Tequila, o verdadeiro afrodisíaco

Tequila 1800 com pimentasCréditos: quiroso

Depois de um bom tempo pensando e de várias dicas do Dono do Bar sobre o que escrever no meu primeiro post pro PdB, decidimos (O chefe, eu só acatei) que eu escreveria sobre tequila. A princípio eu fiquei meio decepcionada porque sempre fui fã dessas de carteirinha de vodka e cerveja, mesmo tendo passado uma boa parte da minha vida alcoólica bebendo tequila nas baladas.

Daí lembrando de algumas das minhas aventuras regadas a álcool e rock’n’roll cheguei a conclusão que a tequila é a bebida mais afrodisíaca que conheço. E explicarei o porquê:

Afrodisíaco é?

Cartaz TequilaCréditos: milesgehm

Posso lhes afirmar que todas as minhas amigas e muitas conhecidas de balada adoram tequila. Acredito que elas lembrem as festas super agitadas de filmes americanos onde mulheres gostosíssimas e os caras mais gatos se acabam de tanto beber e depois partem pra pegação e, se formos pensar pelo lado mais semiótico da coisa, quem não gostaria de ser ou ter um daqueles personagens?

Mas como meu intuito aqui não é explicar a parte teórica chata da coisa, vou explicar a teórica que nos interessa. Nem todo mundo tem cacife para comprar uma boa tequila certo? Esqueçam Jose Cuervo. Falo de tequilas boas, do Estado de Jalisco, no México, com direito a escolher entre as classificações agave e blended e entre a blended se é añejo, jovem, ou reposado. Essa é a verdadeira tequila.

Tequila Sauza BlancoCréditos: c r l n n

A Jose Cuervo é como se fosse a Smirnoff das vodkas: A mais barata, mais conhecida e mais segura na hora de agradar um amigo beberrão ou algum aniversariante em churrasco. Uma tequila que provei em um churrasco muito boa é a Sauza. Particularmente prefiro as tequilas prata e foi exatamente essa que o nosso querido amigo @gravz comprou pra esse churrasco. E devo dizer que era uma delícia. Outra tequila muito boa que eu provei com uma twitteira linda, a @IsabelaBela foi a Casarejos ouro. Sensacional também.

Porém tem gente que faz mais o meu tipo, (o dos sem grana) e gosta de tequila mas tem um certa dificuldade na hora de comprar uma garrafa. E é aqui que vem a dica incrível, apresento-lhes duas “tequilas” substitutas:

Ypióca

Garrafas da cachaça YpiócaCréditos: solonbro

A Ypióca além de ser barata é uma cachaça gostosa. Eu particularmente prefiro a prata. Altamente recomendável para churrascos desses que aparece até nego do ralo chamando o mestre Splinter.

Vila Velha

Garrafa da cachaça Villa Velha

Descobri essa cachaça na casa de um amigo. O pai dele me dava uma garrafa de whisky na mão e ia beber essa “pinguinha” que custa em torno de oito reais a garrafa. Ela lembra tequila ouro, mas bem mais forte, com um gosto que tende a demorar pra desaparecer da boca, mas ainda assim é uma boa bebida.

O retorno da tequila

Um problema muito comum quando eu volto a tomar tequila é aquela sensação de que eu vou expelir a última refeição depois que eu viro o copo. (vocês entenderam o meu jeito educado de dizer vomitar né? Mas acho que isso também pode acontecer porque eu sou meio cowboy e viro a tequila pura. No máximo um limão depois.)

A solução que eu achei pra isso e é muito prática é sempre ter uma cerveja na mão. Daí assim que você virar a tequila, manda a cerveja pra dentro que ela dá uma acalmada na garganta e no estômago.

Outra coisa bem legal é dar uma variada nas frutas e não se prender só ao tradicional limão. As mais pedidas nas baladas por aqui são morango e abacaxi. Com o morango, ao invés do sal use açúcar.

De qualquer maneira, se você faz parte dos que tomam tequila de verdade ou as substitutas, aproveite com moderação se estiver dirigindo. Caso contrário, one tequila, two tequilas, three tequilas, four tequilas, floor. 😉

Você também gostará desses

Qual é a sua Eterna Busca? A "eterna busca" do seu Jorge é a cachaça mesmo? Óh dúvida retardatária ignorante! Aproveitem o papo e revelem A sagatiba de suas vidas!
Diga ao garçom que fico! Qualquer comemoração é um bom motivo para se apreciar uma cachacinha. Melhor ainda com as dicas para reconhecer uma cachaça de qualidade.
A Cachaça conta com rigoroso processo produtivo Pegando um gancho de sustentabilidade devido ao Rio+20, vamos comentar sobre o processo de produção de uma cachaça. Os procedimentos, funcionamento, t...
Santo Grau: Cachaças Raras de Origem O Papo de Bar foi apresentado para duas cachaças raras de origem: Solera Pedro Ximenes (PX) e Solera Cinco Botas, as duas da cachaçaria Santo Grau. Co...
As seis bebidas mais fortes do mundo Um top 6 com as bebidas mais fortes do mundo. Temos muitas bebidas clássicas, como o Absinto e Whisky. Graduação alcoólica viariando de 35% a 90%. Vai...
Cachaça, aguardente ou pinga? Cachaça, pinga ou aguardente? Afinal, qual é o termo certo para ser usado na mesa de bar? Explicações sobre todos eles, dúvidas, entre outras curiosid...