Rota dos Drinks Jack Daniel’s

Como estamos, nobres beberrões entusiasmados? Vim aqui pra falar sobre uma experiência sagaz que tivemos na semana passada, o Rota dos Drinks do Jack Daniel’s. Fora o lançamento do fodástico Jack Honey.

Nós criamos o #ExperienciaPdB com intuito de compartilhar com vocês as nossas experiências nesse vasto mundo etílico. Não somente compartilhar, mas também criar boas experiências em que você, sagaz leitor e que bebe tão bem como nós, participe delas junto conosco.

Dono do Bar na Rota dos Drinks do Jack Daniel's

E a Rota dos Drinks do Jack Daniel’s, que terminou ontem, foi uma experiência etílica bem interessante. Ela rolou em quatro cidades brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Fortaleza. Eu, Tresdê, Sonâmbulo Etílico e Marcela Lauhaud (nossa futura articulista) fomos nos três bares selecionados pela Rota: Teto Solar, Bar Sobe e Kult Kolector.

E como foi a Rota dos Drinks nos bares?

Fizemos uma sequência geográfica, pois fazia mais sentido. Primeiro fomos no Teto Solar, que fica em Botafogo, depois partimos pro Bar Sobe, no Horto/Jardim Botânico e por último nós fomos para o ult Kolector, que fica na Barra da Tijuca. E claro, nos deslocamos com o Uber, nada de dirigir, pois não combina nem um pouco bebida e direção 😉

Rota dos Drinks: Teto Solar

Já tinha ido nesse bar, excelente local, com cervejas artesanais e drinks sagazes. A bartender Sandra Mendes mandou muito bem na sua escolha de drink e colocou um belo nome: Jackie Brown. Sou um fã de cerveja, principalmente as artesanais, e ela fez um drink usando CERVEJA. Ela usou a Leffe Brown, uma cerveja que é de fácil acesso e com um preço bem acessível. E ainda recomendou que uma boa sacada e ideia inicial era usar a Chimay Blue, cerveja que sou muito fã. Mas como ela é um pouco mais cara e um pouco mais difícil de achar, achou justo colocar uma Leffe.

Ingredientes do Jackie Brown

  • 60 ml de Jack Daniel´s
  • 8 Cubos de abacaxi
  • 20 ml de Shurb de maracujá
  • 30 ml de Vermuth tinto
  • Cerveja Dark Strong Ale Belga

Fora que a Sandra foi uma simpatia, gente fina pra cacete, drink muito aprovado, mas sou suspeito em falar por ser muito fã de cerveja 🙂 Vote no Jackie Brown, da Sandra Mendes.

Rota dos Drinks: Bar Sobe

William Barão é o nome do bartender responsável pelo drink mais louco dos três e também o único que tem a pegada salgada, no estilo Bloody Mary. Pra quem é fã vale muito a pena, principalmente por ter sal de bacon S2. O drink é quase uma janta, bem interessante, possante. Não sou muito fã do Bloody Mary, portanto, também não sou muito suspeito pra comentar corretamente sobre o drink. Mas foi uma ideia excelente, um diferencial

Ingredientes do Blood Jack

  • 60 ml de Jack Daniels
  • 100 ml de suco de tomate
  • 30 ml de Mix de temperos
  • Guarnição melaço de limão
  • Sal de bacon
  • 1 Talo de cenoura
  • Amendoim com casca

William Barão também é uma pessoa espetacular, inventou drinks na hora quando visitamos o Bar Sobe, explicou o porquê de inventar o Blood Jack, os ingredientes usados nas suas invenções, etc. Fora que o Bar Sobe é excelente, ótima localização, um puta visual e com uma bolinha de queijo espetacular, a melhor que eu já comi na minha vida.

Vote no Blood Jack, do William Barão.

Rota dos Drinks: Kult Kolector

Nosso último bar foi um bem autêntico. É um bar novo, o que eu mais achei com a cara e estilo Jack Daniel’s de ser. Bem Rock N’ Roll, com um bazar vendendo várias paradas interessantes, camisetas, quadros, etc. Uma música ao vivo sensacional rolando, não lembro o nome da banda, mas a mulher cantava absurdamente bem. O dono é bem simpático também.

A casa estava cheia, não tivemos muito contato com o bartender Marcos Neia da Costa, mas conseguimos que ele fizesse um drink para cada um de nós para experimentarmos. Um drink com cara de clássico, bela taça, com a canela que foi um belo diferencial.

Ingredientes do JJ Coupe

  • 50 ml de Jack daniel´s
  • 15 ml de Southern Confort
  • 10 ml de Maple Syrup
  • Orange bitter
  • Cinamon bitter
  • Taça defumada com canela e prisma de 3 cerejas

Vote no JJ Coupe, do Marcos Neia.

Um pouco mais sobre a Rota dos Drinks

Drink feito pelo bartender William Barão no Rota dos Drinks do Jack Daniel's

Não conseguimos visitar todos os 20 bares, até porque eram vários e em diferentes cidades. Mas só de visitar os três do Rio já deu pra ver o quão sagaz é o projeto. Legal ver essa variação de ingredientes, indo de frutas clássicas a algumas menos usadas, como o cajá, todos eles misturados com gengibre, cravo, canela, tomate, macadâmia, romã, granola, dnetre outros.

Segundo Adriano Santucci, gerente da marca no Brasil, o processo de elaboração do Tennesse Whiskey é o que dá os consumidores as infinitas possibilidades de combinação:

“Por conter milho em sua formulação, Jack Daniel’s é naturalmente mais adocicado que outros uísques. Aliado a isso, há também o processo conhecido como Charcoal Mellowing que consiste na suavização de cada gota de Jack em carvão vegetal. Esses dois fatores fazem de Jack um whiskey extremamente versátil e aberto a impensáveis criações.”

Lançamento do Jack Honey no Rio de Janeiro

O Rota dos Drinks entrou numa data interessante, na mesma época da entrada do Jack Honey no Rio de Janeiro. Feito à base de mel, o Jack Honey entra também para um público que ainda não está tão preparado no mundo dos destilados, tornando uma experiência mais doce, mais suave, mas com a força de um whiskey.

Jack Honey

Muitas mulheres gostaram dessa versão, mais doce que de costume, muito bom para se fazer drinks, inventar receitas e experiências etílicas interessantes. Levando em consideração o processo quase artesanal de produção, que tem como ponto alto a suavização com carvão, o Jack Honey é uma bebida sagaz, que também pode ser consumido em shots gelados, além da forma tradicional.

Finalizando

O Jack Daniel’s conseguiu juntar duas coisas excelentes em pouco tempo o Rota dos Drinks e o lançamento do Jack Honey no Rio de Janeiro. Gostamos da experiência, só acho que deveria ter mais bares aqui o Rio, achei 3 um número um pouco baixo, mas os bares selecionados são excelentes. O preço do Jack Honey está por volta de R$109,90, no padrão dos whiskies mesmo.

Esperamos mais atitudes e experiências como essa. As marcas estão se movimentando mais, ainda falta um volume maior, o bom é que eles já sabem disso e estão movimentando bem o mercado, oferecendo novas bebidas e novas experiências ao consumidores, ponto para eles e bom para todos nós, amantes de bebidas.

Já provou o Jack Honey? O que achou? Foi em algum dos bares do Rota dos Drinks, seja em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte ou Fortaleza? Conte pra nós a sua experiência 😉

Aquele abraço.

Você também gostará desses

Nova carta de drinks do Brigite’s Bar A equipe do Papo de Bar visitou o Brigite's Bar para experimentar a nova carta de drinks da casa, que é comandada pela dupla de bartenders: Léo Black ...
A volta ao mundo em 80 bares Juarez Becoza tem 62 anos de vida e 19 de idade mental. Fará uma viagem muito louca, uma volta ao mundo em 80 bares, algo totalmente inusitado e diver...