Cerveja: as mulheres também bebem

“Quem disse que beber cerveja é um esporte para homens? As mulheres também bebem e muito bem todos os tipos de cerveja e gostam.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (106 votes, average: 8.62 out of 10)
Loading...

Olá leitores do Papo de Bar. Sou a Madame Cerva e estou aqui, a convite do Dono do Bar, para escrever sobre mulheres e álcool. Mulheres também bebem e eu não sei o PORQUÊ os homens esquecem isso.

Ontem eu presenciei claramente esse esquecimento. Fui ao bar do italiano para fazer a degustação de cervejas para o Traz o Amendoim, blog que eu faço parte.

Fato consumado e consumido

Cheguei e pedi uma Weihenstephaner. A Bia, gentil atendente que nos atendeu, trouxe serviu, experimentei, anotei, tirei fotos, o de sempre.

Apareceu o Italiano e conversamos sobre cervejas, blogs e afins. Depois veio a gerente, um garçom, e outro, todos conversaram conosco, trocando informações sobre as cervejas, curiosidades, histórias, métodos de produção.

Até que aconteceu o esperado…

Mas quando eu pedi a La Trappe, ouvi a frase para fechar a noite:

Nossa, legal, você entende mesmo de cerveja. É difícil encontrar mulher que conheça assim.

E lembrando do dia que falei que a cerveja estava choca e o dono do bar não acreditou em mim por ser mulher, pensei: “Ahh mundo machista, mulheres também bebem pow.” Inclusive a Lady Margarita comentou num post para nós mulheres.

As mulheres bebem e sabem que estão bebendo.

E existem provas disso

Cilene

Um exemplo de orgulho a raça é Cilene Saorin. Morram de inveja meninos, pois essa mulher é mestre cervejeira, presidente da Associação Brasileira de Profissionais em Cerveja e Malte e beer sommelier, leciona gestão sensorial na indústria cervejeira na Universidad Politécnica de Madrid, faz parte do conselho da Universidade Anhembi Morumbi em São Paulo para o curso de Tecnologia de bebidas e faz parte de jurados degustadores profissionais de cerveja dos eventos World Beer Cup nos EUA e European Beer Star na Alemanha.

E além de todo esse curriculum, Cilene também fez um curso em São Paulo de degustação de cervejas voltada às mulheres. Ufa! Não é a toa que sou fã, que me inspiro nela e é orgulho ao time feminino.

Um depoimento de Cilene diz que mulheres precisam perder a imagem de objeto para ter a imagem de sujeito. Quem quiser vê-la, ela participou do programa “bytes and beer”

Parte 1

Parte 2

Nós não vamos mais fazer compras para conversar, nós sentamos numa mesa de bar para beber um chopp, sabemos diferenciar entre Antarctica e Brahma, bebemos tequila sem fazer cara feia (nem sempre) e algumas sabem diferenciar cervejas pilsen de ale, de trigo para rapadura igual vocês meninos e gostar de cerveja não tira nossa feminilidade.

Pronto, um desabafo de bêbado e avisando, se quiserem alguém para um choppinho ou uma degustação é só chamar. Até a próxima.

Você também gostará desses

Cervejas ao redor do mundo – Fotos deliciosa... Uma viagem alcoolica com cervejas de vários cantos do mundo. Impossível não ficar com água na boca só de olhar.
Por que temos tantos tipos de copos de cerveja? Saiba o motivo de cada estilo de cerveja ter seu copo específico. Veja por que não é recomendado beber cervejas artesanais em copos de geleia e requei...
16 Momentos para beber Veja 16 momentos ideias para beber uma cerveja, whisky, vinho, qualquer bebida com seus amigos. Conhece mais outro? Nos fale agora!
Ajudando Projetos Sociais com cerveja O Shebeen é um bar que fica em Melbourne, na Austrália. Possui um slogan "Beba, coma e sinta-se bem no dia seguinte". Focado totalmente em Projetos So...
Receita: Provoleta Veja a receita de um petisco muito pedido nos botecos brasileiros, a provoleta, feita com o delicioso queijo provolone misturada na farinha de trigo, ...
O segredo que envolve as bebidas afrodisíacas Você conhece os segredos que estão por trás das famosas poções do amor? Ingredientes que podem aumentar a sua libído e transformar um mero encontro em...

Compartilhe:

  • aeeeee! Mulheres também manjam!!
    =)

  • brunom

    Adoro mulheres q bebem
    q entendem d cerveja
    q ficam animadaaas(nao bebadaaas, mas alegres =P)
    soh q por outro lado… ODEIO MULHERES
    q bebeeem as custas d nos (homens)
    eh mt foda
    tem umas q bebem mais q nos
    nao gastam 1 real, e ainda nao pega ngm!
    aff!

  • tali

    bah!

    legal ouvir este relato de uma mulher …

    tbm ouvi algo parecido outro dia quando estava em casa bebendo com alguns amigos, quando disse que adorava cerveja um deles me falou: "nossa a primeira mulher que eu ouço falar q gosta de cerveja" … mas não é bem assim, tenho várias amigas que tbm são chegadas numa cerva … na verdade se criou uma "lenda" em torno disto, parecida com o do futebol, que é coisa de macho, de homem … mas ainda bem que isso ta mudando

    huruuuuu p mulherada que bebe uma cerveja!

  • fernanda

    Eu também amo cervejas em geral, gosto do cheiro, do sabor, da textura. E fica ainda melhor numa roda de amigos.

  • É isso aí! A gente bebe e entende do riscado! Esse papo de achar que mulher não pode, não deve ou não sabe beber não é papo de bêbado, é papo de mané! E tenho dito!

  • Wanda

    Odeio cerveja. É brega.

  • flor de jabuticaba

    Nossaaaa!!!! Eu adoro e não me privo em tomá-la, sem qualquer constragimento!!!

    Tem coisa melhor que uma cerveja bem gelada!!!

  • Tânia

    Brega é achar as coisas bregas, falta de cultura!

    VIVA A CERVEJA BEMMMM GELADA!

  • Viviane

    Adorei seu comentario Madame Cerva…

    As mulheres tem que degustar muita cerveja…O que seria das mulheres sem cerveja….Teriamos uma vida sem sentido….

    E ja estou virando fã de Cilene Saorin…

    É isso ai mulherada vamos beber muita cerveja….Cerveja é a melhor bebida do mundo….

  • Hernani Júnio

    Madame Cerveja!!!

    Isso é bom muito bom…

    Mas não confuuunda uma boa cerveja com um péssimo vinho, hein!!!

    Isso pode lhe causar distúrbos hormonais!!!!…

  • Janice

    é isso ai, madame cerva… agora m sinto +feliz, pq ja ouço piadinhas d q vão m internar no AA. só pq curto muitão umas bera….o pior é q piadinhas de outras mulheres acho q/ elas tem inveja, rsrsrsrs

  • suzzi..

    Amo cervejinha..principalmente com amigas..é muito massa..nos divertimos muito porém a geladinha tem que estar presente…rsrsrsr..

  • Regina Lima

    a cerveja agrega as pessoas como uma boa mesa, quando penso em cerveja penso em um lugar legal , amigos , bom papo, boa música, bons petiscos … é tudo de bom !!

  • Márcia

    Nossa…eu AMO cervejaaaaaaaaaaaaaaaaa!!Adoro sentar com amigos ou mesmo no pc.!!!É bom demais…pena que estou pagando uma promessa e só volto a tomar minha Tsssssssssss…cervejinha em maio…!kkkkkkkkkkkkkkkk

  • Regina Lima

    com esse papo todo e esse calor , vou no calçadão ver a noite encontrar amigos e abrir uma em homenagens a todas essas mulheres descoladas , poderosas , resolvidas e de bom gosto rsrs

  • Opa! Acho que encontrei minha turma na blogosfera, finalmente!

    Não entendo qual o espanto em mulher gostar de cerveja! Acho isso tão normal e compreensivo!

    Mas incrivelmente somos mal vistas e traídas por outras fãs de cerveja que negam em público que não bebem… isso que é o pior!

    Conheço umas meninas que são daquelas que dizem que não bebem muito, seja cerveja ou outra bebida, mas quando rola uma festa não páram de bicar o meu chopp! Fico muito puta com toda essa hipocrisia.

    Eu adooooro cerveja, especialmente cerveja!

    Bem legal o post!

    Beijo,

    Rê!

  • gabriel

    Eu acho feio mulherem que bebem, ainda mais se ficarem bêbadas. Se homem é ridículo bêbado, mulher então é muito pior. Fora aquela barriga linda de chopp que fica depois hahaha. Minha namorada não bebe e abomina bebidas. Melhor pra mim! 😉

  • Marco Roberto Barche

    É simplesmente deplorável a reportagem. Como é possível que ainda se dê voz a gente desse nível? O Brasil está formando uma geração de alcoólatras e drogados. As indústrias de álcool e tabaco faturam, ainda, verdadeiras fábulas. A diminuição significativa do número de acidentes, com a lei seca, é a prova cabal de que o Brasil tem de combater, a qualquer preço, o consumo de álcool e drogas lícitas e ilícitas. Haverá o dia em que os congressistas deixarão de ceder ao lobby criminosos dessas grandes indústrias. Os jovens bebem cada vez mais cedo (12,7 anos em média). A página principal do yahoo, não sei se vocês perceberam, contém uma mensagem subliminar de cigarro (propaganda implícita). Realmente o dinheiro é a origem de todos os males, já diria Cristo. Não me tomem por puritano nem conservador. Mas caminhamos, a largos passos, para nossa autoextinção.

    Um abraço

    Marco Roberto

    • maisa

      A unica coisa que eu posso dizer é q que existem cervejas e cervejas e o senhor esta mal informado se acha todos que bebem cerveja exagera. Eu particularmente não acho legal beber em quantidade, e sim em qualidade. O mundo cervejeiro não é esse que o Brasil plantou, mas isso ta mudando, com o facil acesso a cervejas de qualidade, o brasileiro ta aprendendo que beber com qualidade é muito melhor. Como muitas cervejarias nacionais colocam no rotulo “Beba menos, beba melhor”. Com o exemplo da cervejaria colorado.

  • Ramos

    Eu acho que se orgulhar de beber cerveja, ou beber muito, é realmente triste e deplorável. Ainda mais se tratando de pessoas "maduras". Isso nada mais é que coisa de adolecente. Esse "orgulho" que vemos aqui se reflete na quantidade de acidentes que vemos na mídia. Coisas do Brasil mesmo.

  • Ai, cruzes!

    Tenho certeza que ninguém aqui estava falando de alcóolatras na sarjeta. Mas todo mundo que gosta de beber um dia acaba ficando bêbado, o que tem demais? Existem bêbados e bêbados. Mas concordo que o comércio anda influenciando demais o comportamento dos jovens com essa coisa de bebida, fazendo apologia ao uso das drogas etc.

    O lance é ter modos, agir com moderação em tudo.

    Mas acho muito menos grave uma pessoa que toma um pilequinho de vez em quando do que uma pessoa mau caráter ou com outras características semelhantes e abomináveis.

    Feio é gente sem educação!!!

  • E o número de acidentes na estrada deve-se ao fato das pessoas não respeitarem o próximo, as leis e agirem de maneira irresponsável. Isso é falta de pai e mãe dentro de casa educando, ensinando boas maneiras, o respeito pela vida!

    E tem outra coisa… quando alguém diz que bebe, fica subentendido que a pessoa gosta de encher a cara todo dia e tal. Essa é uma interpretação muito pejorativa. Na verdade não é bem assim. Gostar de beber não significa extrapolar os limites do bom senso!

    Detesto essa mania das pessoas julgarem os outros precipitadamente! Rotularem logo de cara!

    Tim-tim e saúde para os que concordarem comigo!

    Beijo.

  • juliana

    gosto muito d beber cerva, e tenho duas amigas que bebem muito que nem eu, principalmente em um bar ouvindo rock com homens bonitos ao redor.

    kkkkkkkkkkk

  • Sem exagerar e num olhar para a zona sul de Mocambique e em funcao da cidade daBeira,as mulheres "bebem" muito nao somente a cerveja,bem como os vinhos,whiky.Elas sao vistas a competirem noites a fio com os homens nas bebedeiras.Elas nas festas levam merendas adicionais para se satisfazerem sem dependerem do que o dono da festa pode servir.Eu pessoalmente admiro esta capacidade femenina de consumo e dominio no beber alcool.Sao estas mulheres produtoras no labor caseiro,servical,emocional e afectivo?

    Se um casal for constituido por individuos deste calibrio,qual sera o futuro destes?Eu preferia beber com moderacao.

  • Regina Lima

    gente!!! o que me diz respeito a reportagem é sobre a mulher dizer que gosta de beber cerveja sem ser crucificada por machismos retrogrados , e nos bebebos cerveja sim, não me lembro de ter ficado de porre, ou pileque ou algo parecido , e nem sou alcoolatra, mas gosto de cerveja sim e isso nao me faz menos ou mais capacitada para trabalhar , mãe e ou similares… mas acho que a turma ai de cima bebeu um tanto para expor toda a frustração em nós podermos beber uma cerveja e podermos dizer q gostamos disso, se fosse só uma reportagens com homens nao sei se os comentarios seriam os mesmo… aloooouuuuu

    o mundo mudou… 2009 … bebum é ridículo tanto para homens quanto mulheres , e dirigir alcoolizado é outra coisa… menores bebendo é outra coisa , e não o que esta nesta reportagem

  • letícia

    nossa quanta polêmica!!!!

    eu pessoalmente não bebo, não gosto mesmo…até o cheiro me embrulham o estômago, nada pior que aquele bafo de álcool que não há balinha de menta que tire….

    mas eu respeito quem bebe, afinal todo mundo tem sua própria opinião, seus gostos particulares….

    viva a mulher madura que, bebendo ou não, não tem medo de dizer a sua opnião!!!!!

  • Essas mulheres que tanto bebem assim,sao controladas?Teem o controle de si mesmas?
    Tenho duvida que bebam por beber.Outras ha que em troca da cerveja oferecem a todos a “RATA”.
    Estas sao um vector para muita mortalidade apartir do sexo,e,cegamente pode se dar culpa a cerveja.Essa mulher/homem bebem programados(Bebida na condicao de Sexo)

  • Gisela

    aló pessoal, tudo em cima? embora eu não goste de cerveja, não condeno quem a consome. Cada um ( ADULTO) é livre de beber seja qual qual for a bebida e na quantidade que lhe apetecer. O importante nisto tudo é, não conduzir depois de uns bons copos. E VIVA A BEBEDEIRA ( CONTROLADA) e tenho dito.

  • Salinas Capital Mund

    Com cerveja, com certeza, principalmente nos dias quentes, uma cervejinha vai bem.

  • Gloria

    Marco Roberto, gabriel e BrunoM, vocês deviam voltar para algum lugar remoto do século XII de onde saíram. Que machismo é esse?? Então degustar e gostar de cerveja é feio? Vinho, pode? A cultura estreitinha de vocês deixa?

    BrunoM, você é o pior: fofo, paga cerveja quem quer!! E se você pagar cerveja pra uma mina, ela não tem obrigação NENHUMA de ficar com você!

    Vergonhosas suas posturas, rapazes.

  • Milton Micke Agostin

    Bom dia! Acho que é um papo interressante, vamos quebrar os tabus, "a mulher pode, isto não deve aquilo" e os homens "podem tudo". E um muito constrangedor ter que ver as coisas neste angulo, o machismo barato ta se a manifestar em alguns dos homens (nao vou citar os nomes) o que e lamentavel. Todo mundo quando bebe tende a fazer algo de incomum, para mim isso e perfeitamente admissivel. Agora sobre mulheres que fazem favores sexuais por bebida, isso sinceramente nao gostaria de comentar porque todos nos sabemos que ha, tambem, mulheres que o fazem por dinheiro ou por outra coisa, estou a tentar dizer que nao o fazem pk beberam, fazem por natureza.

    Ate mais

    Mwah

  • JANAINA

    Eu amooooo cerveja e deixo meu marido de cara quando eu adivinho a marca … ele acha legal eu como mulher saber tanto quanto ele e eu fico feliz em saber que nós mulheres somos sim inteligentes o suficiente pra diferenciar as marcas pelo sabor!!!

  • Marcinha

    Hahahahahah… As mulheres dominando o mundo. É a reviravolta no planeta dos HOMENS! Imagina q eles assumem q nós entendemos + q eles. NUNCA! Morrem ignorantes, mas não dão o braço a torcer. Melhor pra nós, vamos engolindo-os VIVOS!!! O problema todo é q eles qdo bebem já apelam pro papo fútil de sempre. E nós, mulherada, não, parece q a inteligência dos bate papos transborda q nem o colarinho da referida bebida.

    É nóis!

    Saudações LOIRÍSSIMAS e GELADAS

    • GILL

      ISSO AI MULHERADA!!! BEBA SEM MODERAÇÃO NÓS HOMENS ADOORAMOS!!! HOMENS JÁ APRENDEU CONVIVER COM A MULHER MODERNA DE HOJE.
      ANTES O HOMEM CASAVA RALAVA PRA BURRO. PRA SIMPLEMENTE TER UMA MULHER, POIS SE NÃO FOSSE CASADO NÃO TINHA SEXO FÁCIL!!! HOJE AI DELÍCIA, MULHERES GOSTOSONAS BÊBADAS TODA HORA PRA GENTE TRANSAR. CHAMAR DE CACHORRA E ELAS AINDA SAEM TODAS FELIZES. COM A BOCA TODA CHEIA DE PORRA. E AINDA PAGA O MOTEL. MULHERES MODERNAS.
      VIVA VOCÊS MINHAS CACHORRINHAS!!!

  • adoro cerveja e sempre que vou ao mercado tenho que comprar uma marca nova, que ainda não conhecia. e adoro dar cerveja diferentes de presente ao meu namorado, pai, tios e primos. (curiosamente não ha nenhuma mulher na lista, a não ser eu) eles, obviamente, ficam intrigados com o fato, mas bem orgulhos0s! em minha família nao ha mulheres bebedoras, ou melhor, degustadoras de cerveja tampouco outras bebidas alcoolicas, então até entendo que os homens nao sejam familiarizados com esse tipo

  • Felipe Simpa

    Quanta gente chata! Beber não significa virar alcóolatra. É apenas mais um daqueles autoritarismos a que estamos sujeitos no século XXI. A humanidade bebia antes mesmo de construir sua primeira cidade. Sugiro um bom livro àqueles que acreditam que um simples copo de cerveja causará a ruína dos povos: "A história do mundo em seis copos". Esqueci-me do autor. Minha namorada aprendeu a beber comigo, e com uma Chimay Cinq-Cents, trapiste? (uma brincadeirinha com capice, capice?) Sempre namorei mulheres que bebem e nunca tive problema com nenhuma delas. São pessoas preocupadas com o bem-estar da alma. Aqui em Belo Horizonte é comum ver os bares divididos entre homens e mulheres, e nada pior do que acompanhar a namorada no suco de laranja. Se eu posso beber, por que ela não?

    Outro dia, por exemplo, viajamos para o interior acompanhados de uma Quilmes, uma Erdinger, dois vinhos e a boa e velha Guiness (sim, ela é obrigatória!).

    Então, a todos: salut!

    • maisa

      Perfeito, concordo plenamente, cerveja é bom, desde que seja de qualidade!! Ouvi falar de Chimay?? rsrs Amooo

  • Ivanildo F Campelo

    Moro num pais tropical e abençoado por Deus… Numa cidade q eh verão o ano inteiro, por isso gosto de gela numa roda de amigos onde o assunto ehhhh… miolo de quartinha!!! e a mulherada libera a 'rata' pq ta a fim, ñ pq vc pagou pra elas, a 'rata' é muito valiosa para ser trocada por algumas cervas!!! ñ esqueçam cuecões!!! Quando vcs mulherada quiserem tomar gela, façam sem sentimento de culpa e com responsa!!!

  • Ivanildo F Campelo

    Moro numa cidade q eh verão o ano inteiro, por isso gosto de gela numa roda de amigos onde o assunto ehhhh… miolo de quartinha!!! e a mulherada libera a 'rata' pq ta a fim, ñ pq vc pagou pra elas, a 'rata' é muito valiosa para ser trocada por algumas cervas!!! ñ esqueçam cuecões!!! Quando vcs mulherada quiserem tomar gela, façam sem sentimento de culpa e com responsa!!!

  • Rosa

    Horrível mulher beber, ainda mais quando ficam com os olhos vermelhos e com aquele hálito deplorável, é uma pena, esse tipo de matéria fazer parte da página do yahoo, num país como o nosso, com alto índice de acidentes é lastimável essa apologia ao consumo de álcool pelas mulheres.

    Infeliz a matéria e de extremo mal gosto.

  • Felipe Simpa

    Just in time:

    1º – o autor do livro é Tom Standage.

    2° – não bebo enquanto dirijo. Levei as cervejas para beber numa viagem de férias, lá.

  • Maria Fernanda

    Adorei a reportagem….sempre q vou beber com meus amigos eles brigam comigo pq eu digo q cada cerveja tem um gosto diferente e eles sempre dizem q eh tudo igual!! e como disse o amigo ai "Beber não significa virar alcóolatra"

  • ana luiza

    Mto engracado os comentarios… tem que rir mesmo de pessoas tao preconceituosas….se a reportagem tivesse sido feita por um homem, nao seria tao polemica….homens…vcs estao com mto medo de nos mulheres e o modo de "expor" esse medo é o mais tradicional possivel….tentando nos manipular a moda antiga com exemplos ridiculos…se ha acidente por causa de alcool é pq nao existe responsabilidade e nao por causa do alcool em si….e convenhamos ne…. na questao responsabilidade nos ganhamos de mil a zero!!!!!!!!!!!1

  • Lais Santos

    Eu amoooo sair pra tomar cerveja com meus amigos, acho que uma ótima forma de descontração pra fugir um pouco da rotina do trabalho e destrair a mente, sem dúvidas as mulheres estão bebendo bem mais do que antes, e isso encomoda alguns homens por saberem que assim as mulheres não precisam ficar em casa esperando o marido chegar pra então sair…

    Parabéns mulheres!!!! Nós também trabalhamos, nos estressamos e temos o direito de sair com os amigos pra nos divertimos tomando um gelo!!!!! Adorei a matéria!!!!! Muito bom!!!!!

  • Patrícia Patu

    Sensacional!!

    Mulher entende sim. Sei diferenciar os sabores e as marcas também. Além disso,trabalhei em usina de cana-de-açucar, alguns destilados tbm entendo.

    Bebo muito mais cerveja do que vários "marmanjos". Já passei muito preconceito, principalmente com ex-namorados. Mesmo assim, não parei de degustá-las. Teve uma vez que em um bar a maioria das pessoas estavam bebendo água-de-coco devido ao calor, MAS eu e uma amiga pedimos uma cerveja. Os homens pararam para olhar. Foi ilário!

  • Boavida Machava

    O k é para ser consumido deve ser consumido, apenas de uma forma moderada. Porque há tanta gente de mau caracter que não bebe e nem sabe dar o rumo as suas proprias vidas . Quando alguem é mau nesta vida é mau pela sua natureza ou pelo simples facto dos ambientes que ele frequentou na sua sua infancia ou pelo ambiente envolvente em que se encontra. Conheço muita gente de mau caracter que não bebe, agora uma e outra coisa pode nos tirar o mérito por causa da grossa mas nem sempre foi mau tirar um papo saudavel com amigos desinibido num pequeno bar ao pé da casa. Viva bear!…

  • Eduardo Cavali Jorge

    e isso ai!

    chega desse coisa besta de que mulher nao entende, sou homem e companheiros "hahaha" tenho amigas minha que se eu tentar acompanhar o ritmo bebendo fico no chao, hahaha chega com essa tolice besta hahahaha

  • Gil Cavalcante

    A Oktoberfest um evento muito famoso ocorre de modo pacífico e com muita gente desde crianças, homens e claro as mulheres ! Que por sinal são loiras lindas, mais ainda prefiro as brasileiras, nada contra elas beberem desde que seja por prazer e nao por vício que é ruim para ambos os sexos. Mulheres tem todos os direitos desde que não percam a feminilidade.

  • Existem vários tipos de "gostar de cerveja". Vejo que a grande maioria por aqui é daquelas mulheres que adoram uma cerveja beeeeem gelada, sentar com os amigos, bater papo e tomar aquela cervejinha.

    Mas existe o outro tipo de "gostar de cerveja", que é a degustação, beber a cerveja não muito gelada, na temperatura ideal, do jeito que deve ser. Mulheres gostando de cervejas artesanais, pagarem por isso, conhecer a cerveja, aromas, maltes, entre outros detalhes.

    E o ponto que a Madame Cerva citou é mais esse, da degustação, do conhecimento. Mulheres gostarem de cerveja está ficando mais comum, graças a Deus, mas de mulheres gostarem de cervejas artesanais, ainda está em crescimento e difícil de achar.

    Estou gostando dos comentários 🙂

  • isabel

    EU ADORO BEBE UMAS CERVEJA NO FINAL DE SEMANA COM O MEU MARIDO E AS COLEGAS EU BEBO TODAS E TB SAIO SÓ COM AS COLEGAS O MEU MARIDO MIM DA DINHEIRO PRAEU BEBE E NAO DEPENDE DOS OUTROS NAO ACHA. NÓS MULHERES ENTEDEMOS SIM DE CERVEJA VIU…..

  • ADORO UMA GELADA MAS TEM QUE TER MULHER QUENTE JUNTO. E NOIS QUEROIZ

  • tereza rodrigues de andrade ramos

    Reunião familiar, comer uma pizza ou mesmo em festas, sem cerveja,é mesma coisa que acordar pela manhã sem o café preto…com moderação é claro…respeitando a lei seca e a saúde…

  • Inimigo de copos vazios

    nao vejo mal nenhum em homens e mulheres tomarem uns copos…. Eu pessoalmente adoro ficar bebendo cerveja sem problema e nao vejo nenhum mal nisso…..Aqueles que acham que mal nisso e bom que recuem ao seculos passados como a Gloria bem disse….. Se bem que la apanharao bebidas com o teor de alcool mais que cerveja….tchin tchin pessoal….

  • Arlindo victor kanhe

    aló pessoal, no meu pensar as mulheres tem o mesmo direitos de se divertirem como nós homens, nada de machismo, não vamos aqui dizer que as mulheres quando bebem tendem a entregar-se sexualmente ou sejam ficam mas fracas, não vamos generalisar nem todas algumas, pois com os homens também acontece o mesmo, dexem as mulheres divertirem-se… não vamos ser igoistas. please vamos por em vigor a igualdade de direitos.

    • Se Todos fossemos diferentes por exstiria 2 tipos de pessoas homens e mulheres qual a diferença entre um ser e outro agora se nós somos iguais por que tartarmos muitas vezes elas diferentes se elas limpam as casas fazem comida lavam roupa por que nós homens também não á ajudamos tenho que esse tipo de homem é aquele que sabe ver a igualdade entre um e outro .
      bjs…
      by : kaduh

  • Felipe Simpa

    Dono do Bar, é este justamente o sentido da reportagem. Acho bacana sair com minha namorada acompanhado de algumas stouts e trappistes, e vê-la diferenciando cada uma pelo aroma ou vigor da composição. E digo mais: ela consegue apreciar cada nota muito melhor que eu, pois tem um paladar porreta. E ainda passou no teste cego que fiz com as quatro nacionais mais comuns. Foda, não?

  • Papai Noel

    Quanto comentário… quanta discussão… o Dono do Bar deve estar muito contente com tanta repercussão. Parabéns!
    Agora vamos ao interessante, os comentários que geraram polêmica se apegam em 3 pontos distintos.
    1) Formação de bebedores através de propagandas e sites como esse – em primeiro lugar, o que esse cara veio procurar no PAPO DE BEBADO? Em segundo, a reportagem não está formando opiniões e sim defendendo um ponto de vista – mulher também bebe e entende o porquê. Em terceiro lugar o consumo de bebida teve início nos primórdios da humanidade, o próprio JC citado pelo indivíduo consumia bebida alcoolica. O consumo não é um pecado pode ficar tranquilo, e esse site pretende juntar gente que gosta e quer alargar a visão dos demais.
    2) Orgulho de beber – isso não está nem ao menos implícito no texto, leia novamente. O que está escrito é que a mulher bebe e entende o porque. Ela não fica contente de poder encher a cara e sim de beber com propriedade.
    3) Mulher que bebe não provêem um bom ambito familiar – comentário interessante, é até vinculado com o quarto representante masculino que comentou aqui, o consumo moderado de bebida alcoolica é cientificamente comprovada como benéfica para saude. Beber não é se embebedar, pode até ser considerada uma arte e deve ser livre de preconceito e pragmatismos.

    Parabéns as mulheres que gostam de beber e que o fazem não por modismo e sim por prazer. Quanto ao convite para beber, eu aceito.

  • Marco Roberto Barche

    É impressionante o poder de que desfruta o mercado de bebidas alcoólicas neste planeta. Glória, em nenhum momento eu quis, aqui, julgar, de modo preconceituoso, como você disse, quem quer que fosse. Demonstrei, somente, uma preocupação fundamentada em constatações.

    Quem pensa como você, provavelmente, nunca teve, no interior de sua casa, um pai ou um avô vitimado pelo alcoolismo crônico. Não estamos aqui a falar de moral, ética, safadeza ou senvergonhice. Estamos a falar de uma patogenia, de uma doença seriíssima. E o apelo visual, estético das propagandas desenvolve, acentua, sobretudo nos jovens, a propensão ao alcoolismo. Não estou me baseando num juízo de valor pura e simplesmente, companheira. Esse negócio do "eu paro quando eu quero" é balela da grossa.

    O cocainômano não para quando quer, e nós sabemos muito bem disso. O alcoólatra não para quando quer, e nós sabemos muito bem disso. Fosse assim, os manicômios e clínicas para dependentes químicos não estariam abarrotados. Leiam mais, meus companheiros. Antes de a lei seca ser implementada, no País, Gloria, o município de Diadema já havia determinado o fechamento de bares às 22h. O índice de homicídios ocorridos em virtude do consumo exagerado de álcool, naquele município, em 6 meses, caiu 128%, segundo dados do instituto GALLUP. Não estou julgando ninguém, mas constatando fatos, Gloria. Falo de dados, de estatísticas, fundamento-me em vertentes e metodologias clínicas. Vá à UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo) e converse com o Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira, psiquiatra e especialista em dependência química. Creio que sua visão de mundo acerca da bebida alcoólica mudará bastante dali por diante. Não adianta dizer "se beber, não dirija" a quem tem tendência genética ao alcoolismo. Se sua mãe fosse diabética, você diria a ela "só um bombom de chocolate com nozes pode", mãe"? O mercado, via propaganda, exibe mulheres lindas, esculturais consumindo cerveja como quem bebe água, e você acha isso bacana? A fatia que a indústria de bebidas alcoólicas quer conquistar não é a de adultos, pois estes já bebem costumeiramente, mas o de jovens, aqueles que são facilmente 'seduzíveis' pelo discurso macabro do Mercado.

    Considero-me jovem, Gloria. Tenho 32 anos de idade e nunca vi tantos jovens beberem de maneira descontrolada. Não foram poucas as vezes em que vi jovens, muitas vezes menores de idade, vomitando em festas de aniversário, em arredores de "baladinhas", em festas de casamento, de debutante, de formatura ou em eventos do gênero. Vamos fazer uma aposta? Mande um(a) jovem de 16 anos de idade a dez estabelecimentos comerciais onde se vendam bebidas alcoólicas. Se ele não conseguir sair de pelo menos 7 desses estabelecimentos com uma garrafa de SMIRNOF, eu dou meu braço a torcer e dou este debate por encerrado. Passarei, a partir de então, a não achar que a sociedade brasileira não corre nenhum risco com relação a uma pandemia de dependência química. Uma dose de pinga, em qualquer bar, não sai por mais de R$ 0,30. Nunca o acesso a drogas e a bebidas alcoólicas foi tão fácil. Sabe por que restringiram as propagandas de cigarro e cerveja na TV? Porque o Estado brasileiro estava gastando, em Saúde Pública (SUS), para tratar os doentes de cirrose hepática e câncer do pulmão, muito mais do que arrecadava de ICMS e IPI, tributos que incidem sobre a comercialização desses produtos.

    Tal e qual Al Gore, não deixarei de falar das "verdades inconvenientes". Doa a quem doer.

    Cordialmente

    Marco Roberto

  • Hahaha… Adorei a continuação do papo!

    Tem gente que não sabe beber e pelas opiniões deturpadas também não sabe interpretar um texto!

    Vida longa ao dono do bar!

    Beijos.

  • Marcos… eu entendo o seu ponto de vista e não tenho porquê discordar de vc. Entretanto, este não foi o foco do post. Também tenho um tio alcóolatra na família e já passei mal em festa. E te digo com tranqüilidade, paguei mico porque quis, porque fui burra, porque me excedi, afinal todo mundo sabe ou pelo menos deveria saber dos riscos do excesso do consumo de álcool. Agora existem outros tipos de comportamentos deploráveis e outras coisas que fazem muito mal a saúde, como assistir TV por incrível que pareça e se tiver que elencá-los aqui vou fugir ainda mais do assunto principal que é desgustação.

  • Regina Lima

    Felipe Simpa

    quando eu crescer quero ser igual a sua namorada!!! amei !

    Papai Noel quem convidou quem ?? eu perdi essa? rs

    Marcos Bachetti

    creio que nos dias de hoje todo mundo tem na familia ou conhece alguem com algum vício, mas aqui é sobre degustar com parcimonia, responsabilidade , sem estress ou culpas, porque como diz bem a Renata , existe muitas coisas nocivas que se fazem dia a dia , que não é degustar uma cerveja artesanal , ou conhece-las pelo simples fato de apreciar….

    se eu for uma degustadora de sorvete vou incorrer no pecado da gula ?

    ohhh nãooooo quem poderar me salvar?????

  • Mandou bem Regina!

    🙂

  • Marco Roberto Barche

    Lamento mais uma vez, Renata e Regina, que não consigam perceber que, participando de um blog como este, estarão somente servindo a grandes interesses comerciais. Sem que se deem conta, vocês estão sendo usadas para divulgar a indústria de bebidas alcoólicas. Acho de péssimo gosto que um glob se chame "papo de bebado" e que, antes do espaço reservado ao comentário, haja a seguinte frase: "Entre você também nesse coma". Lamentável. A questão não é a degustação, minhas. É muito mais séria que isso. Vocês estão servindo a um sistema cujo principal fim é o de abocanhar uma importantíssima fatia do mercado consumidor: o mercado futuro. E sabe quem é o mercado futuro? As crianças que já já serão adolescentes a cambalear pelas ruas, sem norte, à sorte do que não se sabe. Pena, meninas, que seus olhares captam apenas o emergencial, o agora, o imediato, o descartável. Diante do que está por trás disso tudo, a discussão acerca de degustação é o de menos.

    Marco

  • Papai Noel

    Opa… rssss… verdade, então convite feito Regina…

    Agora quanto a continuidade da discussão é melhor esquecer. Assim como fanáticos religiosos existem fanáticos contra o sistema, então vamos resumir.

    Querido Marco, meu nobre, todos que aqui estão têm consciência de onde estão e porque estão, piadas foram feitas para dar risada e a vida para ser gozada. Respeito sua opinião e desejo toda a sorte do mundo.

  • Felipe Simpa

    Um brinde ao maldito sistema capitalista tirânico e predatório!

  • Regina Lima

    então para acabar vamos todos encerrar o papo com um grande brinde com a loira gelada… estão todos convidados !! aqui no RJ tem um monte de buteco bom!!

  • Marco Roberto Barche

    Amigos

    Bom dia

    Dada a estrondosa desvantagem numérica em que me encontro, não cabe a este pobre mortal outra alternativa senão a de dar-se por vencido na contenda que ora se travou. Agradeço a Regina, a Felipe e a Papai Noel pelas palavras e pela atenção que a mim dispensaram. Desejo-lhes, de modo sincero, que sejam felizes e que logrem êxito em quaisquer atividades que venham a desenvolver em suas vidas. Sem querer me estender, Papai Noel, não me considero fanático. Creio que o fanático seja aquele que se apaixone por uma ideologia sem se preocupar com os fatos ou os fundamentos que a sustentam. Note que o tempo todo eu citei dados e figuras públicas os mais relevantes. Tal prática, por si só, já desconfigura o fanatismo. Quanto ao brinde ao capitalismo, Felipe, sei que o fez zombeteiramente. É claro que você não brindaria um sistema que mantém abaixo da linha da pobreza 2,2 dos 6,8 bilhões de indivíduos do planeta. Sei, também, Felipe, que conhece História e é sabedor do que esse mesmo sistema causou – e tem causado – a tanta gente. Por isso, levo-o na brincadeira quanto à frase que há pouco publicou. Não me restam dúvidas de que o altruísmo, isto é, a capacidade de olhar solidariamente para o outro é uma de suas muitas virtudes.

    Envio-lhes, abaixo, um link que dá acesso a um lindo poema do extraordinário poeta português Fernando Pessoa. Espero que gostem. Quis presenteá-los com ele.

    Um abraço

    E boa sorte a todos. Sugiro-lhes que leiam e também escutem o poema. É só baixar o áudio. A leitura do apresentador Antônio Abujamra é muito bonita.

    http://www.tvcultura.com.br/provocacoes/poesia.as

  • Regina Lima

    Marco

    em suas colocações vc tem razão em se preocupar, mas a brincadeira espero que não tenha te ofendido é que existe blogs e blogs e tem a nossa hora de coisas sérias , humanitárias altruistas onde fazemos pelo bem comum e tem a hora que queremos só esquecer que outras coisas existem e só relaxar, conversar , brincar , o que me levou a ler a matéria foi ver os caminhos em que a mulher anda conquistando , nas cozinhas em degustações , pq fiz cusrsos de gastronomia, e me interessa saber os espaços conquistados por nós mulheres , nem sendo melhor ou pior só sendo tão boas quanto qualquer profissional e não como qualquer homem … e me atrai coisas novas , sabores novos e tudo que é novo… então as opiniões foram tão diversas , tendo um pouco de tudo que achei engraçado, vc esta de parabéns pelos comentários inteligentes e educação só foi muito sério … mas obrigada pelo poema .

  • Marco… O comércio manipula a gente de tantas outras formas. A gente mal nasce e já é consumidor. Todas as nossas necessidades contribuem para o comércio, incrível. Os seus argumentos são válidos, claro! Mas isso aqui é um blog pra jogar conversa fora, fugir do stress, falar sobre amenidades, tomando uma cerveja, por que não?

    Tim-tim, saúde e bom senso a todos!

    Beijo.

  • Mademoiselle Boh&egr

    Muito bom o texto! Esse time de mulheres aqui não só entende de cervejas como de bom senso. Eu também já pastei muito por não pedir as famosas "bebidas de meninas".. docinhas e fracas. rs

    Mas ninguém melhor do que nós mulheres que entendem e gostam de cerveja para acabar com este estigma bobo.

    Cheers!

  • @Mademoiselle

    É isso ae. Acabar com esse preconceito e machismo por ae. Mas tenho que admitir que a grande maioria das mulheres não conhecem tanto e bebem até cair. É muito bom ver mulheres que conhecem. Dá um ótimo papo e que pode se estender 😀

    @Eu

    A cerveja pode ser saudável, se tomada corretamente e em quantidades adequadas. Mas um suco é bom também, mas não é o caso se citá-los na revista, pois não tem muito a ver 🙂

  • regina Lima

    isso aqui esta divertido, imagino essa galera toda sentada num boteco tipo pavão azul , discutinho o assunto e bebendo uma cerveja ia ser no mínimo esclarecedor e engraçado rsrsr

  • Eu

    Cerveja tem gosto amargo, álcool e conservantes. Nada melhor que tomar um bom suco natural que refresca e ainda é saudavel. Ta ai a dica.

  • @regina pode ter certeza disso regina 😉

  • Tati

    olá gente!!!!! acabei de descobrir o site….mas adoreiii, é realmente é muito bom ver que as mulheres também sabem de cerveja…e mais uma prova que as mulheres estão conquistando seu espaço em todas as áreas que antes era ocupada somente pelos homens…. e viva a CERVEJA.huhuhu

    Tatiane – Curitiba/Pr

  • vamo reunir todo mundo um dia pra beber e por o papo em dia auahauhaauuhaa imagina o desfalque no estoque do dono do bar huauhauha

  • Galega-Danada

    Eu já naum sei o ki eh viver sem tomar cerveja…

    Sou viciada numa Antártica Original…

    Eu tinha várias amigas ki naum tomavam cerva di jeito nenhum,agoooooooooooooora chá di cevada di a segunda a segunda,do trampo direto pro bar, e sempre dividimos sa conta naum importa qnt dá…

    Já tomei mta glicose por causa cerva,sempre falo ki vou larga-la,mais já mi casei…c aa cerva claro…

    rsrsrsrsrsrs

    Ela eh minha maior ouvinte das dores de cotovelo

    ´…………….kkkkkkkkkkkkkkkkkk……

    bom de maaaaaaaaaaaaaaais

    E VIVA A CERVA……UM BRINDE A TDS…

  • ELAINE

    SENHOR MARCO ROBERTO, O QUE O SR. ESTÁ FZD POSTANDO EM UM BLOG DEDICADO A CONSUMIDORES DE CERVEJA SE O NÃO É UM DESTES CONSUMIDORES??? SE TÁ INCOMODADO COM A MATÉRIA É SÓ NÃO "PERDER TEMPO" ENTRANDO NO BLOG, ORAS….

  • Madame Cerva

    Nossa, eu não tinha noção do quanto fui detonada aqui.. agradeço ao dono do bar por explicar. E se alguém não entendeu que eu escrevi no post aqui vai a dica:

    1- Em que momento eu disse que bebo até cair? eu faço degustação, com temperatura ideal, sem misturar sabores e sem encher a cara (mesmo pq se ficar bêbada, eu perco o post rsrs)

    2- Em que momento eu disse que bebo e dirijo ? eu não faço e nem indico a ninguém fazer e peço desculpas se alguém entendeu isso.

    3- Os incomodados que se retirem, hahahaahha

    Bom, cerveja é para quem gosta e quem quer. E pq ao invés de discutir, vamos tomar uma cervejinha, hein?!

    bjão a todos

    Madame Cerva 😉

  • Ow puritano, espero que você não faça sexo, pois sexo sem o puro intuito de reprodução é pecado e você será julgado, uuuuuuh.

    O ser "bom" é uma ideologia, uma construção a fim de dominação, portanto toda conduta puritana e/ou inquisitora é cega quanto ao comportamento humano e principalmente demonstra fragmentos de uma personalidade fraca que precisa aceitar uma ideologia, sentir-se pertencente a um grupo e inferiorizar os diferentes em uma tentativa de sentir-se melhor.

    Portanto, meu anjo, aprenda a viver a tua vida e pare de encher o nosso saco.

    Ps. eu até gosto de cerveja.

  • Marco Roberto Barchetti Urrea

    Senhores,

    Que bom que terei a oportunidade de responder-lhes as colocações que me remeteram, não obstante eu tenha tecido, há quase um ano, meus últimos comentários críticos nesse grande serviço de utilidade pública chamado PAPO DE BÊBADO. Num país com mais de 2.000.000 de alcoólatras, o blog, sem dúvida, presta um grande serviço à nação.
    O saudoso geógrafo brasileiro Milton Santos, um dos maiores patrimônios intelectuais deste país, dizia: “É lamentável a dificuldade que o brasileiro tem para ouvir, com tranquilidade, uma palavra crítica”. Lamente-se que ninguém chore a morte desse homem. Chorariam a da Juliana Paes, certamente.
    Em nenhum momento, senhores, disse serem criminosos os que degustam sua bebida alcoólica. Todos somos livres para pensarmos e agirmos como bem entendermos. O que lastimei foi, certo dia, ter aberto o site YAHOO e ter-me deparado com uma chamada, em letras quase garrafais (perdoem-me o trocadilho), dizendo: “PAPO DE BÊBADO. ENTRE NESSA VOCÊ TAMBÉM”. Acho lamentável que jovens de até 17 anos tenham lido esses dizeres. Torci muito para que boa parte deles não se tivesse sentido estimulado a ir a um minimercado adquirir, naquele mesmo dia, uma garrafa de Pirassununga. Aliás, já denunciei mercados que permitem que menores de idade consigam passar tranquilamente pelo caixa portando uma garrafa com um litro de pinga.
    O que estou fazendo aqui, dona Elaine? Lamentando, tão somente, o fato de a nossa mídia, como o são tantas outras, estar vendida e entregue em papel de presente à sede (desculpe-me, novamente, o trocadilho) impetuosa e criminosa da megaindústria do álcool. A informação tem preço sim. A propaganda, nos grandes veículos de comunicação, substituiu o conhecimento. Isso está muito claro para mim.
    Madame Cerva, creio que quem está com dificuldades de interpretação de texto aqui não sou exatamente eu. Leia mais clássicos da Literatura e menos Cláudia e Caras, Madame Cerva. Não sugeri que a senhora bebe até cair. Disse, muito claramente, que os jovens que bebem até cair são altamente influenciados pela perversa máquina de sedução que a mídia movimenta, sobretudo em horário nobre, no sentido de abocanhar essa tão significativa fatia do mercado: a dos menores de idade. Em países onde a Constituição não é uma mera peça de ficção, como aqui, está terminantemente proibida a veiculação de propagandas, em horário nobre, incentivando o consumo de bebidas alcoólicas. Muitas senhoras, madames inclusive, que não “pedem para os outros beberem”, como a senhora acabou de dizer, também são moderadas. Bebem pouco, mas muitas ainda choram a morte de filhos atropelados pela imprudência de motoristas que se sentem acima da lei ao dirigirem um automóvel.
    Provavelmente, os senhores são os mesmos que dizem que o superaquecimento global é uma bobagem e que não problema nenhum em poluir a atmosfera, já que os que morrerão não serão vocês. Devem ser os mesmos que dizem que sonegação fiscal não é crime, já que o governo desvia mesmo os recursos auferidos com a cobrança dos tributos. Os senhores são sempre os que não têm nada a ver com isso. O problema é dos outros. Não é comigo. Não sou eu. Pena saberem tão somente reproduzir clichês, lugares comuns.
    “Os incomodados que se retirem”. Não me retirarei, não, Madame Cerva. Não me retirarei porque não é esse o legado que aprendi com grandes figuras da história da humanidade. Se o incomodado Marthin Luther King houvesse se retirado, ainda hoje a Ku Klux Klan incendeiaria templos evangélicos negros em Mississipi e arrasariam comunidades inteiras de negros. Se o incomodado Mahatma Ghandi houvesse se retirado, a Grã Bretanha ainda escravizaria os indianos, explorando-lhes a mão-de-obra barata e o sal daquele país, com o único intuito de encher ainda mais seus gigantescos cofres de exploração.
    Se o incomodado Jesus Cristo tivesse se retirado, não mostraria aos romanos que um novo mundo é possível, sem exploração, sem miséria, sem acúmulo de riqueza nas mãos de um pequeno grupo de gananciosos. Se os incomodados que lutam pela paz tivessem se retirado, querida Madame Cerva, continuaria sendo aceitável, no mundo, que débeis mentais construíssem uma bomba atômica e derretessem 200.000 pessoas, em duas cidades, no intervalo de três dias.
    Não sou puritano, João Caetano. Agradeço a Deus o fato de não possuir um gene que me induza a consumir muito mais do que os 3 cálices de vinho tinto chileno que ingiro por semana durante as refeições.
    Acho abominável indústrias de cerveja, cigarro e armas faturarem, anualmente, trilhões de dólares à custa do sofrimento de milhões e milhões de pessoas. Acho o sexo maravilhoso e abomino, isso sim, pseudofiguras religiosas que preferem uma pandemia de AIDS por acreditarem que o uso de preservativo é um incentivo à pouca vergonha.
    A que imposição de ideologia o senhor faz menção? A da mídia, que diz aos jovens que eles só serão maravilhosos, poderosos e garanhões se usarem o desodorante X, beberem a cerveja Y ou fumarem o cigarro Z? Isso é opressão, senhor João. É retirar das pessoas a capacidade de escolher o que é melhor a elas. Estou a falar de saúde pública, querido. Estou a falar de algo que prejudica milhões de pessoas no mundo, não porque o senhor, a Madame Cerva, a Eliane ou quem quer que seja aprecia uma prazerosa degustação. Mas porque milhões e milhões de pessoas, direta ou indiretamente, sofreram e/ou ainda sofrem os resultados malignos desse massacre impiedoso que mídia e transnacionais perpetram com o único objetivo de auferir lucros astronômicos.
    Os deputados que os senhores elegem foram eleitos, muito provavelmente, por meio das polpudas contribuições dos grandes lobistas do mercado de bebidas. Os deputados e senadores não estão no Congresso para servir ao interesse do povo, senhor João, mas para legislar em benefício dos grandes donos do capital privado, daqueles que levantam trilhões matando milhões de câncer do pulmão, de cirrose e em desastres nas estradas. As leis de isenção fiscal e anistia tributária com que os congressistas agraciam seus patrões cervejeiros nada mais são do que a contraprestação política das doações milionárias que receberam para estar ali, empregando parentes e criando diretorias que tratam de coquetéis ou da cor das flores com que o senador presenteará sua(s) amante(s).
    A quem quero inferiorizar, senhor João? Sentem-se inferiores os que são pequenos como o senhor. Quem é grande, verdadeiramente grande, mostra-se, por meio de um debate de alto nível e com a apresentação de argumentos e ideias sólidos, muito maior do que qualquer crítica e debate que venha de quem quer que seja.
    “Pare de encher o nosso saco”. O senhor pretende o respeito de quem utilizando-se de uma expressão desse nível?
    Não pretendo inquirir ninguém expressando aquilo que penso. Quero apenas que a sociedade e, sobretudo, a mídia seja capaz de discutir a própria mídia, seja capaz de avaliar e reavaliar a sua prática e a sociedade que ajuda a construir. Que a mídia faça o seu mea culpa e torne claro à população a serviço de quem e do quê ela verdadeiramente está.
    No site YAHOO, há uma mensagem subliminar de cigarro, já que a propaganda explícita desse produto foi há muito proibida. Notem que, na parte superior da primeira página, há uma imagem com o formato de um cigarro parecido com o Hollywood. Teria a indústria do tabaco oferecido ao referido site vultosa quantia em dinheiro a fim de não deixar morrer, nas pessoas, o hábito do tabagismo? Perguntar não ofende.
    Dir-me-ão os senhores: “E daí, qual o problema”?. Pesquisas científicas provaram que pessoas com tendência a qualquer tipo de vício, quando estimuladas visualmente por aquilo que constitui objeto de seus impulsos, acabam dando vazão a todo vício que conseguem, por algum momento, sublimar.
    Espero terem sido poucos os jovens de 15 e 16 anos que se sentiram estimulados, ao acessar o site YAHOO, pelas letras garrafais da chamada PAPO DE BÊBADO: SÓ FALTA VOCÊ.
    E os senhores ainda acham que o “faça o que eu digo, mas não faça o que faço” não virou démodé?

    Poupem-me.

    Atenciosamente

    Marco Roberto

  • Madame Cerva

    aaah seu problema é pelo yahoo.. mas já saiu de lá.. ou não?!

    😉

  • Saquêbel

    Caramba! talok cerveja é bom demais*-* Queria ser uma boa entendedora, mas meu bolso não me permite passar da Heineken ou Bohemia xD

    eehheh

    adorei*-*

  • Cizeski

    Creio que o Sr. Marco Roberto também se sentiu atraído pela tão "Famosa" frase no Yahoo, pra ter chegado até este humilde recanto de apreciadores de uma boa bebida, e se ele fez isso, o Clichê " Não faça o que eu faço só o que mando" se aplica a você também caro senhor!…Mas não perderei meu tempo discutindo com gente que apela a moral e a ética.

    Aprecio mulheres que entendem e tomam uma boa cerveja!

  • Marco Roberto Barche

    Caro Ciseski,

    Obrigado pelo comentário. Creio que os blogs sejam espaços democráticos, em que, por meio do debate, podemos expor, livremente, nossos pensamentos, críticas e sugestões. Em nenhum momento, neste espaço, pretendi expor meus pensamentos pelo viés da moralidade vigilante ou da ética burguesa de araque, como muitos, por certo, pensaram.

    Agradeço a Deus que, aos 32 anos, eu esteja vivendo em um país que, apesar de todos os desmandos promovidos pelo aparelho do Estado, permite estarmos aqui, neste momento, discutindo ideias e ideais em que acreditamos.

    Eu quero perder meu tempo, sim, Ciseski, dedicando este e-mail a você, à turma do blog e a todos que acreditam num país mais justo, independentemente de achar isso ou aquilo certo ou errado. Muita paz a você e a seus familiares. Vivamos a vida. Laura Cardoso disse, outro dia, em um programa de TV: "A vida é agora."

    Um abraço, Ciseski. Nunca será perda de tempo lê-lo, concordar com suas ideias ou delas discordar. Seja muito feliz. São meus mais sinceros votos. Sempre que precisar de um amigo, conte comigo.

    Marco Roberto

  • Roberto Capulleto

    É lindo ver uma mulher tomando cerveja.. a espuma nos lábios… da vontade de bjar a garota!!! Mulheres.. bebam cerveja!!! alem de ser bom pra saúde.. vcs ficam mais descontraídas e sem mtas frescuras!! huhu Pois tbm é horrivel a gente pedir uma cerveja na mesa e a garota pedir um suco ou um refrigerante!! Tomem cerveja!! Aliás o bjo dela com gosto de cerveja é maravilhoso 😛 ..Recomendo!

  • Ôôô Delicia é cerveja gelada.

    Cerveja só é ruim qndo falta….

  • Garçom… no bar todo mundo é igual AUHsAHsuaHsas

    :p

  • Carlos Portuga

    Numa festa um empregado aproxima-se e oferece mais whisky a uma rapariga:
    – Madame, ¿aceita outro copo?
    – Não, muito obrigada, faz-me mal às pernas.
    – ¿Adormecem?
    – Não. abrem-se!
    ——————————————————————–
    Uma jovem rebelde e muito liberal entra num bar, completamente nua. Pára em frente do barman e diz:
    – Dê-me uma cerveja bem gelada!
    O barman fica a olhar para ela sem se mexer.
    – ¿O que é que se passa? -diz ela- Nunca viu uma mulher nua???
    – ¡Muitas vezes!
    ¿¿¿E então, está a olhar para onde???
    ¡Quero ver de onde é que vai tirar o dinheiro para pagar a cerveja!
    ———————————————————————
    O noivo diz à noiva na noite de núpcias: Meu amor, mas afinal tu não és virgem!!
    E ela responde: Nem tu és o São José e nem viemos armar um presépio. ¿Certo, amor?..
    so pra rir desejo um otimo dia a todos e a todas.

  • Marcão

    Essa mulher é linda!!!

  • Bianca

    adorei esta matéria..tenho um pequeno restaurante em arraial do cabo e tenho investido muito em cervejas ..principalmente nas artesanais e estou sempre a procura de novas informaçoes..ate participo de um programa na tv local sobre harmonização..não entendo muito, mas o pouco q entendo tenho tentado mostrar q o mundo da cerveja é muito mais vasto q se imaginem..e que cerveja é para apreciar…gostav muito de ter contato com outras mulheres q gostam da arte da cerveja e que me ajudem pq vou fazer um novo programa e gostava de poder citar coisas sobre cervejas ligadas as mulheres…mas não coisas inuteis e sim de mulheres inteligentes e profissionais na area

  • Eric Pio

    Com certeza mulher entende disso tanto como os homens.. Minha namorada gosta de beber,infelizmente, pois não gosto do hálito da cerveja,acho horrivel,mas tive que me adaptar,se ela gosta,não posso ser maxista e tentar impedir.Desde que seja moderadamente não vejo problema nenhum tanto pro homem como pra mulher.

  • Eric Pio

    Sem duvida as mulheres entendem disso tanto como os homens!Minha namorada gosta de beber,infelizmente,

    pois não gosto do hálito da cerveja,acho horrível,mas tive que me adaptar,afinal se ela gosta não posso ser machista e tentar impedir..Desde que seja moderadamente não vejo problema algum,tanto pro homem como pra mulher.

  • edmeia ortiz

    bebo só cerveja….e quase sempre sozinha…..sera q sou alcoolatra, pois adoroo. 2 vezes por semana……….bjoss

  • clayton

    parabéns a todos que gostam de apreciar uma cerva bem gelada.

  • Belo texto sobre o assunto. Também fizemos um texto sobre cervejas para mulher lá no meu blog. Dá uma olhada: http://manualdohomemmoderno.com.br/cerveja/cervejas-para-mulher

  • Mulher só da mais beleza nos nossos bares da vida. com toda sua beleza, jeito de passar as mãos no cabelo, e todo aquele charme peculiar da mulher. Mulheres, amamos vocês!

  • maisa

    Adorei a matéria, cerveja e mulher combina e muito. Me apaixonei perdidamente pelo mundo cervejeiro, já até trabalho com isso e é incrivel quando os meninos param na loja para ver e eu começo a falar sobre elas, eles olham e falam: “caramba, você entende de cerveja??”, a coisa mais comum no meu novo ambiente de trabalho é ver a cara de espanto dos meninos diante de minhas explicaçoes cervejisticas…. Amo cervejas (de qualidade é claro!!)