A volta ao mundo em 80 bares

“Juarez Becoza tem 62 anos de vida e 19 de idade mental. Fará uma viagem muito louca, uma volta ao mundo em 80 bares, algo totalmente inusitado e divertido.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (6 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

Alô alô amigos PdBs (Todos sabem que PdB é a sigla para Papo de Bar, né? Só para constar)! Hoje o motivo que vos escrevo em muito nobre! Afinal, Becoza, nosso amigo e bom bebedor, sairá em viagem por esse mundão numa busca implacável por bares, bares e mais bares! Daí o título do post 😉

Em resumo serão 40 países, 120 cidades e incontáveis visitas a bares, pubs, botecos e biroscas de rua, que resultarão numa seleção de 80 crônicas para a publicação de um livro no segundo semestre de 2016. Tudo isso sem avião, cruzando fronteiras de ônibus, trem e navio. Sim, o cara morre de medo de voar! Isso tudo feito entre julho desse ano e fevereiro de 2016.

A volta ao mundo em 80 bares

Volta ao mundo em 80 bares do Becoza

A Volta ao Mundo em 80 Bares será uma viagem que misturará pesquisa antropológica, jornalismo gastronômico, jornada de autoconhecimento e um pouquinho de turismo, que ninguém é de ferro. Além do livro, ele irá publicar suas peripécias em seu blog no site do jornal O Globo, que às vésperas da viagem entrará no ar e no site onde criou seu crowdfunding, o Trevolta.

O crowdfunding se faz necessário porque é uma viagem longa, ainda mais sem avião, e para viver 8 meses de maneira razoável fora do país, o dinheiro é fundamental. Ele tem algumas empresas parceiras e a parte de logística já está resolvida. Está investindo dinheiro próprio também, mas ainda assim uma ajuda será bem vinda para que o nobre Becoza, volte são e salvo para nos contar todas as aventuras nos bares mais impensados do planeta!

Mas quem é esse tal de Becoza?

becoza

Juarez Becoza tem 62 anos de vida e 19 de idade mental. Há 15 anos, escreve para o Jornal O Globo uma coluna chamada Pé-Sujo que é toda sobre investigar e descobrir botequins. Dos mais sujos e obscuros aos mais deliciosos, inusitados e surpreendentes. Todos com uma coisa em comum: são genuínos representantes da cultura gastronômica popular. Nesse tempo, visitou mais de 1.500 bares, escreveu mais de 900 resenhas, fez mais de 5 mil fotos. Grande parte desse material é de bares do Rio de Janeiro, cidade em que concentra suas andanças. Mas teve também a oportunidade de descobrir botecos do Brasil e do mundo. Foi essa experiência que fez nascer – há uns 5 anos – a semente do projeto A Volta ao Mundo em 80 Bares, que finalmente se realizará entre 2015 e 2016.

E o roteiro dessa volta ao mundo em 80 bares?!

O ponto de partida será a fronteira do Brasil com o Uruguai, na cidade de Chuí. Ele Subirá a América do Sul por terra, passando por todos os países do continente, com exceção da Venezuela. Entrará de navio na América Central, e subirá o continente até o México. Chegando aos Estados Unidos pelo Texas, embarcará nos temerários trilhos da Amtrack, irá até Seattle. Lá, no dia 21 de setembro, pegará o Statendam, um navio da Holland America Cruises, rumo a Singapura, a capital mundial da comida de rua, numa viagem transoceânica de 30 dias. No caminho, vão rolar oportunidades para desembarcar e registrar bares em algumas ilhas exóticas do Pacífico.

Continuando…

Um brinde com canecas de cerveja

De Singapura, atravessará o sudeste asiático em direção à fronteira da China, e de lá subindo até Pequim, onde, de trem, irá até a Mongólia e, dali, até Moscou pela Transiberiana. Uma vez na Europa, o passaporte vermelho que possui, pelas raízes italianas, lhe permitirá circular com liberdade por diversos países do Velho Continente, até chegar à Lisboa, de onde virá nadando até o Rio de Janeiro, se preciso for… Não sem antes dar uma passadinha no Norte da África, não só para botar os pés no continente mas também porque, numa viagem de volta ao mundo sem avião, é fundamental gritar “Socorram- me, subi no ônibus em Marrocos!” (sim, ele sabe: lá os bares populares não servem bebidas alcoólicas. Mas não deixam de ser bares, é ou não é?)

Ajude o Becoza nessa volta ao mundo em 80 bares

Então, gostou do projeto? Quer ajudar? Entra no Trevolta e #AjudeOBecoza, pode ser com qualquer quantia, e como é um crowdfunding, você ainda ganha um brinde no retorno dele. E o mais legal é que ele depois escreverá um livro sobre essa fantástica viagem e você pode ganhar um exemplar.

Acho a ideia algo de sensacional! Confesso que fiquei com certa inveja e pensei: Porque não tive essa ideia antes?! Tenho certeza que a viagem será um sucesso! Nós do Papo de Bar já clicamos lá e contribuímos. E você, tá esperando o quê?

Aquele abraço e aguardem os textos do Becoza, que prometem ser um sucesso!

Você também gostará desses

Explorando vinícolas chilenas Você conhece alguma das vinícolas chilenas? Já visitou o Chile e descobriu os diversos tipos de vinhos disponíveis? Confira a experiência de diversas ...
Rota dos Drinks Jack Daniel’s O Papo de Bar participou do último Rota dos Drinks do Jack Daniel's, que termina no dia 04 de julho de 2015. Drinks excelentes, uma grande experiência...
Experiências etílicas na Patagônia Veja algumas experiências etílicas que se pode fazer na Patagônia.

Compartilhe:

  • Victor Dariú

    Pow, muito legal, com certeza vou contribuir. Vai q eu descole um exemplar. 😉