Sacolé de cachaça

Quem nunca parou na porta daquela senhorinha, na sua rua, e gritou ela, em pleno verão, 14h, querendo aquele suculento e muito gelado sacolé de maracujá, limão, chocolate ou amendoim? Só quem teve infância lembra disso. Era só chegar da escola, almoçar, tomar um bom banho e ir correndo comprar o sacolé.

Recordar é viver…

TIAAAAA!!!!!

E o de coco, que vinha com pedacinhos da fruta. Bom né? Mordia a pontinha do saquinho e era só alegria. Pena que crescemos, as tias ficaram mais velhas do que já eram e hoje não dá mais pra comprar aquele congelante sacolé com 40 centavos.

Ainda bem que o povo carioca é bem criativo e pensou em unir a delicia da infância com a farra da juventude.

A festa é da carne, mas a gente gosta mesmo é de beber

Sacolés numa taça

E ele chegou. O mais esperado mês do ano. A mais esperada semana do ano. A mais esperada festa do ano. O mais esperado feriado do ano. E porque não, os mais esperados porres do ano. Carnaval até o mais triste fica feliz. O folião não quer saber de nada, conta de água, de luz, de aquecimento global, nem de P.I.P.A., S.O.P.A., guerra no Oriente Médio e muito menos o derretimento das calotas polares. O povo quer calor, sol, cerveja, praia, bloco, cerveja, beijar na boca e cerveja.

Sacolé de cachaça, caipirinha: infância sabor cachaça

Galera reunida num bloco de carnaval

Mas nem de suco de cevada se faz O Melhor Carnaval do Mundo. O Carioca, como um bom folião criativo, uniu a nossa famosa caipirinha com o geladinho do sacolé. É mais gelado que a cerveja, não esquenta rápido que nem a cerveja, é mais barato que a cerveja, deixa mais louco que a cerveja e não dá ressaca que nem a cerveja. Se Deus fez a cerveja, o Capeta fez o limão, a açúcar, a cachaça, misturou tudo, botou num saquinho e enfiou no congelador.

Hoje os blocos ficam entupidos de foliões sedentos por uma bebida que os refrescam e com isso só cresce o números de anjos que leva tal iguaria aos que tem sede. Tem quem faça com refresco de pó e aqueles que preferem prezar a qualidade e fazer com suco de limão. Tem de 1 real, tem de 2 reais e até de 3 reais, mas com uma boa conversar dá pra comprar no famoso 3 por 5. O que não dá pra fazer é não experimentar o geladíssimo sacolé de caipirinha.

Sacolé do Palhaço, sacolé de cachaça sagaz junto com o Papo de Bar

Vir ao Rio de Janeiro e não conhecer o Cristo, vai. O Pão de Açúcar, entendo. Os Arcos da Lapa, é compreensível, mas passar o carnaval inteiro sem tomar um sacolé, isso é inexplicável, imperdoável e intolerável. Esse mesmo que vos escreve é um dos anjos que leva até o folião a solução para a sua sede.

Placa do sacolé do palhaço

Só procurar que ganha desconto

Estarei nos blocos da Zona Sul e no Centro e quem for comprar e falar que leu esse post no PdB, eu faço uma boa promoção. É só procurar pelo SACOLÉ DO PALHAÇO, essa plaquinha que ta aí em cima.

Carnaval ta aí e nós cariocas ficamos contando os dias pra chegar logo e querendo que a quarta-feira de cinzas fique bem distante.

Ah, só não esqueçam, se forem beber, deixa o carro em casa, é mais seguro e a diversão fica garantida. 😉

Você também gostará desses

Tiquira. Bebida pra macho Já ouviu falar na Tiquira? Uma bebida típica de Maranhão pouquíssima conhecida no Brasil. É uma aguardente forte e que possui suas lendas locais bem b...
Dicas para um Carnaval sem ressaca Carnaval é uma época de muita bebedeira e pouca saúde. Veja como ter um carnaval sem ressaca, com alimentação, hidratação, dentre outras dicas. Confir...
Jogos Etílicos: E que comecem os jogos! Pra quem pensa que beber é algo chato e monótono. Alguns jogos para você, bêbado, se divertir enquanto está com os amigos, seja no Bar ou em casa mesm...
Uma semana de Carnaval Ouro Preto/Itabirito Um post falando sobre o carnaval sobre a cidade de Itabirito, próxima de Ouro Preto e com uma escala na cidade do grande carnaval, Ouro Preto.
Dicas de presentes para o Dia das Mães Todo ano se comemora o dia das mães no segundo domingo de maio, certo? Dá tempo de sobra de comprar pela web, dá tempo de mandar entregar se sua mãe m...
Jeremy veio, viu e bebeu! Neste post Jeremy Joseph conta ao PdB sua engraçada saga etílica em um churrasco onde ele apresenta a Cachaça Jacutinga.