Growler: o que é e para que serve

“Conheça o Growler, uma garrafa estilizada que serve para carregar sua cerveja pra onde quiser sem perder sua carbonatação. Confira agora!”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (3 votes, average: 6.33 out of 10)
Loading...

Admito que dessa vez foi meio complicado achar a história do tema do meu artigo. Sabe quando todo mundo usa, mas ninguém sabe ao certo quem ou o por que inventaram aquilo??? Pois bem, exatamente isso que eu vi quando iniciei minhas pesquisas. Dei umas lidas em muita coisa e trago pra vocês curiosidades dessa beleza que é o Growler.

A história sobre o Growler

Enfim, no século XIX consumir bebida alcoólica era quase regra. Vinhos, whiskies, espumantes, licores e, é claro, cervejas, eram presença fundamental em qualquer evento ou até mesmo em casa.

Ninguém se incomodava se no horário de almoço você quisesse tomar umas pra relaxar.

É daí que começa a surgir recipientes para você poder levar as cervejas ou chope para onde desejasse, já que não poderia estar sempre em um bar.

growler

Créditos: Didriks via Visualhunt.com / CC BY

Se engana quem pensa que o Growler nasceu essa garrafa bonitinha que hoje virou febre no mundo.

Na verdade, quando surgiu a ideia de fazer esse tipo de transporte de cerveja nos EUA no fim do século 19, a bebida era transportada em baldes de aço galvanizados.

Sabe aqueles que aparecem nos filmes quando alguém numa fazenda está ordenhando uma vaca? Era algo do tipo e já se chamava growler, mas já já eu explico por quê.

Há muito tempo atrás…

Na época era muito comum ver garotos em New York andando com esses baldes cobertos por vezes só com um pano, levando a cerveja que seus pais viriam a beber a noite, ou até mesmo para trabalhadores das obras da cidade que iriam aprecia-las na hora do almoço.

Com a lei seca americana, já no século 20, esse item caiu em desuso, já que o transporte de bebida alcoólica era proibido por lei.

O growler, então, foi esquecido pelos próximos 30 anos.

Até que nos anos 50…

Nos anos 50 a ideia de ter um recipiente para transportar cerveja voltou a aquecer o mercado. Agora diferente dos baldes do século anterior, a grande sacada era usar embalagens de papelão, tipo as caixas de leite de hoje em dia, ou aquelas caixas que servem sopa chinesa, sabe?

Na década seguinte algumas pessoas já faziam o transporte em garrafas plásticas.

O problema é que ao longo do tempo ficamos mais exigentes, e se antes transportar sua bebida para casa era o grande objetivo, agora a grande preocupação era manter a qualidade do elixir para que qualquer um possa desfrutar sua bebida onde quiser.

Para isso, era necessário dar uma atualizada na invenção.

Me atualizem, por favor...

Me atualizem, por favor…

Créditos: wickenden via Visualhunt / CC BY-SA

Eis que surge um personagem importantíssimo, Charlie Otto, que junto com seu irmão fundou a Otto Brothers Brewery, ao que se sabe a primeira micro cervejaria norte-americana.

Numa viagem pela Alemanha, Charlie se apaixonou pela arte de produzir cerveja de forma artesanal.

De volta ao solo americano em 1988, ele convenceu seu irmão a começarem a produção. Com o rápido sucesso da cerveja dos irmãos Otto, cuja produção inicial contou com a degustação e opinião dos amigos.

O Charlie começou a pensar em algo que ajudasse os consumidores a levar a bebida pra casa já que eles tinham uma fabrica e não um bar.

Foi então que o Otto pai lhe contou sobre os antigos baldes galvanizados que eram comuns antes da lei seca norte americana, e como o item tinha evoluído até aquela altura.

Foi em 1989 que os irmãos Otto compraram uma maquina serigráfica e começaram a gravar os garrafões de vidro que conhecemos hoje.

E quanto ao nome ‘Growler’???

O nome do recipiente ficou conhecido como Growler por conta do som que o chope emitia ao sair do barril somado a gritaria que os cervejeiros ao redor faziam, isso no século 19, quando o growler ainda era um balde.

A evolução do growler

tampa do growler

Créditos: Jinx! via Visual hunt / CC BY

A modernização dos Growlers tem ajudado bastante os cervejeiros de plantão a manter a qualidade do seu produto.

Hoje em dia eles são fabricados em vidro âmbar ou cerâmica, o que ajuda a reduzir a incidência de luz no interior da garrafa.

A tampa normalmente é de pressão, rolha ou até mesmo rosca com vedação em silicone o que evita a perda de gás do chope.

Processo de contrapressão

Além disso, alguns bares e cervejarias possuem uma ferramenta para encher a garrafa num processo chamado contrapressão, que substitui o O2 presente na garrafa vazia por CO2 mantendo a carbonatação.

Nesse processo o chope na garrafa permanece igual ao do barril. Entretanto o recipiente pode ser preenchido diretamente da torneira caso seu bar ainda não ofereça tal processo.

A capacidade do recipiente geralmente fica em torno de 1L à 5L.

Onde comprar?

rock n' growler

Para os amantes de chope ou cerveja artesanal e rock and roll, a empresa My Growler lança dia 06/12 a coleção Rock’n’Growler.

Inspirado em bandas e músicos dos anos 60-70, como Beatles, Led Zeppelin, Pink Floyd, Rolling Stones, Bob Dylan e David Bowie.

Diogo Ramoreira criou ilustrações exclusivas que vão estampar uma série de produtos da marca inclusive os tão famosos growlers.

Apesar do lançamento oficial acontecer somente no dia 06, as vendas começaram no site ainda no dia primeiro de dezembro, corre dar uma olhada lá.

Finalizando

Quer sugestão melhor para o presente de natal de um cervejeiro que um kit desses???

Parceiros da My Growler, vou ficar aguardando o meu hehehehehehe.

Créditos da foto de capa: –Mark&# 8211; via VisualHunt / CC BY-NC-SA

Você também gostará desses

Bebidas que matam! Em Moçambique, na África, 56 pessoas morreram após beber uma cerveja contaminada e em Nova Déli, na Índia, 27 pessoas morreram por causa de um whisky ...
Cerveja tira medalha de equipe sueca nas olimpíada... Você sabia que o primeiro anti-doping em uma olimpíada foi causado por consumo de cerveja antes de uma prova de pentatlo? Isso aconteceu nas olimpíada...
Natal Casa Valduga – Celebrando em seu compl... O Natal Casa Valduga é algo único, em meio a uma paisagem linda, com vinhos e espumantes maravilhosos sendo fabricados bem ao seu lado
Por que bebemos cerveja? Você já parou pra se perguntar por que bebemos cerveja? Nós do Papo de Bar resolvemos levantar essa questão que mexe com as cervejas artesanais e trad...
Top 10 fotos da Oktoberfest 2010 Mais uma lista de 10 fotos fodásticas da Oktoberfest que rolou na Alemanha. Muita cerveja, mulheres, mais cervejas, diversão, brincadeiras e muito mai...
ABV – Alcohol by volume – O que é isso... Esse artigo esclarece de uma vez por todas como é feita a medição de álcool em bebidas alcoólicas. Quais são as fórmulas matemáticas usadas para chega...

Compartilhe: