Cervejaria belga vai construir um ‘rio de cerveja’

“A De Halve Maan, clássica cervejaria de Bruxelas, na Bélgica, teve um ideia sustentável de criar um "rio de cerveja", onde terão dutos transportando cerveja”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (3 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

Depois da tragédia do dilúvio de cerveja em Londres, agora temos uma novidade no mundo cervejeiro. E se é no mundo cervejeiro, então deveria ser feito na Bélgica, certo? Exatamente isso. Uma galera da cervejaria De Halve Maan, de Bruxelas, na Bélgica, conseguiu autorização pra fazer um rio de cerveja

O Rio de cerveja transportará através de canos por baixo da terra

Claro que rio de cerveja é somente uma expressão, mas bem que poderia ser real um Rio Amazonas cheio de cervejas, mas tudo bem, pois o intuito desse transporte é por uma boa causa. A cervejaria conseguiu essa autorização pra construir esse ‘oleoduto’, mas ao invés de gás ou óleo, ele transportará o líquido sagrado, vulgo cerveja. E tudo isso por debaixo da terra, claro.

Mas por que fazer isso?

Canos do Rio de cerveja

Créditos: Andy Tomasello

Simples, a De Halve Maan transporta suas cerveja através de 500 caminhões, o que ambientalmente não é bom, traz engarrafamentos, poluição, portanto, farão esses dutos para transportar as cervejas da fábrica, que fica no centro histórico da cidade, para engarrafar em outro local, numa indústria. Achei deveras genial essa ideia modafoca.

Xavier Vanneste, diretor-geral da empresa, diz o seguinte:

“Este investimento não foi decidido por motivos econômicos, mas por causa das considerações ambientais e da qualidade de vida”

Um ideia sustentável

Mas se engana que pensa que essas tubulações passarão por dentro dos canais da cidade, que virou Patrimônio Mundial da Unesco, os dutos do rio de cerveja passarão a alguns quilômetros da “Veneza do Norte”. O resultado disso, além de não ter mais 500 caminhões perambulando pela cidade, é o transporte de mais de 4 milhões de litros de cerveja entre os dois locais. Na zona industrial ela receberá a finalização, filtração, engarrafamento, produção e despacho.

“O ‘cervejaduto’ permitirá a diminuição de 85% no número de caminhões na cidade”
Em termos concretos, essa obra permitirá também salvar os nossos velhos paralelepípedos do centro histórico, mantendo-os na melhor condição possível”

Disse o responsável pelo planejamento do projeto, Franky Demone

Finalizando

Ideia justa e bem bolada, mas ainda me pergunto se isso não irá interferir na qualidade das cervejas, mas acredito que eles estejam pensando na porra toda, pra nada dar errado. Até porque seria um pecado eles fazerem merda com a deliciosa Brugse Zot, que é produzida por eles e é um símbolo pra cidade e pra Bélgica.

O que vocês acharam disso? Eu ainda preferia um rio de cerveja mesmo, mas ae teríamos que beber logo pra não estragar. Mas acho que isso não seria problema pra nós, certo? 😉

Fonte: Terra

Você também gostará desses

Está comprovado: Cerveja é a bebida mais consumida... Conheça o panorama nacional do consumo de bebidas alcoólicas. Qual a bebida mais consumida? Quem bebe? E em que lugar do Brasil?
Baden Baden Kaffee Bier A cervejaria Baden Baden lançou uma grande novidade no mundo cervejeiro, a Baden Baden Kaffee Bier, uma cerveja que leva café. Confira agora!
Lata especial da Antarctica para o carnaval 2017 Lata especial da Antarctica com mensagem positiva deve ganhar ruas e blocos do Rio de Janeiro e Brasília no carnaval de 2017.
Rapidinhas etílicas – Parte III: cerveja faz bem!... Veja algumas curiosidades sobre a cerveja, como o combate a diabetes com um consumo moderado, que a cerveja hidrata melhor que a água e que a conhecid...
Brewie – Uma máquina para fazer cerveja em c... Um grupo de americanos criou a Brewie, uma máquina para fazer cerveja e que quase não dá nenhum trabalho para você.
Cervejas e seus estilos. Uma visão geral sobre cer... Quer aprender a diferenciar alguns tipos de cerveja? O Dono do Bar te ensina, explicando as características de cada uma.

Compartilhe: