Mulheres e Bebidas

Mulheres e Bebidas – Um estudo sobre personalidade

“Um estudo sobre a personalidade feminina de acordo com a bebida que ela escolhe beber em um bar. Entenda como isso pode mudar a sua vida, e o placar da sua noite.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (10 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

E mais uma vez nos encontramos aqui, queridos leitores. E dessa vez pra falar de duas coisas que gosto demais nessa minha breve existência no planeta: Mulheres e Bebidas!

Isso, simples assim. Vou tentar traçar um paralelo da personalidade das mulheres com as bebidas que elas estão bebendo no bar. E de quebra ainda vou te dar umas dicas, pra você não sair liso.

Mulheres e Bebidas? Mas o que isso tem a ver?

Mulher e bebida é tudo de bom!

Mulheres e bebidas são tudo de bom!

Crédito: Inna Olgovskaya

O que você sabe sobre a milenar arte da conquista, jovem Ailuropoda melanoleuca? O que a vida, essa fanfarrona, te ensinou ao longo do tempo?

Não se engane! A conquista e o sucesso em uma noite depende de muito estudo e observação. Ignorar o mais sutil dos sinais, pode significar uma derrota desastrosa.

E nada melhor pra começar o seu estudo, do que observar qual bebida a mulher que despertou seu interesse está bebendo. Vamos lá?

Suco

Partindo do pressuposto que estamos em um bar, para um mulher beber suco, algo está fora de contexto. Ela pode estar de dieta, pode ter sido forçada a ir ao bar, ou simplesmente dirigindo. Avalie com cautela, e procure algum sinal de que você deva prosseguir (olhares trocados, sorrisos, e uma obsessão peculiar em arrumar o cabelo) antes de tentar um aproximação, pois em outro caso, você pode estar se metendo em uma fria.

Água

Lembre-se de que o correto numa noite de bebedeira é hidratar-se em intervalos regulares, se for esse o caso, tente descobrir a bebida alcoólica que ela está bebendo. Se for só água mesmo, siga o meu conselho, e procure outra 😉

Caipirinha

A caipirinha mesmo, aquela que deu origem ao nome, é feita com cachaça, limão e açúcar. Gosto de pensar que as mulheres que bebem caipirinha são assim, fortes e marcantes. Uma mistura única, como limão e açúcar. Olhe-a nos olhos, sorria, peça uma caipirinha pra você, erga o copo e faça um brinde. Sem inibição e sem medo, seja um conquistador, direto e decidido. Se tudo correu bem, e ela está sorrindo para você, chame-a para conversar em um lugar mais reservado. Com um papo bem humorado, é bem provável que ela já esteja na sua.

Shots

Quando uma mulher está virando shots no balcão, ou ela é mais tolerante ao álcool do que você pensa, ou ela está passando por um problema bem complicado. Se você é do tipo que curte ouvir, e se interessa por um papo que pode degringolar em uma choradeira desenfreada e a necessidade de um ombro amigo, vai fundo. Postura serena, não muito afoito, tente puxar papo sem ir direto ao assunto, mulheres em dias ruins, gostam de falar e serem ouvidas.

Whisky

Uma mulher que curte whisky, muito provavelmente tem certeza do que quer, ela curte homens de personalidade forte e marcante, assim como uma boa garrafa do melhor amigo do homem. Aproxime-se devagar, guarda esses dentes e não fica arreganhando esse sorriso bobo. Mulheres assim são difíceis de ganhar, tente uma aproximação lenta, e seja sofisticado. Nada de cantadinhas (xavequinhos) baratos de segundo grau. Recomendo que você seja versátil e tenha um amplo conhecimento em cultura geral. Ajuda muito.

Vodka

Ou hoje é uma noite pra ser lembrada, ou pra ser esquecida. Sendo que das duas maneiras, você pode se dar bem se souber jogar. Só preste a atenção na velocidade em que ela está bebendo a vodka, se for muito rápido, você tem que se apressar e agir, ou você pode presenciar, ou pior, ser alvo de um barraco daqueles. Uma boa tática de aproximação, é puxar assunto sobre bons drinks preparados com vodka.

Cerveja

Particularmente tenho um apreço todo especial pelas bebedoras de cerveja. Normalmente extrovertidas e com um bom círculo de amizades, podem ser um problema para o approach inicial, pois eu particularmente não curto interromper um papo, ou entrar numa rodinha de pessoas e tentar falar com apenas uma delas. A dica é ficar ligado nos sinais, sorrisos e olhares, e na primeira saída dela do grupo, tentar uma aproximação, assim bem descontraída e leve, como uma boa pilsen.

Mas calma lá, nem tudo é preto no branco

Mulheres e Bebidas

Mais uma cerveja, gata?

Créditos: Stelios Stefanidis

Óbvio e claro, que isso é só uma extrapolação de um quadro geral e muito mais amplo do que simplesmente conhecer uma mulher pelo copo que ela tem na mão. Mas de maneira geral serve como um guia comportamental, para balizar de maneira científica, o que vocês já fazem normalmente.

Nem toda mulher bebendo vodka loucamente está triste. Ela pode estar comemorando a aprovação em um vestibular complicado, ou a prova da OAB.

E nem toda mulher bebendo caipirinha vai ser descolada e extrovertida. A observação é a chave do sucesso.

MAS PELAMOR NÃO FIQUE ENCARANDO MULHERES E BEBIDAS FEITO UM STALKER MALUCO!

Finalizado

Mulheres e Bebidas

Viu como é simples?

Créditos: Fábio Salmoirago

Uma mensagem que gostaria de deixar nesse nosso breve estudo sobre mulheres e bebidas, é que inteligência é sexy. PARA CARALHO.

Então, leiam livros, interessem-se pelos mais variados assuntos. Política, religião, moda, culinária, jogos de azar, viagens, cinema, química, física e biologia, história e geografia. Faça palavras cruzadas, joguem RPGs no celular, sejam MUITO mais curiosos.

Vocês com certeza, serão pessoas muito mais interessantes! Homens, de vocês eu quero relatórios. Mulheres, de vocês as críticas construtivas…

Fonte: Excelente artigo no Etílicos

Você também gostará desses

Scotch Bar Dr. Scotch explica o que é um Scotch Bar e conta um pouco da história da Escócia. E jura de pé junto que não são bares dele.
O poder desmascarante da serotonina O etanol, carregado pelo sangue, ao chegar no cérebro estimula os neurônios a liberar uma quantidade extra de serotonina, que regula o humor, prazer e...
Bala de cerveja A Jelly Belly, empresa que produz várias balas deliciosas, criou a bala de cerveja, com o estilo de cerveja alemã Hefeweizen. Mas a bala não leva álco...
Como gelar cerveja rápido, LIKE A BOSS! Para testar se o método da Spin Chill realmente funcionava, nossos colunistas resolveram gravar um vídeo de como gelar cerveja rápido. Confira agora m...
Um canhão de cerveja controlado por iPhone Canhão de cerveja, é essa a novidade que o Papo de Bar veio apresentar para vocês essa semana. Imagina, sentar na cama, preparar apontar e fogo!?
Saquê: Bebida tradicional e contemporânea A bebida da vez agora é o saquê, direto do Japão. Contamos sua história, sua popularidade e crescimento no Brasil devido a deliciosa mistura da caipir...

Compartilhe:

  • monique

    Só não entendi fugir da mulher que só bebe água. Rsrs, eu bebo ma a minha amiga só bebe água e ela é sociável hahaha

    • Sério?

      Ela vai pro bar com você e bebe só água!? Bom de qualquer forma, me retratei, dizendo que nenhuma situação é 100% de certeza…

      Pede desculpas aí para a sua amiga, e diz que a próxima água é por conta da casa 😉

  • Karen Milk

    Isso! Criativo, divertido e interessante! Espero que MUITOS homens leiam isso.. Meninos também, para amadurecer o “approach”..beijos!

    • Que bom que gostou!

      O ponto acho que é bem esse mesmo, não tem que ser uma coisa atabalhoada e sem sentido… Com um pouco de observação, até uma cantadinha, pode se tornar muito mais interessante. Pros dois lados!

  • CAROLINA FURMIGARE

    Bom,qdo vou num bar com certeza a cerveja vai estar em primeiro lugar….mas não recuso uma vodka e uma boa caipinha…ahh e vodka não me faz esquecer nada não rsrs

    • Então, você é do tipo sociável 🙂
      Tanto que veio deixar um comentário aqui…

      E cuidado, eu pensava assim sobre vodka também… Acontece que hoje em dia, dependendo da quantidade, eu não lembro de nada mesmo… Sem meus amigos por perto, eu nem me arrisco a beber desse jeito 😛

  • Bárbara

    Realmente, o dia da água é tenso, não tá afim de “aproveitar” a noite ou deve ter sido obrigada a sair com as amigas. Rs.
    Sou do tipo que adora uma cerveja gelada e não desfaz de algumas doses de tequilas e vodka, é claro ! Sem deixar pra traz uma boa parceria pra que a noite seja relembrada depois. Rsrs.

    • A parceria é sempre a melhor parte do bar, não é mesmo, Baárbara?

  • Nicoli

    E mulheres que bebem vinho? Isso ‘e t`ao raro no Brasil que nao merece uma classificacao?

    • O problema não foi esse, e sim que eu quis trazer o texto para o bar… E não consigo pensar em alguém bebendo vinho em um bar.

      Mas prometo uma análise comportamental de quem bebe vinho! Deal!?

  • Andréa Silva

    Simplesmente sensacional! Logo que comecei a ler pensei: “Lá vem um idiota machista” Por isso me desculpe, o que li foi um texto agradável, bem humorado, inteligente, posso até dizer…sutil e delicado e o mais importante, não posso negar que tem fundamento. Parabéns pelo texto!!! E ah…sou uma apreciadora ou melhor dizendo, degustadora das cervejas belgas, essas minhas preferidas. Beijos

    • Simplesmente sensacional, é ler um comentário desses Andréa. Fico lisonjeadíssimo com os elogios, e pode ter certeza, que cada texto que escrevo, é com esse intuito 😉

      Vou dizer que também gosto muito das belgas, e um uísque cai muito bem, também!

  • Mayte

    Adoro cerveja e adoro whisky, dependendo do dia, rssss. E concordo com você! Mas quero ressaltar uma de suas últimas dicas, é essencial: “inteligência é sexy. PARA CARALHO.” Parabéns pela observação e homens, (acredito que a maioria das mulheres vai concordar) você pode ser a coisa mais linda do mundo se for um “cabeça oca” que só fala asneira, vai acabar a noite com a companhia única e exclusiva do copo, rsssss.

    • Um brinde à inteligência!

    • Rosali

      Não necessariamente. Também pode acabar a noite com uma cabeça oca que só fala besteiras e, se for do tipo “dadivosa”, o babaca pode até se dar bem. Não se esqueçam do velho ditado: “há sempre um chinelo velho para um bé doente”, rsrsrs.

  • Roberta

    Muitas vezes saio e, se não tem cerveja boa, fico na água.
    Entre tomar água e Skol, prefiro uma bebida que não dê dor de cabeça. Chateada com o comentário.
    Sobre ler mais, se informar mais, viajar mais e jogar RPG ( \o/ ), perfeito. Se for inteligente, culto, tiver um papo interessante, não precisa ser um Patrick Stewart (embora ser um Patrick Stewart ajude).

    • Então, penso assim também, entre beber uma porcaria ou água, eu prefiro água.

      Mas como gosto muito de beber, eu troco de bar, até achar uma bebida boa…

      E tento compensar a minha falta de semelhança com o Patrick Stewart, com inteligência e bom-humor, que eu diria funcionar bem ao longo das doses…

      Obrigado pelo comentário, Roberta 😉

  • Cristiane Mynssen

    Quer dizer que as que bebem suco, água ou refrigerante são menos interessantes?! Pq??? Puro preconceito!! Não preciso da bebida para tomar coragem para fazer algo ou usá-la como desculpa por qualquer coisa que tenha dito ou feito!! Não vou mentir, tem vezes que dá vontade de ficar na mesma “onda alcoólica” dos meus amigos e namorado, mas ser a eterna sóbria da galera tem as suas vantagens!!

    • Nenhuma análise desse tipo pode ser levada 100% ao pé da letra.

      Aposto que quem fica sóbrio na mesa tem muitas histórias interessantes para contar.

      Mas como eu disse no texto, “avalie com cautela algum sinal de que você deveria prosseguir.” Como você disse que tem namorado, você já deu a deixa, não que você não seja interessante. Só não está disponível.