A seleção especial de cervejas dos países da Copa

Mais um visitante participando aqui no Papo de Bar. Dessa vez é a galera da Escola Superior de Cerveja e Malte que criou um texto sobre uma seleção especial de cervejas dos países da Copa. O que cada país da Copa tem de bom em cerveja e qual estilo que é mais consumido.

Futebol e cerveja são duas paixões dos brasileiros. Mas a bebida não é adorada apenas no Brasil e muitas nações se rendem ao sucesso da bebida. Dezoito países que disputam a Copa do Mundo da Fifa contam com uma seleção especial de cervejas que fazem parte da cultura e da economia. A equipe da Escola Superior de Cerveja e Malte pesquisou sobre a relação entre as nações que disputam o mundial e a cultura cervejeira:

A seleção especial de cervejas do Brasil

Bandeira brasileira com copo de cerveja sorrindo

Está entre os favoritos em todo o mundo. É o terceiro maior produtor de cerveja com 13 bilhões de litros por ano, ficando atrás da China com 45 bilhões e dos Estados Unidos com 35 bilhões. O mercado cresce cerca de 6% ao ano e prevê um investimento de R$ 5 bilhões em 2014. As cervejarias artesanais estão em crescimento. O tipo Pilsen (clara) é o mais consumido no país.

A seleção especial de cervejas da Alemanha

A nação está com a bola toda quando o assunto é cerveja. Um dos berços da produção mundial possui 40 rótulos entre os destaques mundiais. Tem destaque para a tradição e fidelidade à Lei da Pureza na fabricação.

A seleção especial de cervejas da Argentina

A cultura cervejeira da pátria do Maradona oscila de acordo com a economia do país, caracterizando frequente abertura e fechamento das empresas artesanais. O cultivo do lúpulo abastece as grandes cervejarias da América do Sul. A produção local tem base nos diversos estilos estrangeiros.

A seleção especial de cervejas da Austrália

Embora ainda esteja entrando em campo no ramo, o país já incentiva diversas empresas artesanais a produzirem sob licença de grandes marcas. Na Austrália reside um dos mais populares cervejeiros do mundo, Lio Nathan, do grupo Kirin.

A seleção especial de cervejas da Bélgica

Bandeira da Bélgica com cerveja

Considerada a pátria-mãe da produção de cerveja, equivale à nossa pátria de chuteiras. Possui grande variedade de estilos, somando cerca de 400 tipos. Os belgas batem um bolão quando o assunto é variedade.

A seleção especial de cervejas do Chile

Considerada a terceira cultura cervejeira mais desenvolvida da América do Sul, atrás do Brasil e da Argentina, mantém uma base viável para a expansão do mercado artesanal. Um ponto negativo é o excesso de pasteurização da cerveja, devido às condições climáticas.

A seleção especial de cervejas da Coréia do Sul

O país tem potencial para chegar entre os titulares do mercado mundial. Possui novas cervejarias que bebem da influência da tradicional escola alemã e da escola belga.

A seleção especial de cervejas da Espanha

A expansão das cervejas pela Europa coloca o país entre os favoritos ao título da produção artesanal. As bebidas se destacam pela mistura de sabores adquiridos a partir de viagens pelo novo mundo.

A seleção especial de cervejas dos Estados Unidos

Consolidou-se como a mais jovem escola cervejeira da atualidade ao combinar características de produção das escolas europeias. O país concentra muitas empresas artesanais que estimulam as produções diferenciadas. É destaque na comercialização do tipo lager (fermentada).

A seleção especial de cervejas da França

O país bate um bolão quando o assunto é economia: possui o menor imposto sobre a cerveja. Embora seja popular na produção de vinhos e especiarias, soma quase 400 empresas artesanais. Ponto fraco: a qualidade.

A seleção especial de cervejas da Holanda

Copo da Heineken

A seleção cervejeira ainda tem muito treino para atingir o mesmo nível do Norte da Europa, principalmente Alemanha e Bélgica. No entanto, as novas cervejarias já demonstram capacidade técnica de produção e inovação.

A seleção especial de cervejas da Inglaterra

Precursora no futebol e na produção de cervejas escuras, lidera o movimento Campaign for Real Ale (Camra), que enaltece as bebidas de alta fermentação acondicionadas em barris como sinônimo de grande qualidade.

A seleção especial de cervejas da Itália

Com a chegada das artesanais, há cerca de 15 anos, o hábito de consumir a cerveja se tornou tão popular quanto degustar um bom vinho. Atualmente, existem mais de 300 cervejarias no país, tornando a Itália um dos mercados mais inovadores e intrigantes do segmento no mundo.

A seleção especial de cervejas do Japão

Após a II Guerra Mundial a cultura cervejeira começou a crescer e marcou alguns gols na terra do sol nascente. O país exporta grande parte das suas artesanais para vários continentes, principalmente América do Norte. Apenas 2% do mercado é composto por cervejas especiais.

A seleção especial de cervejas da Rússia

O país deu um salto em crescimento, qualidade e quantidade de informações com a dissolução da União Soviética, e expandiu a produção. A Rússia concentra diversos festivais de cerveja, com a participação de microprodutores de cerveja e importadores artesanais.

A seleção especial de cervejas do México

Rei do Boteco

Embora pouco popular, o México demonstra atrevimento na produção cervejeira artesanal com a fabricação de estilos Porter (escura) e Pale Ale (âmbar). Ponto negativo: falta de incentivo, altos impostos e a necessidade de importação de insumos, o que dificulta a produção.

A seleção especial de cervejas da Suíça

Com identidade própria na cultura cervejeira, o país possui cerca de 200 empresas que seguem padrões de produção típicos da Europa. A Suíça é caracterizada pela produção de cervejas tecnicamente perfeitas, mas comuns.

A seleção especial de cervejas do Uruguai

A seleção não está entre as favoritas, mas a torcida tem muito a comemorar. A nação está expandindo os trabalhos e está em quarto lugar entre as culturas cervejeiras da América do Sul, embora ainda distante do terceiro colocado.

Você também gostará desses

8-bit Pale Ale: A cerveja para os amantes de vídeo... Qual a cerveja ideal pra se beber jogando vídeo game? A Tallgrass Brewing Company nos deu a resposta criando a 8-bit Pale Ale, uma cerveja que fez men...
O homem que ficava bêbado sem beber Me digam vocês: É possível ficar bêbado sem beber? Acham que não!? Acompanhem conosco essa incrível história do homem que produzia álcool no corpo!...
Algoritmo permite identificar bêbados em multidões... E se existisse uma tecnologia capaz de identificar bêbados em multidões!? Mais fácil controlar baderneiros? Seria invasão de privacidade? Venha debate...
É de cerveja que elas gostam mais Uma pesquisa recente mostra que as mulheres preferem mais cervejas do que vinhos e drinks, como a grande maioria pensava. E ainda são mais exigentes.
Bebidas que matam! Em Moçambique, na África, 56 pessoas morreram após beber uma cerveja contaminada e em Nova Déli, na Índia, 27 pessoas morreram por causa de um whisky ...
Saison Dell’Aragosta, cerveja feita com lagosta vi... Americanos fazem cerveja que é fermentada com lagostas vivas. A Saison Dell’Aragosta, feita no Maine, também leva sal marinho.