássica.
Review cerveja: Saint Nicholas Blond Ale Depois do review de natal com a Eisenbahn, vamos pra mais uma cerveja natalina, a Saint Nicholas Blond Ale, da cervejaria nacional Bamberg. Muito boa,...
Review cerveja: De Bora Bier Kéia Hefen-Weiss Mais uma da família De Bora Bier, cervejaria nacional. Agora falamos sobre a De Bora Bier Kéia Hefen-Weiss, uma cerveja no estilo Hefeweizen, com uma ...
Cantillon: o sabor da fermentação espontânea A descrição de uma experiência bem pessoal: a degustação da complexa e rara Cerveja Cantillon Kriek 2002 Lou Pepe (icone do estilo Lambic).
Wunder Bier: A maravilhosa cerveja da Oktoberfest Um review e história de uma cervejaria de Blumenau, que foi lançada na Oktoberfest de 2007, a Wunder Bier. Possuem 4 estilos de chopp Pilsen, Schwarzb...