St. Patrick’s Day no O’malleys Irish Pub

“A comemoração do St. Patrick's Day em São Paulo, no Pub O'malleys e um pouco mais sobre a história do Patrick e a importância dessa celebração. Um brinde.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (2 votes, average: 6.00 out of 10)
Loading...

Nessa última quarta-feira, dia 17 de março, aconteceu o tão aguardado dia de São Patrício para muitos brasileiros.

Depois dos 18 anos você não precisa mais de desculpa para beber, talvez você precise de uma justificativa para encher a cara em plena quarta-feira, juntar vários amigos, cantar e dançar música irlandesa e ainda sair bem na fita, aí pode ser!

Mas pretendo ir além da comemoração, afinal quem é São Patrício e porque o seu dia é recebido com cerveja?

“Tirem essas cobras daqui!”

Créditos: Edward Dullard

Antes de Saint, o nosso celebrado era somente Patrick, que vendido como escravo foi para Irlanda, deixou e depois voltou à Ilha Esmeralda como missionário cristão, em uma terra onde, àquela época o cristianismo era ainda muito embrionário (estamos falando aí de algo por volta dos anos 400 d.c) e a Irlanda ainda tinha muito da tradição pagã em seus costumes e cultura.

Como todo bom missionário cristão, Patrick foi até a ilha converter o povo com a missão de “tirar as cobras da Ilha” – não literalmete, porque a Ilha foi separada do restante do continente ainda na era Glacial, portanto não têm cobras. No caso ele se referia aos costumes e tradições pagãs de simbolizar cobras e serpentes em seus adornos. Portanto, por levar o cristianismo para a Irlanda e pelo sucesso em sua missão; muitos pagãos tornaram-se monges copistas (e é graças a eles que sabemos muitas coisas sobre o país nos dias atuais), ele tornou-se santo e é hoje reconhecido e celebrado pela Igreja Católica Apostólica Romana.

Let’s celebrate

Créditos: celtictrekker.com

Para quem acha que a comemoração de São Patrício consiste em sentar e beber aí vai a dica: o cara é santo, e a história não para por aí. O ponto principal para quem celebra o dia é que ele consiste na renovação espiritual e de oferta de orações missionárias ao redor do mundo, mas por que dia 17 de março? A teoria principal é que esse foi o dia em que ele morreu e conforme os irlandeses imigraram a cultura de seu povo foi com eles, principalmente para os EUA. Neste feriado irlandês praticamente tudo fecha com exceção dos bares e restaurantes e sim, quase todo mundo antes de cair na farra vai à missa.

Para fazer uma comparação bem superficial, em importância como missionário ele está próximo ao José de Anchieta, como santo padroeiro, à Nossa Senhora Aparecida: junte os dois e teremos um dos santos mais importantes da Europa.

Sua data é comemorada com muita alegria e reverência: desfiles, músicas, comidas, bebidas, tudo está no pacote para celebrar esse dia! Os irlandeses conhecem muitas formas de celebrar, mas com certeza a que eles mais levam em conta é comemorar bebendo… muito!

E a gente com isso?

Andei notando um certo ufanismo em alguns lugares: “vocês comemoram o dia de um santo de outro país, mas não as nossas festas” ou “colonizados” etc etc. Eu, sinceramente acho que uma coisa não exclui a outra, uma porque festas e comemorações culturais nem deveriam ter fronteiras, e outra: cada um comemora o que quer, seja porque só quer uma desculpa pra beber ou porque leva a sério tanto St Patrick´s day ou o dia de São João!

O que eu quis foi trazer para vocês mais informações sobre a data e quem sabe, não motivar mais ainda seus brindes com Guinness e chopp verde?

O’malleys Irish Pub

Créditos: Luciana Sabbag

Desde 1999 atendendo aos paulistanos, o pub conta especialmente com um público estrangeiro. É onde a galera se reúne para ver o campeonatos dos esportes tradicionais ingleses e irlandeses, como rugby, por exemplo. O povo animado conta especialmente com um público jovem-adulto com destaque para as várias opções de cervejas importadas.

São quatro ambientes com estilão de pub rústico irlandês, embaixo do nível da rua tem o bar e mesas, na parte superior, no nível da rua rola um palco onde há apresentações de diversas bandas de rock, no fundo da casa, depois de mais mesas, rola no andar superior uma sinuca profissa!

Irish Stew

Irish Stew[ /caption]

Créditos: Luciana Sabbag

O pub segue uma tendência de slow food, e no seu menu há opções de pratos e snacks, e um sorvete de cerveja Guinnes que ó: supimpa! Os principais pratos são Potatos Wedges, Buffalo Wings, Irish Stew e claaaaaro, Fish and Chips (que lá, na verdade é Cish and Fips)! As cervejas que mais queridas do público são Guinness, Duvel, Old Speckled Hen e Newcastle Brown Ale.

Quarta-feira rolou comemoração por lá, claro! Às 20hrs a entrada para mulheres ficou por R$ 40 e para os moços R$ 60 com brinde para as primeiras 200 pessoas na casa. Às 23hrs a banda Murphy´s Law tocou pra alegria da galera e às três da madrugada teve sopinha pra todo mundo e ainda rolou venda de camisetas oficiais da Guinness.

Que as bençãos de São Patrício te contemplem!

Agradecimentos especiais para @StPatsGuinness e @lucianasabbag.

Você também gostará desses

Oktoberfest 2008: Pendure-me para secar Uma viagem etilica a Santa Catarina, terra da Oktoberfest Brasileira, com suas dezenas de cervejarias artesanais e deliciosas.
Vem aí o Mondial de la Bière 2015 Entre os dias 19 e 22 de novembro de 2015 acontece um dos principais eventos cervejeiros das Américas: o Mondial de la Bière 2015, no Rio de Janeiro....
God Save The Beer Em Curitiba rolou um grande evento cervejeiro chamado God Save The Beer. Cerveja de graça pra tatuados, dentre outras novidades. Confira!
Burn, Sagres e Amstel: 1 semana, 2 eventos, 3 lanç... Ocorreu dois eventos pra lançamento de três cervejas no Rio de Janeiro: a Burn Baby Burn, Sagres e a Amstel. Grandes eventos, boas cervejas. Confira a...
Como sobreviver à Oktoberfest de Munique A Equipe do PdB esteve presente na Oktoberfest de Munique, a principal e maior Oktoberfest do mundo. Muita cerveja, comida, diversão e história pra co...

Compartilhe:

  • Pan

    são joão ganha pq tem paçoca =/ (sou chata e não gosto de cerveja)

  • Godoy

    Antigamente eu costumava ir no o´malley´s umas duas ou três vezes por semana. Tinha consumação mínima, mas eu nunca gastava menos do que 80 reais lá.

    Daí começaram a cobrar entrada, nunca mais fui. Pro inferno com o lugar. Eu adorava, mas me recuso a pagar entrada.

  • Caraca, isso não é local pra estagiario fudido como eu.

    60 mangos me quebra as duas pernas hehehe

  • Bass

    Não almocei hoje e aparece essa foto de comida maravilhosa do lado de uma guinness
    Morra bruna morra! iauschoiaushc <3

    Curti a matéria! agora quero cerveja e um bife hmm!

  • @Pan meus pêsames minah nobre

    @Godoy Isso é foda cara, fico puto com essas porras. Cobra consumação, mas entrada nunca… Porra…

    @Bass admito que fiquei com fome agora 😛

    @Cassio é meu nobre, pra fudido como nós, melhor só ver histórias 😛

  • Luiz.

    Assistindo Cleveland x Chigaco pela NBA essa semana, o Bulls com uniforme verde em comemoração ao St. Patrick's Day, os comentaristas da ESPN disseram que outras equipes fazem senão o mesmo, algo parecido para tais comemorações,

    legal isso.