Caneca e garrafa da cerveja Anderson Valley

Anderson Valley, uma cervejaria sustentável

“Que tal uma cervejaria sustentável, que produz uma cerveja pensando na natureza, em não poluir o mundo e não destruir o planeta? Essa é a Anderson Valley.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (1 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

Caneca e garrafa da cerveja Anderson ValleyCréditos: James

Publiquei anteriormente um review sobre a cerveja Anderson Valley – Boont Amber Ale, da cervejaria Anderson Valley (oh, não me diga). Vou falar novamente sobre a cervejaria, não sobre alguma cerveja em si da Anderson Valley, mas sobre a própria cervejaria e seu método de produção bem fodástico, pensando bastante na sustentabilidade.

Conta mais sobre a política de sustentabilidade da Anderson Valley

Levando o papo pro lado sério do mundo, é importante que os consumidores saibam da preocupação que a cervejaria tem em ser sustentável. Eles utilizam cavalos para a distribuição local das cervejas, também possuem um carro elétrico para realização dessas entregas. E caso alguém mais queira reutilizar equipamentos usados para este fim, estes se encontram disponíveis no site para venda.

Cervejaria Anderson ValleyCréditos: Adrian

Assim como fazem reciclagem de tudo o que possa causar um impacto ambiental negativo (papel, aço, vidro, papelão, jornal, plásticos…). Desde 2006, as cervejas são produzidas utilizando energia solar proveniente da implantação de 768 painéis solares, o que ocasionou a redução da conta de luz da cervejaria pela metade!

Energia eó quê? Eólica! Recontrapuxa!

Utilizam também energia eólica para oxigenação e revitalização de lagos nos arredores da cervejaria. O malte e o lúpulo usados nas receitas são doados para os fazendeiros alimentarem seus animais, ao passo que o fermento também é reutilizado na fertilização das plantações.

Sobre o rótulo curioso…

Barkley, mascote da cervejaria Anderson Valley

Urso de chifres? WTF?!?!?!

Créditos: Ursula O’Donovan

Conforme você vai bebendo e conversando, chega uma hora que você se pega analisando o rótulo não é mesmo? No meu caso, desde o dia em que estava arrumando as prateleiras fiquei intrigada com o urso de chifres, e percebi que tinha alguma pegadinha. Bem, Barkley (nome dado a esse mascotinho) não é um urso. Quer dizer, até parece um urso. Como ursos não têm chifres, Barkley é um híbrido de bear (urso) e deer (veado). Logo ele é um? Repitam comigo: BEER! Genial não é? Quase um PedoBEER.

Planejo depois falar sobre os outros estilos que a Anderson Valley oferece, mas por hoje é só pessoal! 😉

Você também gostará desses

Great American Beer Festival… So great! Um grande evento que rola nos Estados Unidos, o Great American Beer Festival, que tem muita cerveja e bizarrices como cerveja de bacon e a cerveja de ...
A Cachaça conta com rigoroso processo produtivo Pegando um gancho de sustentabilidade devido ao Rio+20, vamos comentar sobre o processo de produção de uma cachaça. Os procedimentos, funcionamento, t...
Pesquisa mostra profissões com mais bêbados O governo dos Estados Unidos fez uma pesquisa em parceria com a Statista onde eles mostram as profissões com mais bêbados no país divido em 10 categor...

Compartilhe:

  • Renato Monzani

    Caraca !!!
    Muito bacana a idéia e a consciência ambiental da cervejaria!

    Nunca tomei essa cerveja, fiquei curioso.

    Parabéns pelo texto!