Cerveja mais cara: A luz acaba e eu pago mais caro na minha cerveja?!

Fala PdBs! Estou bem chateado com a matéria que li à pouco! Em seu 1º parágrafo consta o seguinte: “O secretário-adjunto da Receita Federal, Luiz Fernando Teixeira Nunes, disse que o Fisco concluiu os estudos sobre os cenários econômicos e medidas que podem ser implementadas para elevar a arrecadação este ano e compensar o aporte adicional de R$ 4 bilhões que o Tesouro fará ao setor elétrico, anunciado no último dia 13. As análises preveem elevação de impostos de setores como cosméticos e bebidas frias (refrigerantes, cervejas, isotônicos, energéticos e água)”.

Além de 60% de imposto, teremos a cerveja mais cara ainda?

Depois de saber que mais metade do valor da cerveja é imposto, agora essa?! Entendo todos os investimentos que devem ser feitos tanto no setor elétrico, como também em várias outras áreas do país, mas elevar o preço de produtos que “obrigatoriamente” serão consumidos por todas as camadas da população é uma sacanagem! No título cito a cerveja, mas água, refrigerantes entre outras bebidas também terão aumentados seus preços.

Casal querendo dinheiro pra beber, mostrando a cerveja mais cara

Créditos: another_lonely_guy

Basicamente, o tal socorro ao setor elétrico, será de 18 bilhões ao final desse ano (para informações mais precisas, cliquem o link da fonte abaixo do post) e para compensar isso, tem que aumentar de algum outro lado. E como sempre, nós, meros trabalhadores e consumidores, pagaremos o pato!

Para compensar a “trágica” notícia, achamos também alguns bares bem baratos aqui no Rio de Janeiro, que vendem cerveja por um preço, digamos, honesto, variando entre 5 e 7 reais. Se liguem:

  • Toca do Capitão Bacalhau, no Irajá, onde a garrafa de cerveja de 600ml custa R$ 5,00.
  • No Café Bar Tijuquinha, na Tijuca, a mesma garrafa sai por R$ 5,50.
  • O Bar Itaúna, no Grajaú, vende por R$ 6,00.
  • Bar Kcild’s, em Laranjeiras, R$ 6,50
  • E o famoso Buteko Buxixo, na Praça Vanhargem, também na Tijuca, e tem sua cerveja saindo por R$ 6,90.

Aproveitem enquanto o aumento não entra em vigor, não temos uma cerveja mais cara, curtam seus bares favoritos, façam seus estoques em casa, quando acharem uma promoção nos mercados e distribuidoras e sejam felizes!

Aquele abraço!

Fonte: O Globo

Você também gostará desses

Cervejas não irão mais patrocinar festas universit... A Cerv Brasil proibiu que as grandes cervejarias patrocinem eventos universitários open bar, pois as festas têm o intuito de ser de consumo exagerado....
Adidas lança tênis à prova de cerveja para a Oktob... A Adidas lançou um tênis à prova de cerveja. Seu nome é Munchen e é impermeável a água e cerveja e ainda previne contra vômito da galera. Confira!...
Rapidinhas etílicas Veja um shot das últimas notícias etílicas, o que está rolando no mercado das cervejas, etc. O lançamento da Heineken, a cerveja Desperados, a Cerveja...
Skol Hops – A cerveja puro malte da Skol Entendendo o mercado como poucas marcas e batalhando por uma fatia cada vez maior dele, a Skol apresenta a Skol Hops, sua cerveja puro malte.
Devassa está de volta ao mercado Marca investe em sua Loura puro malte para conquistar fãs e mostrar que Devassa está de volta ao mercado. Bom para todo mundo!
Cervejas em garrafa da Academia Barbante de Cervej... A Academia, em parceria com a Krug Bier, de Belo Horizonte, lançou seu primeiro lote de garrafas da Primavera (Witbier) e da Autunno (Tripel), receita...