Lei Seca norte americana

“Você conhece a lei seca norte americana? Não é como a nossa atual lei seca, foi uma lei bem mais severa e impactante no mercado como um todo nos EUA.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (4 votes, average: 5.50 out of 10)
Loading...

Se hoje o mercado bilionário de bebidas alcoólicas está consagrado em todo mundo, outrora ele passou por severas sanções em todo globo, principalmente decorrente das imposições feitas, sobretudo pelas famílias religiosas. Dessas restrições a mais famosa foi a lei seca norte americana, que vigorou de 1920 a 1933. se tornando o maior fiasco mundial e um exemplo de reflexão sobre leis que versão sobre direitos individuais.

Bebidas alcoólicas, um mercado lucrativo

nós queremos cerveja

Nós também!

Todo mundo está cansado de saber que o mercado de bebidas alcoólicas é um dos mais lucrativos do mundo, o mesmo não sofreu grandes perdas na ultima crise mundial e continuou turbinando seus lucros.

Empresas como Pernod-Ricard (França), Heineken (Holanda), Diageo (Reino Unido) e o conglomerado AmBev / Inbev / SABMiller (Brasil / Bélgica), juntas valem mais de meio trilhão de dólares.

Inclusive a SABMiller, sozinha, foi adquirida pelo grupo AB Inbev por cerca de 104 bilhões de dólares.

No entanto, no inicio do século 20, o mercado etílico se viu as voltas com inúmeros obstáculos que culminaram na proibição da venda, fabricação e distribuição de álcool em diversos países da Europa como Noruega e Suécia, além da famosa lei seca norte americana.

Lei seca norte americana até hoje…

É importante ressaltar que mesmo antes de sancionada a lei federal norte americana que proibia venda, fabricação e transporte de bebidas alcoólicas, já existia em ao menos 18 estados dos EUA.

Em alguns ela persiste até hoje. Esses estados cederam a pressão de uma parte da sociedade, sobretudo, conservadores das associações de Temperança.

Conte mais sobre a lei seca norte americana

lei seca norte americana com whisky

Então vamos pro começo, ainda no século XVIII. O médico Benjamin Rush atestou que o consumo excessivo de bebidas alcoólicas era prejudicial a saúde física e mental, além de poder levar ao vício.

Entretanto, o mesmo apenas sugeria o controle sobre o consumo das bebidas e não a proibição dela. No século seguinte nascia a Associação da Temperança.

O que era essa Associação da Temperança?

A associação/movimento de Temperança foi uma associação religiosa que pregava campanhas anti alcoolismo de todas as formas, desde questões médicas como argumentos do Doutor Rush, até mesmo atitudes mais radicais como invasão e depredação de bares e depósitos.

assinatura da lei seca norte americana

assinatura da lei seca norte americana

Usava também o “Destino Manifesto” onde os norte americanos seriam o povo eleito por Deus para guiar o mundo. Nesse sentido, manter a nação no caminho certo e sóbria deveria ser função do estado nem que fosse a base de decreto.

~Suco de uva na Bíblia~

A pressão era tanta que eles espalhavam boatos sobre combustão espontânea causada pelo consumo de álcool, e tentaram reescrever a bíblia tirando as partes que sugerem o consumo de bebidas alcoólicas, justificando que se tratava apenas de suco de uva.

A lei seca norte americana ganhando força

drunkards progress

O movimento ganhou força no inicio do século 20, com o aumento da onda protestante que tomava o país.

Nessa época, o reverendo Billy Sunday era o religioso mais famoso nessa luta, e é fácil encontrar os discursos dele na internet.

Para diversos setores sociais que apoiavam a proibição, todos os males que iam desde a pobreza extrema à violência, eram justificados pelo consumo de álcool.

Logo, a restrição da bebida no país iria levá-los miraculosamente a um tipo de sociedade perfeita. Quando o EUA entrou na primeira guerra mundial, o movimento dos proibicionistas ganhou um forte argumento.

Acontece que num país em guerra, cereais são alimentos de primeira linha, portanto, seria um absurdo deixar de usar qualquer produto com fins alimentícios para suprir a forte demanda da indústria alcoólica.

Foi então que em dezembro de 1917, foi sancionada a 18ª emenda constitucional, vindo a entrar em vigor em todo país em 1920.

Pode beber, só não pode fazer…

Debora bebendo cerveja no Dum Day IV

Notem que o consumo em si não foi proibido por lei, porém, não dava pra consumir se é proibido venda, fabricação e transporte.

A embriaguez recebia algum tipo de punição religiosa em alguns lugares. Obviamente, é impossível chegar até aqui e não comparar o panorama norte americano com a proibição do álcool, ao atual panorama mundial a despeito das drogas não alcoólicas, sobretudo aquelas as quais o consumo moderado tem fins medicinais.

Entretanto, por hora, vamos continuar na lei seca norte americana, depois vocês podem refletir e deixar suas conclusões aqui nos comentários.

Lei seca americana apoiada pela população

Inicialmente o movimento até parecia ter apoio da maior parte da sociedade, até mesmo de alguns políticos, que apesar de usarem o projeto como trampolim para seus cargos, não deixaram de consumir um bom e velho whisky.

Os problemas relacionados a proibição surgiram quase que de imediato. O número de crimes como homicídio relacionados ao tráfico subiu de forma vertiginosa.

As intoxicações também eram comuns, devido as fabricações clandestinas de bebidas que não prezavam por nenhuma norma sanitária.

Muitas pessoas atravessavam a fronteira e traziam do Canadá bebidas para revenda. Logo, o tráfico, apesar de perigoso, começou a ficar bastante lucrativo, daí que surge um dos personagens mais icônicos da história mundial da máfia.

Seu nome era Alphonse Gabriel Capone, para os íntimos, Al Capone.

Hey, Al Capone, vê se te emenda

al capone

Al Capone era descendente de família Italiana, e dizem que herdou deles o talento para controlar negócios no mundo do crime.

Ainda aos 14 anos conheceu Johnny Torrio, um dos grandes mafiosos da época. Porém, em 1925 com a aposentadoria do seu mentor, Al Capone passou a ser o chefe e comandar o tráfico de bebidas, dentre outras ilegalidades.

Inicialmente em Chicago, posteriormente expandindo para outras cidades. Diferente de Torrio, Capone tinha talento pra coisa, estudos apontam que ele foi o traficante que mais lucrou com o tráfico de bebidas no país, apesar de haver inúmeros outros espalhados por aquela nação.

Apesar de alguns afirmarem que o mesmo estava envolvido em práticas ilegais das mais diversas, até mesmo alguns homicídios.

Al Capone foi condenado por sonegação de impostos, e ficou 5 anos na cadeia. Ganhou a liberdade por conta dos tratamentos de saúde que necessitava, por consequência da sua vida “badalada”.

Os bares speakeasies

please dont tell ok

É também nesta época que surgem os bares speakeasies, que nada mais são que bares secretos que resistiram o tempo da lei seca norte americana.

Esses bares fazem sucesso até hoje por todo solo americano, e ficam nos lugares mais improváveis da cidade, como no subsolo de alguns prédios abandonados, atrás de barbearias, mercados ou açougues, até mesmo escondidos por trás de algumas lanchonetes.

Na época alguns tinham até mesmo senha para liberar a entrada, você pode ver um bar desses no filme o grande Gatsby.

please

Caso esteja de viagem marcada, muitos ainda estão em funcionamento, o Please Don’t Tell é um dos mais loucos.

Depois de entrar numa lanchonete chamada Crif Dog, você verá uma antiga cabine telefônica. Pegue o telefone e diga quantas pessoas está com você.

Pronto! Se houver vagas, a hostess vai abrir a porta. Sagaz não??? Dá uma pesquisada e vai visitar um deles, certeza que vale a pena.

Drinks na época da lei seca americana

Os drinks foram outra marca da época. Como o gosto das bebidas destiladas eram muito ruins devido ao péssimo processo de produção, surgiu a necessidade de mascarar esse sabor com frutas e especiarias que tornassem essas bebidas palatáveis. Dizem que muitos dos famosos drinks que conhecemos hoje surgiram lá na repressão.

Eis que a coisa piorou para os Estados Unidos…

Parecia que a coisa não podia ficar pior, quando veio a queda da bolsa em 1929 e a grande depressão.

Como 1 em cada 4 norte americanos estavam desempregados, muitas indústrias fechadas e tudo ia de mau a pior, houve quem convencesse a todos que a receita gerada pela indústria etílica seria de grande ajuda para retirar o país daquela situação.

Eis que Franklin…

Foi então que em março de 1933 o presidente Franklin Roosevelt conseguiu que o Congresso legalizasse a cerveja.

Posteriormente, em dezembro do mesmo ano, a Lei Seca norte americana se tornou a única emenda da Constituição norte americana a ser revogada.

Dos males, o menor

proibido por quê infográfico

Há quem argumente que apesar de todos males, a lei teve de suas serventias, principalmente na diminuição da quantidade de bebidas alcoólicas ingerida por habitante.

Entretanto, tem quem justifique que esses números não são significativos, porque o norte americano passou a diversificar seu consumo e não diminuí-lo, como mostra a pesquisa.

Finalizando

Há ainda quem faça a comparação da guerra contra o trafico etílico com a atual guerra contra o trafico de drogas ilícitas.

Embora o professor Mark Schrad, especialista na lei seca norte americana, afirme que isso não deve ser feito. Não é porque a proibição contra o álcool não deu certo que devemos revogar todas as outras.

Entretanto, acredito que essa lei e tudo que ela trouxe como consequência, sirva de base para uma grande discussão, por que não um bom Papo de Bar?

E vocês, o que acharam da lei seca norte americana?

Você também gostará desses

Mas por que ficamos bêbados? Viemos para lhes surpreender. Por que ficamos bêbados? Os efeitos do álcool no corpo e na mente, os estágios da embriaguez e muito mais, só no Papo de...
Drinks refrescantes – Parte 1: Sangria Calor forte chegando com o verão brasileiro, nada melhor que bebidas refrescantes, certo? A bebida de agora é a sangria, ótimo mistura de vinhos com f...
Legal, o refrigerante de maconha Liberaram o uso da maconha nos Estados Unidos, com isso, em Washington, a galera não perdeu tempo e lançou o Legal, um refrigerante de maconha que cus...
Cocktail Rings – a combinação perfeita! A marca suíça Piaget, mundialmente conhecida pelas suas jóias de luxo, lança uma novidade bem etílica e que agrada todas as mulheres que bebem. Jóias ...
Pack de cervejas gigante!!! Uma galera criativa dos EUA lançou um pack gigante de cerveja que contém 99 latinhas de cerveja com o custo de somente $99. Isso mesmo, o maior pack d...
Eu não te juro amor, mas eu te Jurupinga Apresentamos a conhecida e temida bebida, Jurupinga. Uma bebida feita a base de combinações de vinhos brancos. Bem doce e adorada pelas mulheres. Conf...

Compartilhe: