Só se aprende sobre vinhos bebendo

“Só se aprende a beber de uma forma: bebendo. Isso nós sabemos e com vinho é a mesma coisa. A complexidade das uvas, produções, harmonizações, degustação, dentre outras coisas. Veja como começar.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (7 votes, average: 9.71 out of 10)
Loading...
468x60 - Acessorios

Meu nome é Eduardo Starling, faço um monte de coisas fora meu trabalho como administrador (remo, batucada, mergulho, etc) e nas horas boas não dispenso uma boa cerveja ou um bom vinho. Aí vocês podem estar pensando, de onde tiraram esse cara pra falar de vinho por aqui e o que ele tem pra nos dizer? Justamente daí que começo a trocar ideia com vocês.

Vinho? O que é isso?

Cara em dúvida olhando taça de vinho

Créditos: Massimiliano Ranuio

Até uns 7 anos atrás tudo o que eu sabia de vinho era: “na Argentina o bom é o Malbec e no Chile o bom é o Carmenere”. Chegava na seção de vinhos de um supermercado e aquilo tudo era grego pra mim. Pensei muito em fazer um curso de sommelier, e existem ótimas opções por aí, dentre elas destaco o da Bergut e o da ABS (Associação Brasileira de Sommeliers). Mas graças a uma iniciativa da ABS que entrei de cabeça na enofilia.

Uvas, Vitivinicultura, dentre outras coisas

Garota seminua com vinho e uvas

Uvas… Hmmmmm

Créditos: John Dunnigan

Nos cursos da ABS, os alunos aprendem a origem da vitivinicultura, os principais tipos de uvas, as principais técnicas de produção e, é claro, provam vários vinhos. E ao final dos cursos (em especial o de harmonização), estimulam que as pessoas montem pequenos grupos de degustação que chamam comumente de ‘Confraria’.

Lógico que estimulam também cada confraria a contratar um sommelier da associação para conduzir o processo, mas nada impede que os grupos se formem por afinidade.

Montagem da Confraria

E foi nessa que eu entrei: um grande amigo (da empresa onde trabalho), já versado em vários cursos de degustação e harmonização, resolveu montar uma confraria com o pessoal do escritório que curtia vinho.

O grupo se encontra 1 vez por mês, e cada encontro tem algum tema a ser explorado: vinhos do cone sul, vinhos do velho mundo etc. No encontro, cada confrade leva um vinho diferente dentro do tema, abrem-se todos e há a troca de experiências. Se possível, cada um pesquisa as origens do vinho que levou, e divide com os demais confrades.

Taça de vinho com muitas uvas

Vamos iniciar os trabalhos

Créditos: Elena Kolesneva

Assim, todo mundo aprende um pouco. No processo, convidamos também algumas produtoras e distribuidoras nacionais (destaque para a Miolo), de onde tivemos ótimas palestras e algumas vantagens para aquisição de rótulos.

Finalizando

Lógico que fazer um curso de degustação / harmonização é uma ótima forma de aprender mais sobre os vinhos, mas eu ressalto que a melhor forma de aprender MESMO é bebendo. Aprende-se sobre vinho e expande suas amizades. Coisa que os bebedores de leite com certeza não fazem. 🙂

Você também gostará desses

Pinga, cachaça, branquinha, marvada… Se você é chegado numa branquinha ou amarelinha, aprenda a degustar com categoria esse produto originalmente brasileiro, com classe e moderação!
O frio chegou, e com ele os fondues com vinhos Chega o inverno, com ele o frio. Além de nos fazer lembrar de tirar os casacos do armário, também é um belo convite para fondues e raclettes acompanha...
Tipos de uvas do vinho tinto Você gosta de vinho tinto mas não entende muito do assunto? Aprenda agora sobre os tipos de uvas do vinho tinto, uma aula sobre a variedade!
As Casas temáticas da Rio 2016 Confira algumas das Casas temáticas dos Jogos Olímpicos Rio 2016. As que mais se destacam pela diversidade, bebidas e gastronomia. Confira agora!
Steinhaeger com cerveja faz pirar Uma bebida uma destilada um pouco forte, a Alemã Steinhaeger. Com graduação alcóolica em média 38%, a bebida é destilada a partir do centeio e aromati...
A temperatura ideal dos vinhos A temperatura do vinho faz a diferença? Este artigo mostra que sim, tanto para temperaturas altas, quanto baixas. Tudo depende da região do país, temp...

Compartilhe:

  • Bom saber dessa parada Edu, vou pesquisar sobre curso, ABS pra ver qualé. Quero muito aprender a beber vinho 🙂