Yes, nós temos banana!

“Degustamos uma cerveja bem diferente e que leva banan, a Wells Banana Bread and Beer. A princípio pode parecer meio estranha, mas depois ela se torna ótima.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (3 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

Começar um artigo de indicação sobre uma simpática cerveja não é muito difícil. Mais uma vez, minha querida mãe ajudou no processo. Ela, em sua interminável busca por cervejas de menininha e com características menos ortodoxas, encontrou uma Wells Banana Bread and Beer e levou a simpática garrafinha para casa. Logo que chegou em casa, me mandou uma foto da “criança”, tentando motivar a visita desse filho desnaturado que vos escreve.

Como tremendo mau caráter que sou, apareci! Dois dias depois, como quem não quer nada, pra dar um beijo na turma e rebolar o queixo com boa boia. Acabei lembrando – após me entupir com os quitutes caseiros – da famosa cervejinha de banana, poderia me servir como um tira-gosto.

Adianto aos nobres leitores bebedores que não me enchi de expectativa. Já havia experimentado e avaliado (aqui mesmo) a Waggle Dance, de mel, da mesma Wells e ela não chegou a decepcionar, mas também não foi essa maravilha toda. Assim sendo, fui com a sede de um curioso e a preguiça de um glutão convicto experimentar, com calma essa loirinha.

Vamos aos fatos sobre a Wells Banana Bread and Beer

Wells Banana Bread and Beer

Créditos: 

Assim como na sua versão de abelhas, a cor te ganha de cara, é vibrante e até certo ponto hipnótica, uma vez depositada no copo o colar que se forma tem uma densidade um pouquinho melhor que nossa primeira experiência, mas nada digno de loas, medalhas e bons palavrões. Se a espuma e a cor demonstram a irregularidade de sua irmã, o aroma melhora as coisas… e MUITO!

Se você acha que nessa cerveja terá notas de banana, você tá meio enganado, bem enganado! Nessa cerveja tem banana, bastante banana! Não é um licor de banana engarrafado e gaseificado e não é doce pra caralho. Muito pelo contrário. A qualidade dessa cerveja se destaca pelo equilíbrio entre um aroma marcante, um sabor com uma presença clara de banana e nenhum indício de enjoos.

Isso quer dizer que estamos falando de uma cerveja altamente bebível. Isso não quer dizer que eu recomende um porre dela, mas é perfeitamente plausível consumi- la em média escala. Além dos fatos relevantes expostos, posso afirmar categoricamente que não estamos falando de uma cerveja de frutas estilo menininha. A Banana Bread and Beer da Wells é uma Ale de respeito.

Seu ponto alto fica por conta de seu equilíbrio. Não é fácil fazer boas cervejas com adições claras de sabores sem torna-las desequilibradas e/ou enjoativas. Fica a dica para quem quiser e boas recomendações para nossas nacionais, vale apostar no sabor!

O macaco aqui adorou! Recomendo!

Você também gostará desses

Review Cerveja: Corona Extra Review da mexincana Corona Extra, uma Pale Lager um pouco conhecida no Brasil. Acima da média do mercado nacional, mas com um preço acima de sua quali...
Cantillon: o sabor da fermentação espontânea A descrição de uma experiência bem pessoal: a degustação da complexa e rara Cerveja Cantillon Kriek 2002 Lou Pepe (icone do estilo Lambic).
Review Cerveja: Christoffel Nobel Vez da cerveja Christoffel Nobel, da Holanda. Uma Lager bem diferenciada, saborosa e de aparência fantástica. Um preço acessível com uma qualidade aci...
Review cerveja: Margriet Review dessa cerveja belga do estilo Belgian Pale Ale, com uma espuma bem volumosa e aerada, acompanhada de uma excelente formação de colarinho.
Review Cerveja: Hoegaarden Review dessa maravilhosa cerveja WItbier, aromatizada com sementes de coentro e casca de laranja, criando um sabor doce e azedo. Vale o investimento.
Review cerveja: Urthel Parlus Magnificum Review da cerveja Urthel Parlus Magnificum, ótima cerveja holandesa no melhor estilo Belgian Dubbel. Doçura moderada no início do gole, fraco e rápido...

Compartilhe: