SommerFest Domingo Martins/ES – Pedindo a Saidera

Não é fácil não minha gente. Na procura de uma boa festa típica, investi meu último final de semana na simpática cidade serrana capixaba de Domingos Martins, longe cerca de uma hora da capital, Vitória. Cidade de colonização germânica, lá curti a tradicional Sommerfest, festa de verão realizada para comemorar a imigração.

A cidade em si não tem o mesmo porte e glamour das cidades típicas catarinenses ou gaúchas, mas conserva suas tradições.

A festa e seus atrativos

Local da SommerfestA festa tem ares de festa interiorana, tranquila, sem muita confusão e com forte tônica na cultura pomerana. A banda principal da festa foi a Banda Cavalinho, velha conhecida das oktobas de Blumenau. Eles arrasaram, fizeram três shows superanimados e longos, com mais de 2 horas cada.

Principal atrativo: Cerveja Saidera

Copos do Chopp SaideraMas falando do que interessa, lá encontrei o chope e a cerveja saidera, da qual já havia ouvido falar, mas não tinha ainda sido apresentado formalmente. A fábrica fica em Serra, cidade da grande Vitória. A cerveja é bem leve, com aroma lupulado, bastante refrescante. Segundo o rótulo, não consta a adição dos famigerados cereais não-maltados.  É uma cerva que vale a pena e caiu muito bem para aplacar o calor nada europeu que fazia durante o dia.

Bela organização

E por falar no verdadeiro líquido precioso, a organização da festa mandou bem. Na praça de alimentação do evento, os chopes disponíveis eram Kaiser, Sol e Heineken. Inclusive, estava sendo servido o chope escuro da Heineken, o qual desconhecia até o momento. Bom chope com o amargor característico da marca.

Show no CavalinhoAssim sendo litros e litros de Heineken e saidera foram consumidos enquanto nos divertíamos com a clássica Banda Cavalinho.

Belas cervejas, belos locais

Não poderia anda deixar de falar do simpático bar Kase & Wein, que possui uma boa carta de cervejas artesanais brasileiras. Excelente iniciativa.
Recomendo também, durante o dia, para curar a ressaca, a indispensável visita ao parque da pedra azul, cerca de meia hora de Domingos Martins. Muito bonito.

MorroBem, foi um passeio muito agradável, escorado por boas cervejas e que recomendo para casais e para solteiros também, até porque existe um, digamos, bom “material” por lá. Que o diga o simpático gerente do Kase&Wein que depois de muito compartilhar os produtos da casa com os clientes, chegou na beira da calçada do bar, olhou o movimento e disse:

Isso não é uma rua! É uma pista de aeroporto!

E indo lá, não se esqueça de pedir a Saidera. Prosit!

Você também gostará desses

Festival de Outono Bodebrown O PdB compareceu ao Festival de Outono Bodebrown de 2016 e mostra como foi essa edição, o que melhor rolou e algumas críticas. Confira agora!
Jack Drunk Games, a olímpiada dos bêbados Uma disputa etílica, onde se bebe vários copos de chopp, várias jarras de chopp, shots, drinks, entre outras bebidas. Esse é o Jack Drunk Games, um ev...
Slide Park Kaiser Radler CWB No final do mês de fevereiro rolou um evento sagaz em Curitiba, o Slide Park Kaiser Radler CWB. Um tobogã gigante da Kaiser para os moradores da cidad...
Prussia Bier lança seus rótulos Prussia Bier lança seus rótulos no Cerveja Social Clube, no Rio de Janeiro, após sua primeira experiência cervejeira no Mondial de La Bière 2015.
O que rolou no Curso de Fabricação de Cerveja Post mostrando o que rolou no Curso de Fabricação de Cerveja organizado pela galera da Confraria do Marquês. Cerveja boa, comida idem e muito bate pap...
Festa do Maibaum no Stadt Jever em BH Galera do Papo de Bar comparece no evento de tradição alemã, onde eles erguem uma árvore, a Maibaum, ou árvore de Maio. Este ato simboliza a unição da...