IBU – International Bitterness Unit

Nós aqui no Papo de Bar já falamos sobre o ABV (Alcohol by volume), mas ainda não tínhamos falado detalhadamente sobre um cara extremamente importante para a produção da cerveja, o famoso IBU, que é a sigla para International Bitterness Unit, traduzindo ao pé da letra, unidade de amargor internacional.

E o que vem a ser, exatamente, esse IBU?

tulipa de cerveja com flores de lúpulo ao fundo

Créditos: Natasha Breen

É a unidade que mede o amargor de uma cerveja, portanto, a quantidade de lúpulo nela. Com isso, quando ela tiver um valor bizarro de alto de IBU, será fodasticamente amarga. Mas claro, vale lembrar que não é somente o lúpulo que é responsável pelo amargor, mas é o principal responsável. E no esquema do IBU, como falei antes, é o seguinte, quanto mais baixo for o valor, menos amarga a cerveja será, com isso, quanto maior o valor, mais amarga ela será.

E qual é o limite desses valores de IBU?

O céu é o limite! Você pode achar cervejas sem lúpulo, como a Magrela, que por não ter lúpulo ela tem 0 IBU, mas também pode achar outras como a 1000 IBU, que assusta pelo nome, muito criticaram, fizeram mimimi sobre ter 1000 IBUs ou não, pois não era possível chegar a esse nível, etc. Mas existe uma cerveja chamada Alpha-fornication, que tem nada mais nada menos que 2500 IBUs, DOIS MIL E QUINHENTOS IBUS, caralho, é muita coisa. Com isso, acredito que sim, tenha 1000 IBUs sim, eu ouvi falar que eles usam 3kg de lúpulo pra cada 100 litros de cerveja, é muita coisa. Um exagero no lúpulo pode trazer o efeito off-flavor, deixando a cerveja completamente estranha, nem dando pra beber, que eu acho que deve ser o caso dessa Alpha-fornication

Mas, voltando para as cervejas normais, o índice de IBU vai de 0 a 120, que é o limite, teoricamente, que as nossas papilas gustativas conseguem identificar. Pra vocês terem uma ideia, as que geralmente os brasileiros bebem têm aproximadamente 10 IBUs, talvez menos, talvez um pouco mais.

E como eu calculo o IBU da minha cerveja?

caneca de cerveja com lúpulo ao fundo

Existem algumas fórmulas específicas para isso. Um IBU é definido como 1 mg de iso-alfa-ácido por litro não só de cerveja, mas de vários tipos de bebidas.

Três malandros modafocas criaram três fórmulas para o cálculo de amargor em IBU, com isso, cada fórmula ganhou o sobrenome de cada um deles. Cada uma das três fórmulas calculam a utilização de lúpulo detalhada com base em tempo de fervura, os volumes, a gravidade do mosto, ácido alfa no lúpulo etc. Os nomes das fórmulas são os seguintes:

  • Rager
  • Tinseth
  • Garetz

Método Tinseth

O método do Glenn Tinseth é o mais utilizado e considerado mais confiável, preciso, tanto que é o que o Beer Smith usa (em breve falaremos dele), que para muitos é considerado o método mais preciso (inclusive é o método utilizado no Beer Smith).

ibu formula

  • Utilização de Alfa Ácidos: Fator correspondente entre gravidade específica por tempo de fervura. Veja na tabela abaixo
  • Alfa Ácidos: Porcentagem de alfa ácidos do lúpulo em decimais. Neste caso, se o lúpulo possui 12,5% de álfa ácidos, você colocará 0,125
  • Lúpulo: peso do lúpulo em gramas
  • Volume final: Volume final de cerveja produzida

Tabela de utilização de alfa ácidos

tabela glenn

Método Jakie Ragers

Esse é o método mais antigo, o primeiro de todos. O cara ainda fez um ajuste de gravidade caso a gravidade da fervura excedesse 1.050. Caso não tivesse excedido porra nenhuma, então o valor do AG (Ajuste de Gravidade) era igual a 0 (zero). Esse valor é necessário para a fórmula final do método, mas vamos ver primeiro a fórmula do ajuste:

fórmula de ajuste da gravidade

Tendo o valor de AG, agora podemos fazer a fórmula do método:

fórmula de IBU do Rager

  • % Utilização: Fator correspondente entre gravidade específica por tempo de fervura. Esse fator você encontra na tabela abaixo.
  • Alfa Ácidos: Porcentagem de alfa ácidos do lúpulo em decimais. Neste caso, se o lúpulo possui 12,5% de álfa ácidos, você colocará 0,125.
  • Lúpulo: peso do lúpulo em gramas.
  • Volume cerveja: Volume final de cerveja produzida.
  • AG: Ajuste de Gravidade, que pode ser calculado conforme a fórmula acima.

Tabela de utilização de alfa ácidos

tabela de rager

Finalizando

Percebam que eu não comentei sobre o método Garetz, pois ele não pegou muito bem por aqui, raramente ouvimos falar sobre esse método, mas caso vocês queiram saber mais sobre ele é entrar nesse fórum aqui que diz muita coisa sobre. Me parece bem complexo, mais chato que os outros dois métodos.

É rapaz, não é tão simples fazer sua própria cerveja, mas claro que também não é tão completo assim. Em outro dia nós falaremos sobre o Beer Smith, um aplicativo sagaz que te ajuda na preparação das suas receitas, cervejas e afins. E aí, gostaram? Bora fazer uma?

Beijo na alcatra.

Fonte: http://www.ottenbrau.com.br/como-calcular-o-ibu/

Você também gostará desses

Doses etílicas: Romantismo masculino Uma campanha bem elaborada pela cerveja Amstel, que fala sobre o romantismo masculino, ou melhor, sobre a falta dele. Vale dar uma conferida em mais u...
Abrindo garrafas de cerveja sem frescuras Veja o vídeo com homens ogros abrindo cervejas de diversas formas e não somente com abridores, chaveiros e cases. Furadeiras, motos, carros, vidros, m...
Como virar um copo de cerveja A brincadeira de “virar" um copo de cerveja não é brincadeira para amador definitivamente!
Tirinhas: Jogar poker? E beber? Nosso nobre amigo Dono do Bar quer participar da jogatina de poker dos Lúcidos, mas já não tem mais espaço. Mas eis que ele lança a sua carta na manga...
Skol – Argentinos “abrasileirados” A cerveja Skol mais uma vez mandando bem com suas sacadas originais e iradas nas propagandas. Agora zoando com os argentinos, que ficam "abrasileirado...
Padre Bêbado Voador Uma visão irônica e sarcástica sobre o fato do Padre Voador. Uma visão ou pouco mais etílica, descontraída, porquê nós também temos que ver por esse l...