garrafa de becosa

Steinhaeger Becosa quer conquistar o Brasil

“Um destilado alemão, produzido no Brasil, busca fazer sucesso por aqui. Apresentamos algumas maneiras de beber o Steinhaeger Becosa.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (2 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

Salve. Salve, amigos PdBs! Fomos convidados pela galera do Steinhaeger para visitar a Oktoberfest Rio e conhecer o Steinhaeger Becosa. O evento foi bem legal, mas provar algumas maneiras diferentes de consumir o Becosa foi demais. Vocês devem ter acompanhado um pouco por nossas redes sociais, onde fizemos lives e postamos fotos, mas aqui vou explicar um pouco mais sobre tudo.

O que é Steinhaeger Becosa?

Steinhaeger Becosa

Olhando na Wikipédia, você encontra a seguinte definição para Steinhaeger:

É uma bebida destilada aromatizada com Juniperus (zimbro). Surgiu no século XV, na pequena aldeia de Steinhagen, na região da Vestfália, que pertence atualmente à Alemanha. Na produção, as frutas de Juniperus são esmagadas junto com grãos de trigo. Depois de fermentada, a pasta é destilada em alambiques do tipo pot still. De acordo com a Lei do Monopólio da Aguardente da Alemanha, que é a lei que dita as regras da produção do Steinhäger no país, a bebida não pode sofrer adição de nenhum produto químico na mistura de zimbro e trigo.

O Steinhaeger Becosa é a versão brasileira da bebida. Reparem que em alemão, se escreve “Steinhäger” e em português usaram “Steinhaeger”. Ele é produzido por aqui, de maneira 100% artesanal, mas segue todas as regras dos alemães. Sem nenhum conservante em sua receita e seus 38,5% de álcool, o Becosa é bem gostoso! Para aqueles que curtem shots ou os que preferem drinks, o destilado agrada bastante.

Como bebe?

Steinhaeger Becosa submarino

O mais famoso modo de beber o Steinhaeger Becosa é com o Submarino. Não é um drink propriamente dito, mas é algo inusitado. Você serve um shot de Becosa e coloca de cabeça para baixo dentro de uma caldereta de chopp. Serve o chopp e está pronto seu submarino! Ao beber um gole, o copo de Becosa levanta e deixa sair um pouco da bebida que se mistura ao chopp que fica com um sabor bem gostoso.

Fora isso, o ato de beber um submarino é muito divertido. Se for beber em casa, fica mais legal ainda, porque você terá que montar seu próprio drink.

Quebra Gelo

A maneira mais social de beber o Steinhaeger Becosa é conhecida como Quebra Gelo. É bem simples e agradável, aliás. Quando for beber aquela cerveja com os amigos, encha os copos e sirva também um shot de Becosa para cada. Vá alternando entre um gole de cerveja e outro de Steinhaeger Becosa. Para ninguém passar dos limites, recomendamos colocar água nesses intervalos. Garanto que a noite será um sucesso!

Caipirinhas

Experimentamos a caipirinha de limão. A receita é clássica, com limão, açúcar, gelo e Steinhaeger Becosa. Fica sensacional! A mistura de sabores do destilado com a fruta fica incrível! Pode usar outras frutas também, a que você preferir, na verdade. Drinks com outros componentes também estão liberados. O negócio é experimentar e decidir qual te agrada mais.

O evento

daniel dulcetti lincoln

A Oktoberfest é comemorada em diversas cidades do mundo. Aqui no Brasil, a mais famosa é a de Blumenau, em Santa Catarina, mas a festa rola em muitos outros lugares. São Paulo, por exemplo, fez bonito esse ano e a Oktoberfest bombou por lá.

No Rio, a ideia é um pouco diferente, pois o projeto não engloba um único lugar fechado, mas sim a promoção da cultura alemã pela cidade. Chamada de Oktoberfest Rio Festival, a Ana Paula Ferreira, porta-voz do grupo organizador do evento, contou um pouco sobre a ideia:

“Não pretendemos imitar a Oktoberfest de Blumenau. E sim promover um circuito que ofereça o melhor da cultura alemã, presenteando cariocas e turistas com um amplo roteiro gastronômico, etílico (oba!) e multicultural”.

A ideia foi executada pelo grupo Polo Novo Rio Antigo, que representa uma região bem boêmia do Rio de Janeiro, pegando a região da Lapa e alguns pontos do Centro. Foi meio em cima da hora, mas juntos, eles correram, conseguiram patrocinadores e fizeram a coisa acontecer em pouco tempo.

Foram 10 dias de evento, entre 18 e 28 de outubro, com 60 bares participantes, a maioria na Lapa, Cinelândia, Lavradio, Tiradentes e Carioca. Por ser a primeira e sabendo que não houve tempo hábil para uma maior divulgação, achei a Oktoberfest Rio Festival bem legal, mas, sem dúvida, espero muito mais em 2018.

Finalizando

Adorei conhecer o Steinhaeger Becosa! Terei em casa e será sempre uma opção para aquela pré que rola com a galera antes das baladas. E prometo que quando fizermos nosso Submarino, vamos postar em nossas redes sociais para fazer aquela inveja em vocês. Sugiro que façam o mesmo e marquem a gente 😉

Aquele abraço!

Você também gostará desses

Bebida liberada no estádio, isso é bom? Hoje a bebida é proibida nos estádios aqui no Brasil. Porém isso está mudando, temos em Minas a bebida liberada no estádio. Isso é bom ou ruim? O que ...
Heineken Cube: A garrafa de cerveja conceitual qua... O designer francês Petit Romain lançou um projeto conceitual usando a marca Heineken para uma garrafa de cerveja quadrada, sustentável. É uma garrafa ...
Heineken se torna a segunda maior cervejaria do Br... A Heineken se tornou a segunda maior cervejaria do Brasil ao comprar a gigante Brasil Kirin, que era dona da Skin, dentre outras cervejas. Confira!
Three Monkeys e Brownie do Luiz se uniram para lan... Duas grandes marcas cariocas, a Three Monkeys e Brownie do Luiz, resolveram se unir para lançar uma cerveja diferente e que promete ser uma delícia.
Cerveja por alguns bilhões A AB Inbev, gigante do setor cervejeiro, pretende fazer uma proposta de compra para a SABMiller.
Brewce, um toy art cervejeiro chega ao Brasil por ... Brewce é produzido em PVC, tem a cabeça em formato de lúpulo, fixa a tampa das cervejas na barriga com um imã e pode ser adquirido pelo preço inicial ...

Compartilhe: