O Efeito Isoporzinho nos Bares

É, querido bípede. Apenas algumas semanas após o início dessa história de isoporzinho e já temos algumas reações acontecendo nos bares. Se você não tem nem ideia do que eu estou falando, pode começar por este texto aqui ó: Isoporzinho para baixar os preços abusivos

E o que está acontecendo com esse tal de isoporzinho?

Desde que começaram a acontecer, os “Isoporzinhos” ou “Isoporzaços” tem sido o maior sucesso no Rio de Janeiro. E isso com certeza afeta e muito o lucro dos bares na Lapa, Zona Sul e Tijuca.

Tanto que me senti impelido à comentar essa matéria que foi escrita na coluna Gente Boa, do Globo.

Uma atitude inovadora

Realmente a atitude do Carioca da Gema (barzinho super simpático, no coração da Lapa) me surpreendeu muito positivamente.

Isoporzinho na praia do Rio

Observando o aumento constante de pessoas com seus isopores nos arredores, começaram a vender ali pequenos isopores, com sua logo, por um valor muito mais justo do que o praticado na região: são R$ 28,00 comprando 6 latinhas no isopor, contra R$ 39,60 comprando-as no balcão.

É óbvio que será impossível pagar o preço de prateleira do supermercado, pois como já comentei no artigo anterior, todo empresário no Brasil tem um sócio que fica com boa parte do seu dinheiro.

Mas mesmo assim, os estabelecimentos estão cientes de que não podem praticar valores abusivos, ou perderão o seu público cativo.

Finalizando

Sempre digo que essas atitudes que a população toma em massa, têm um valor muito forte. Empresas gastam rios de dinheiro estudando o comportamento das pessoas para conseguir de alguma forma, algum tipo de vantagem de mercado.

Então, bora fazer barulho e deixar bem claro quando alguma coisa estiver errado. Se todo mundo ~xingar muito no twitter~ algumas coisas melhoram SIM!

Fonte: Rio $urreal – NÃO PAGUE

Você também gostará desses

Cerveja reduz sensibilidade à dor Estudos mostram que beber cerveja reduz sensibilidade à dor. Aumentando a porcentagem de álcool na corrente sanguínea em 0,08%, a sensação de dor cai ...
O colarinho da discórdia Alguns bares têm servido seus chopes com mais colarinho e menos líquido do que o indicado no cardápio. Porém alguns bares têm tidos ideias interessant...
SOS Boteco Um crítica aos bares, botecos, botequins de Niterói em geral, falando que eles estão perdendo a antiga essência, atração dos botecos, dando espaço par...
Algoritmo permite identificar bêbados em multidões... E se existisse uma tecnologia capaz de identificar bêbados em multidões!? Mais fácil controlar baderneiros? Seria invasão de privacidade? Venha debate...
Os bares mais bizarros do mundo Botecos bons todo mundo conhece, agora quero ver conhecer bares esquisitos, bizarros da vida. Coisas como bolo na cara, caixões, tubarões, xingamentos...
Bebendo depois de um fim de relacionamento Veja o que você pode fazer, o que você pode beber e o que você deve ouvir depois de um fim de relacionamento. Aquele momento difícil onde você fica pe...