Sobre as ressacas educativas

“Ressaca geralmente não são boas, mas nada como curá-las num bar no dia seguinte. Temos que beber pra esquecer e comemorar. Temos que ter ressacas educativas.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (7 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

Poucas são as dores da vida que não podem ser amortecidas com álcool. Entre um copo e outro, muitas vezes você não conclui nada de muito profundo. Outras vezes você consegue resolver tudo aquilo que passa pela tua cabeça, digerindo informações cruas e duras e se conformando com os rumos que a vida tomou. Em alguns casos ocorrem as “ressacas educativas“.

O porre é um elemento fundamental sempre que um baque moral quase irreversível se faz presente. Óbvio que também o fazemos nas comemorações. No chifre ou na formatura. Pra esquecer ou pra comemorar, mas poucos porres são tão emblemáticos quanto o porre pra esquecer. A necessidade de fugir e/ou de aceitar a realidade torna esse momento triste uma espécie de microconto da tragédia particular daquele bêbado infeliz.

Bêbado dormindo

zzZzzzzZZZzzzzzzZZZzz

Há luz na depuração da tristeza pelo álcool, um bêbado triste é como um desesperado em prece, tendo o bar como seu confessionário e o banheiro como sua igreja. O porre é educativo, as ressacas educativas. É redenção e penitência. É quando você refaz seus planos da forma mais absoluta possível. A penitência sempre chega no dia seguinte, fantasiada de ressaca. Dessa ressaca, geralmente vem a redenção. Isso, se só uma bastar…

Brindar as ressacas educativas no bar, no dia seguinte

Não pode haver lugar melhor para brindar a tristeza, a decepção e a ingratidão de alguém do que na mesa do bar. Ali filtramos as mentiras que nos foram contadas e todas às vezes que bocas e olhos te enganaram! Não poderia ser diferente, o bar é, mais do que qualquer coisa, um estabelecimento que permite que as pessoas se unam para salvar o mundo. Mesmo que naquele dia, o seu tenha desmoronado. Assim, sempre somos todos salvos.

gato de ressaca

Além de toda educação e de toda carga implícita a um ambiente tão complexo e nobre, também temos arte! A desgraça ébria, ou o ébrio da desgraça, como queiram, é um lugar onde também existe arte! Seguir em frente é uma arte. Enxugar as lágrimas com o próprio papel de trouxa e fazer um origami pra levar pra vida é artístico e educativo.

Finalizando

O álcool e o bar são capazes de operar milagres, belíssimos milagres. Como tudo na vida, tem seu momento e sua hora. O excesso é autopiedoso por si só, mas liberta, mesmo que não seja da forma mais bonita do mundo. A vida ensina que decepção com álcool não matam, só ensinam a viver. Sem álcool também, mas nada pode ser tão bom quanto acelerar esse processo pedagógico.

Você também gostará desses

12 Regras de bebidas para Roommates Morar com roommates é uma alegria, companhias sempre, bebidas, amizade, dentre outros pontos positivos. Veja algumas regras etílicas pra quem mora com...
Porque eu nunca fiz amigos bebendo leite Levantando a grande questão dos bares e botecos da vida: eu nunca fiz amigos bebendo leite! As grandes histórias sempre têm álcool envolvido. Confira!...
A incrível geração de mulheres que bebem cerveja... As mulheres que bebem cerveja são as melhores. Hoje temos uma geração de mulheres independentes e que gostam de cerveja e ir para o bar. Que tipo você...
O que faz um bar ser incrível? Abrimos uma discussão boa e que agrada a todos os bebedores, bares, botecos, botequins e pubs. Pra você, o que faz um bar ser incrível? Música? Boa ce...
Os tipos de pessoas que encontramos em um bar A lista de pessoas que encontramos em um bar hoje é gigante, dos mais diversos modos e estilos. Desde bêbados, malucos, noivos, solteiros, etc. Confir...
A incrível geração de pré e pós parties Nem só de balada e festas vive o ser humano. Existem as pré e pós parties, que é quando as festas realmente começam e realmente terminam.

Compartilhe: