Stammtisch: música, cerveja e amigos…

“Stammtisch nada mais é do que barracas com grupos de amigos em uma rua da cidade. Nessas barracas, encontram-se pessoas, cervejas, cadeiras, cervejas, violões, cervejas, comida, cervejas, muita animação e cervejas.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (3 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

Como seguidora das tradições germânicas (meu sobrenome deve explicar isso) vou compartilhar com vocês, leitores, o que meus olhos viram no Stammtisch da cidade de Blumenau –SC.

Stam o quê? Stammtisch! Recontrapuxa…

Para quem não conhece, Stammtisch nada mais é do que barracas com grupos de amigos em uma rua da cidade. Nessas barracas, encontram-se pessoas, cervejas, cadeiras, cervejas, violões, cervejas, comida, cervejas, muita animação e cervejas.

No início da manhã, você encontra os donos das barracas com o rosto cheio de marcas de travesseiro. A hora vai passando e você começa a escutar a voz das pessoas aumentando alguns consideráveis decibéis. E cá entre nós… A partir do momento que isto acontece… Ok. O Stamm começou de verdade!

Daí pra frente é só alegria. Todo mundo começa a virar seu amigo de infância. Você conta seus segredos mais intímos para o vizinho de barraca. O que é super válido, afinal de contas, amanhã ninguém vai lembrar-se de nada mesmo.

Boas companhias, boas músicas. Ou não…

Banco e mesa sujos num Stammtisch

Boas companhias?

Créditos: lupee

E as músicas então? As músicas são de uma “finura” incrível. Me dá um tchu, me dá um tchá, me dá o tchêtchêrêrê tchê tchê. Boate azul foi a mais cantada. Até porque no estado que o pessoal se encontrava, até eu procuraria remédio na vida noturna se estivesse doente de amor.

Mas e o que seriam das “moçoilas” do Stamm se fossem só as músicas e não as cantadas? Graças ao bom humor dos homens, nós mulheres saímos de lá com a autoestima mais pra cima que cabeça de gigante. Até porque qual é a mulher que não ficaria super feliz em receber um: “Eu queria ser vesgo só pra te ver dobrado!”? Se bem que no estado que o ser humano se encontra a ponto de falar isso, ele já devia estar vendo dobrado há muito tempo.

Cantadas de porteiros e figuraças clássicas

Mulheres reunidas num gramado do Stammtisch

Créditos: Ilona

Mas o importante mesmo não são as cantadas, e sim, as figuras (que na verdade já são tazos) que você encontra por lá. Sempre tem o bombadão que é tão malhado, mas tão malhado, que parece que carrega uma melancia em cada braço… Não consegue encostá-los no corpo como as pessoas normais.

Tem também os homens “encoleirados” que estão com as mulheres junto. Esses são fáceis de identificar. Estão sempre de óculos escuro mesmo que o tempo esteja mais feio que camisa preta desbotada. E as meninas que estão prontas para o crime? Essas customizam a camisa do grupo. Fazem de um ombro só, tomara que caia, costas de fora ou decotão. Tudo isso acompanhado a um shortinho de 2,5cm e um scarpin salto 15, mesmo que estejam fazendo -8ºC.

E por último, mas não menos importante, o de menor que passa mal, vomita na calçada, vai carregado pra casa, liga pra ex-namoradinha, arranja confusão, leva esporro da mãe, ganha banho do pai, fica três dias sem internet como castigo, é zoado na escola na segunda e é o “trêbado” de amanhã.

Finalizando a festa…

Galera reunida num Stammtisch

Que venha o próximo…

Créditos: Piratenpartei Unterfranken

E então, chega o tão esperado (para alguns) fim da festa. Se você consegue contar a história do rato que roeu a roupa do rei, parabéns, você está sóbrio. Se você está super simpático rindo de tudo e fazendo arremesso de cuspe à distância ao falar, você está no brilho. Agora se você está chamando Jesus de Genésio e está sendo mais ignorado que panfleteiro de sinal… Você fez fiasco e será motivo de piada no facebook.

Você também gostará desses

O manual do Wingman Você conhece um wingman? Sabe como age? Veja agora um manual completo de como age, se comporta um Wingman, tanto numa visão masculina quanto feminina....
Noticiário Etílico Fique por dentro das notícia mais bêbadas de todos os tempos, com o nosso incrível Noticiário Etílico!
Nada como um bom motivo para beber Indicações do que leva um bêbado ao copo e mais algumas observações sem sentido por uma bebedora também sem sentido.
Fotos indesejáveis: comofaz!? Sabe aquelas fotos indesejáveis que as pessoas tiram nas baladas/nights !? Seus problemas acabaram! Esse é o balde de cerveja que te salva de problema...
Cerveja sem Álcool dá onda! Uma grande dúvida que muita gente tem é se a cerveja sem álcool deixa as pessoas bêbadas. Veja o que é mito e que a cerveja sem álcool só dá onda, dei...
Carnaval: A arte de permanecer de pé Quer saber exatamente o que fazer (e o que não fazer) para curtir esse carnaval sem ressaca e com muita disposição? Então não deixe de ler as dicas do...

Compartilhe:

  • Maitê Sandri

    Muito BommMm …

    Parabéns….

  • Adriana P. B. Souza

    Texto informativo e divertido. Só tenho que parabenizá-la pelo registro.

  • Quero um agora aqui no Rio 🙂

  • Fabrício S Silva

    PARABÉNS. Conheço o Stamm, já participei e é tudo isso que a Heloisa escreveu. Muito bom o seu texto.

  • Deise

    Presentão!
    E… stamm é isso, certo?
    Blumenau é isso.
    Cerveja,diversão,cerveja…e cerveja!

    Parabéns!