Viajar é cultura (etílica): Vinícola Ouro Verde

“Situada na cidade de Casa Nova, interior da Bahia e pertinho da divisa com Pernambuco, a Vinícola Ouro Verde é uma ótima opção de viagem etílica pelo Brasil.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (2 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

Fala galera companheira de bar! Hoje vim aqui para compartilhar com vocês um passeio muito bacana que fiz há alguns dias, na Vinícola Ouro Verde, situada na cidade de Casa Nova, interior da Bahia e pertinho da divisa com Pernambuco.

O que eu estava fazendo perdida pela Vinícola Ouro Verde?

Paisagem da Vinícola Ouro Verde

Fui participar de um evento de tecnologia em Petrolina-PE, e a regra é clara, né meus queridos: cada viagem feita, seja a trabalho ou passeio, conhecer a cultura (etílica) local é fundamental.

Amante da cerveja que sou, perguntei sobre as cervejarias locais, mas não fui feliz nessa área. Mas então, me contaram sobre a vinícola. E eu não fazia ideia que se produzia uva lá!

Fertilidade etílica

Garrafas do vinho Miolo

A primeira surpresa foi sobre a fertilidade da terra: essa vinícola, que produz vinhos da Miolo, consegue ter uma produtividade até 3x acima das vinícolas gaúchas. Pois é! A terra nordestina é muito fértil, amigos. Único (e grande problema) é a falta d’agua. E por isso mesmo, o nordeste desenvolveu sistemas de irrigação que estão entre os tops do mundo!

Na visita, pude ir desde o processo produtivo, moagem da uva (é tudo feito em máquinas tá, gente! Não é como aparecia nas novelas da globo não), e conhecer os outros produtos que são produzidos lá: além do vinho tinho e o branco (várias linhas), a vinícola produz o Osbourne, um brand (tipo conhaque), que na sua forma pura, tem 70% de álcool! Experimentei esse trem e olha… queimou até minha alma! Mas, como no Brasil é proibida a venda de produtos com esse teor alcoólico, ele é diluído e vendido com um teor alcoólico de pouco mais de 40%.

Outro produto feito na Vinícola Ouro Verde é o espumante

Barris da Vinícola Ouro Verde

Aí, depois de conhecer os processos e atividades, todos guiados por um enólogo da fazenda, há uma degustação de alguns vinhos: experimentamos na maioria os brancos, pois um das pessoas que estavam comigo era alérgica a vinhos tintos. Mesmo assim foi super bacana, pois o pessoal ensina você a degustar o vinho com as técnicas corretas. E no final, você conhece a loja, onde pode comprar os vinhos que quiser. Eu trouxe 2 tintos para casa! Vamos ver se são bons.

O legal é que tem vinho para todos os gostos e bolsos: encontrei de R$13,00 a R$289,00. Então, opção é o que não falta. Além disso, tem uns chocolates com bebidas e também, produtos cosméticos feitos com vinho.

Finalizando

Brinde com vinho na Vinícola Ouro Verde

Então, minha gente, minha dica é essa: se forem para essa região, não deixem de conhecer a vinícola! É incrível ver aquele parreiral verdinho em meio ao sertão. E se não forem pra lá, mas forem em outro local, não esqueçam de saber sobre a cultura etílica local! Você podem ter sempre maravilhosas descobertas, assim como eu tive!

Um brinde! ;D

Você também gostará desses

Evento: Um dia de Canarinho A Nike lança uma campanha "Movimento Canarinho" num bar na Lapa, em homenagem ao jogo do Brasil contra o Uruguai.
Tazza Wine Bar: Novo conceito em SP Conheça o Tazza Wine Bar, localizado em São Paulo e que tem o modelo de Wine Bar, inovador e que tem crescido bastante nos últimos anos. Confira agora...
Charleston Bubble Lounge: Champanheria nova no Rio Falaremos sobre a Charleston Bubble Lounge, uma Champanheria nova no Rio de Janeiro. com um estilo diferenciado e decoração inspirada nos anos 20, ela...

Compartilhe: