O melhor da Escócia

“Dr. Scotch dá uma breve passada pelas principais marcas de whisky scotch, mostrando suas diferenças, detalhes, entre outras informações.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (40 votes, average: 9.05 out of 10)
Loading...

Continuando a matéria anterior, agora que você já conhece a história do Whisky escocês, vamos direto onde interessa: ao Scotch.

Jack Daniel’s

Jack Daniel's

Em tempo: relembro que o Scotch legítimo é, necessariamente, produzido na região de Highlands na Escócia. Um “Whisky” de outra região do planeta recebe a nomenclatura de Whiskey. Os mais conhecidos Whiskeys são os irlandeses e americanos. Um (dos únicos três) excelente Whiskey Irlandês cujo rótulo começa a se tornar conhecido no mundo inteiro é o Jameson, engarrafado em Dublin, que reúne um aroma suave com um paladar intenso, porém não tanto encorpado.

Entre os Whiskeys americanos, sempre houve confusão quanto à nomenclaturas. Algumas bebidas são maltadas por lá com milho, ao invés de trigo, e eram popularmente conhecidas como Bourbons. Entretanto, o estado do Kentuck adquiriu a patente da marca Bourbon obrigando todos os fabricantes americanos de Whiskey de milho retirarem a nomenclatura de seus rótulos.

Um exemplo é a mais fomosa marca de Whiskey Americano Jack Daniel’s que, por engarrafar a bebida no estado de Tennessee, passou a rotulá-la como Tenessee Whiskey. Embora se trate de um Whiskey maltado com milho, os fabricantes de Tennessee Whiskey garantem que há diferenças no processo produtivo entre seus produtos e os Bourbons. Para os que ainda não conhecem o excelente Jack Daniels, vale a pena conferir seu aroma leve e adocicado que acompanha um paladar macio e de corpo moderado.

Porém, em se tratando de Whiskies escoceses a variedade é muito grande. Não tenho a pretensão de citar todos os rótulos aqui, entretanto pretendo falar de algumas bebidas em que você poderá degustar no happy hour, logo mais, quando terminar de ler essa matéria; no restaurante hoje à noite ou no importador local mais próximo da sua casa.

Johnnie Walker

Johnnie Walker

Falando em Scotchs populares, não poderia jamais deixar de iniciar essa lista com aquele que é a mais famosa marca já estampada em um garrafa de Whisky. É verdade que o brandão publicitário “Keep Walking” criou uma aura de produto cult em torno dos rótulos Johnnie Walker, mas não acredito que esse tenha sido o único fator de sucesso responsável por emplacar 7 em 10 garrafas de Whisky vendidas no planeta.

A JW é uma das três destilarias do grupo United Distillers And Vintners ao lado de J&B e Bell`s.

Sem dúvida alguma é a destilaria com os processos de produção mais industrializados e eficientes. Talvez seja essa, uma das razões por seu faturamento historicamente elevado. Poucos que passam em frente a destilaria na parte baixa das montanhas Ochil podem imaginar que lá dentro há mais de 3 milhões de garrafas em processo de maturação!

Essa capacidade de produzir em larga escala associada à notável campanha de marketing, fez desse o Whisky mais comercializado e popular do mundo (e o mais falsificado também). Logo, por essa razão, criou-se o boato entre os “pseudo-conhecedores” de que o rótulo Johhnie Walker representa um singelo modismo. Isso não é verdade.

É fato que a competência administrativa do pessoal da destilaria levou uma garrafa da escócia para praticamente cada casa noturna, bar e restaurante da terra. Entretanto esse era o rótulo predileto de célebres apreciadores como Winston Churchill e James Stevenson.

O patriarca da família Walker após desenvolver o blend de maior sucesso na história do Scotch, produzido até hoje sob o rótulo de Johnnie Walker Black Label 12-year Old, resolveu criar o mais impressionante blend de todos os tempos. Com a ajuda de seus filhos, Johnnie Walker produziu artesanalmente (e ainda permanece assim) o blend que reúne maltes selecionadíssimos maturados somente em uma breve época do ano e o envelheceu por 21 anos.

Estava criado o Blue Label 21-year Old que, nas palavras de John Walker era “o blend criado para nunca ser batido”. O Blue Label é sem dúvida nenhuma o rótulo mais premiado da história do Whisky escocês e, em eleição recente, a maior publicação do gênero o agraciou com o prêmio resumido em “muitos tentaram superá-lo, mas Johnnie Walker permanece como referência”.

Para os que não podem pagar um fortuna para saborear o Scotch que, na minha opinião, é a mais bela obra de arte já selada em uma garrafa, há várias excelentes opções de rótulos JW. O mais popular é o Red Label que é uma bebida de qualidade impressionante quando analisada sob o aspecto de seu baixíssimo preço. E, como minha sugestão para os que desejam apreciar uma excelente bebida sem ter de hipotecar seu automóvel, eu recomendo o Black Label que, apesar de custar relativamente muito pouco, possui uma complexidade de sabor que se aproxima de seus irmãos mais caros como Gold e Green Label.

Outros rótulos que encontramos com facilidade nos cardápios de bares nacionais são o Ballantines, Grant’s e White Horse. Esses Whiskies em suas versões de entrada também possuem um custo bastante reduzido, entretanto, nessa faixa de preço o Johnnie Walker Red Label permanece referência, na minha opinião.

Chivas Regal

Chivas Regal

Um Scotch de considerável qualidade que reúne um aroma leve associado à um corpo razoável e uma complexidade impressionante para um Whisky de custo relativamente baixo é o Chivas Regal 12 anos. Fácil de ser encontrado, é uma sugestão que, ao lado de Johnnie Walker Black Label representa o melhor custo-benefício para quem não quer gastar muito para beber bem. A diferença entre a qualidade dos dois é sutil, quase subjetiva. Eu, pessoalmente, ainda prefiro o JW Black Label.

Old Parr e The Famous Grouse

Famous Grouse

Dois outros rótulos, que já não são tão populares ou fáceis de serem encontrados, são os Whiskies especiais The Famous Grouse e Old Parr. São Whiskies cuja faixa de preço ficam entre JW Black Label ou os especialíssimos JW Gold Label e Swing. Contudo, apreciar um desses rótulos mais “raros” não se trata de beber o melhor Scotch e sim de conhecer o completamente diferente.

Old Parr

O paladar menos apurado pode mal perceber a sutil diferença entre um Chivas Regal 12 anos e um JW Black Label. Todavia, a produção artesanal confere ao The Famous Grouse e Old Parr um toque simplesmente diferente. Aqueles que querem entrar de cabeça no mundo do Scotch podem vir a se tornarem puristas e se apaixonarem por rótulos que como esses, permanecem produzidos tal como eram há dois séculos atrás.

Aproveitando que saimos da rotina…

Finalmente, já que estamos falando em sair da rotina a sugestão é um Scotch que pertence há uma categoria diferente dos Blended citados acima: os Puro Malte. Na minha opinião, não é certo comparar um Puro Malte com um Blend com até 18 espécies de maltes distintas! Eles são, simplesmente, diferentes. Para entender do que estou falando sem ter de investir bastante numa cara garrafa de Johnnie Walker Green Label, a dica é o Glenfiddich 12-year Old Pure Malt, cujo valor não se afasta tanto dos Whiskies populares.

Agora, já que falamos de tantos rótulos diferentes, você já possui um ponto de partida para sair com seu carrinho no supermercado. Gostaria de lembrar que essa lista não é uma referência e sim uma sugestão subjetiva. Entretanto, após descobrir os rótulos aqui citados você, que nunca bebeu um Scotch, certamente terá formado uma opinião para elaborar a sua própria lista.

Gelo ou não, eis a questão…

Também gostaria de lembrar que o gelo do Whisky se dissolve em água alterando as propriedades da bebida. Apesar disso, não há um consenso sobre o modo correto de beber Scotch. Os puristas acreditam que o sabor verdadeiro só pode ser identificado no estilo Cowboy(sem gelo); os defensores do on-the-rocks(com gelo) afirmam que as duas pedras liberam aromas escondidos que podem imprimir uma nova característica à bebida. Independente da discordância, o certo é que todos os apreciadores ficariam ofendidos em nome dos Blenders escoceses ao verem essa extraordinária bebida ser misturada com refrigerantes, sodas, energéticos e outras coisas mais.

Agora abra o jogo e compartilhe conosco suas melhores histórias e porres com o famoso Whisky…

Post original do Papo de Homem

Você também gostará desses

As bebidas ideais para servir no seu casamento Vai casar e não quais bebidas oferecer no seu casamento? Veja agora nossas dicas do que oferecer para seus convidados. De cerveja a drinks.
Johnnie Walker banca táxi para os paulistanos A marca Johnnie Walker banca o táxi para os paulistanos. Já ouviu falar na campanha “Piloto da vez"? Saiba como participar!
Keep Walking Club Johnnie Walker Johnnie Walker lança seu clube, o Keep Walking Club. Um clube para amantes da marca, do whisky, como nós e com exclusividades como Label personalizado...
Amor é cerveja, sexo é tequila. O que é o amor e sexo pra você? Veja a diferença entre as bebidas, quais que têm mais a ver com o amor e quais que têm mais a ver com o sexo. Qual voc...
Drinks e suas finalidades Você sabia que drinks não servem só para te deixar bêbado? Existem diversos tipos cada um com uma finalidade, como os digestivos, aperitivos, refresca...
Cachaça João Andante Conheça a cachaça João Andante, do interior de Minas Gerais, como não poderia deixar de ser uai. Uma cachaça deliciosa e suave e com muita cultura na ...

Compartilhe:

  • Lord

    Tomei uma dose ontem e o cheiro-gosto tá comigo até agora…

    Dr Scotch é um bom companheirooooo

    ninguém pode negar!

  • Z.zaum

    Materiaaa supimpa heinnn ! tá na hora de experimentar esses artesanais !! vamm bebe que qualquer outra coisa tá foda ! hahaha

  • Na última viagem de um camarada para os eua, ele comprou meu primeiro Green Label. Realmente não se compara…

    Abs.

  • Samir

    Sou meio noob quando a bebida for Whisky

    Já experimentei JW Black e o Red, Já bebi misturado com energetico, mas hoje prefiro no estilo "Cawboy" (Aprendi agora q chama assim sem gelo). Muito bom conhecer um pouco mais.

    Belo Post

    Abraço a todos do PDB

  • Lord

    Gold label em mãos… tudo de bom!

    Já imagino o próximo post do Dr Scotch:

    http://papodehomem.com.br/johnnie-walker-blue-lab

  • Lord,

    esse artigo foi escrito pelo meu amigo Breno. Entretanto, aqui no PdB eu já escrevi algo sobre as minhas impressões em relação ao Blue Label.

  • Lord

    Eu vi. Ambas abordagens são maravilhosas.

    Vale a pena investir e conseguir beber algo superior em ocasiões especiais.

  • haja bebida !!! obrigado pelas explicações. abç

  • Olá Boa Tarde. Bom eu estou fazendo um trabalho para a faculdade e meu grupo ficou responsável pelo whisky puro malte. Quero adiantar de antemão que sou leiga na área de bebidas alcoólicas, porém eu estava pesquisando na internet a respeito, e já encontrei bastante informações.Algumas se encaixam outras se contradizem, o que me pairou muitas dúvidas. Em relação principalmente a pesquisa de mercado, a parte que eu sou responsável. A importação, exportação, lucros, despesas de custo, a parte econômica em geral. ENfim eu praticamente não achei quase nada, por isso gostaria muito que vocês pudessem me ajudar neste quesito, se puderem me esclarecer tais dúvidas via e-mail. Obrigada.

  • Deu até vontade de acabar com uma garrafa de Black Label que está aqui na minha estante… Acho que vou preparar um copo…

  • Eder

    Acabei de voltar de um cruzeiro e trouxe nada menos que 5 garrafas listadas a seguir: JW Blue Label $125, Buchanan's Special Reserve 18 anos $60, JW Black Label $33, JW Red Label $20, e um quite com garrafas de 200ml de JW de todas as versões por $88.

    Ainda estou apreciando, a de Black já foi.

    Mas por enquanto o que mais me chamou a atenção foi mesmo o Buchanan's, é claro que ainda não tive coragem de abrir o Blue nem o Gold.

    • kelvis

      rapas tenho essa msm duvida q vc viu !

  • RICHARD

    NÃO ESQUEÇÃO TAMBEM,CUTT SHARK,JB,DEWHERS,JIM BEEM ETC…

  • Lindomar Júni

    Sou fanático por Old Parr , putz, nao consigo explicar mas prefiro ele ao Black. Não gosto muito de JW, dos blendeds de 8 anos prefiro o Jack Daniels e dos de 12 anos prefiro o Old Parr, gosto do Logan e do Chivas, mas ainda prefiro o Old Parr rsrs! Ótimo post cara, parabéns!

    rsrs se eu espero 2 dias ia postar um comentário com 1 ano de post hein haha

  • Pessoal, lembrando que Jack Daniel's, Jim Beam e qualquer coisa que não venha de Highlands na Escócia não é Whisky, é whiskey. Whiskeys e bourbons não são maltados com trigo e cereais, na maioria das vezes vem do milho.

    Eu, pessoalmente, não gosto nem um pouco. Acho excessivamente adocicados e, na minha opinião, podem ser combinados com muito pouca coisa.

    Não há como comparar um Jack Daniel's com um Red Label portanto. São coisas diferentes.

    Quanto á compração entre Old Parr e Black label, exige um apreciador de paladar apurado para chegar à alguma conclusão. Os dois são sensacionais.

    Eu também fico com o Old Parr, mas pela exclusividade e só.

    Para que gosta, deixo a dica de procurarem o Talisker, um dos melhors Scotch que já provei.

  • Scotch, acho que um post sobre a diferença entre whisky e whiskey iria ser sensacional, o que acha?

  • Pelo amor de God gente, não façam isso, 1º, Old Parr junto a The Famous Grouse? Oh gente, The Famous é o nº1 da Escócia a mais de 25 anos, no Brasil super desvalorizado, o que é ótimo pra mim pois compro ele a mais de 6 anos a ótimos preços, mesmo 12 e 15 anos, e gente, Jack Daniel's não é Escocês, não deveria nem aparecer então, é um Whisky (Não é Bourbon) de excelente qualidade, o meu 2º melhor do "myBar" em casa, mais sinceramente, ainda mais no Brasil, Jonnhy Walker é só comercial, é ridículo ver um Blue Label mais caro que um Royal Salute que é finíssimo, delicioso, ou mesmo um Green Label mais caro que um Dimples, comércio, o pessoal com tal de Red Bull com Red Label, valorizou a marca demais, eu como experimentador experiênte em vários tipos de scotch's digo, The Famous Grouse pra quem segue comigo é o nº 1 da Escócia, mesmo o 8 anos, que iguaria, um 18 anos é um sonho, Single Malt, uau, loteria!!! E só uma nota especial sobre o Chivas 12 Anos, por que parece que ele tem gosto de sabão em pó? Muito perfumado!

  • Marlon

    Eu conheço esses dois:

    bali hai horiginal e o red horse power

    http://www.balihaioriginal.com.br/
    http://www.redhorsepower.com.br/

  • Monicaa

    Gostei desse:

    Pensando na melhor performance que você tem a disposição, desenvolvemos o energético Red Horse para todos os momentos da sua vida. Para o dia, o Red Horse melhora sua disposição, à tarde mantém você ligado nas atividades e para a noite o energético é seu parceiro para os melhores momentos na balada!

    Conte com o Red Horse! Energia noite e dia!
    http://www.redhorsepower.com.br

  • léo

    concordo com vh o famous finest ja achei otimo.melhor q red label e balla finest.quero provar o gold reserve 12 anos.amo blends gosto de todos mas tenho queda pelo buchanan´s…

  • leandro

    legal o artigo so acho um pouco tendencioso a um rotulo.da msm forma q o black e o melhor premium deveria ser dito q o balla finest e o melhor standard ja q foi eleito pelo jim murray(o pele quando o assunto e whisky)na biblia do whisky q ele e o melhor e tb tem otimas notas na whisky magazine pelo tb mt entendido michael jackson.ainda tem o famous finest o mais consumido na escocia.pq sera q os escoceses preferem este ao red label?devido ao marketing o preço do red label esta la em cimaaki no lidador ele esta 73,90 20 reais a mais q o balla finest e apenas 14 reais mais barato q um buchanans q custa 87,90.tem noção como pode um simples standard ser quase o preço de um premium da qualidade do buchananas?e claro q comprei o buchanans.gosto mt de red label + acho q os outros standards deveriam ser mais valorizados para min e inferior a balla e famous finest.e me diz o q q ele tem pra custar 20 a mais q os outros standards?puro marketing!

  • Mr. Eastwood

    Ô, Navigator, Chivas com gosto de sabão em pó???

    Provavelmente quem lavou o copo que levou a bebida usou o tal "sabão em pó", deixando resquício dele, daí o gosto ruim.

  • Esqueceram do bom e velho buchanan´s 12…Seu sabor suave proporciona uma “descida”elegante pela garganta garantindo uma boa apreciação de seus componentes.Vale a pena tomá-lo cowboy…

  • Uma dúvida que tenho:
    Certo tempo atrás comprei um Green Label, acho um ótimo exemplar, sempre achei que ele fosse um single malt, acima, você também disse que é single malt, mas se olharmos no rótulo, está escrito: “Blended Malt Scotch Whisky”
    Afinal, se ele é single malt, semprei achei que era, e a maioria das pessoas diz que é, porque no rótulo fala que é um blend ???

    Grande abraço, muito bom seu blog!

    • Isaac Brito

      Sobre o Green Label, muita gente confunde Single malt com Pure malt, o Single malt provém de uma única destilaria, enquanto o Pure malt recebe destilados de diferentes locais. A semelhança é que ambos só usam cereais maltados.O Pure malt passou a ser chamado Vatted para evitar essa confusão.
      Espero ter ajudado.

      • Fala Isaac.
        Então Single Malt quer dizer que é feito de N maltes vindo da mesma dstilaria, é só isso ?

        Abraços!

    • Isaac Brito

      Não, Single Malt quer dizer que é um malte único, de uma só destilaria, enquanto o Pure Malt é a mistura de 2 ou mais single malts, entende? Já o Blended é a mistura de Single Malts com Grains.

      • Então resumindo, o Green Label tem o mesmo processo do Black Label e Gold Label, certo ?
        Pois nos três está escrito “Blended”

    • Isaac Brito

      Não, veja bem, o Black Label, o Gold Label, o Red Label e o Blue Label são Blendeds, mas o Green Label diferencia-se por ser Pure Malt ou Vatted.
      Os blendeds são a mistura de Single Malt com Grains, enquanto o Pure Malt/Vatted é a mistura unicamente de Single Malts, nada de Grains….entendeu?

    • Isaac Brito

      Ps.: Blended Malt é diferente de Blended.

      O Blended Malt é a mesma coisa que Pure Malt, que é a mesma coisa que Vatted. São compostos por 2 ou mais Single Malts.

      O Blended É a mistura de Single Malts com Grains(Whiskys de grãos)

      • Agoooooooooooora eu entendi! Hahahahah!
        Obrigado pela ajuda Isaac!

        Mais uma pergunta, um Single Malt é feito de apenas um malte, certo ? Sem misturas nem nada, como o Talisker, certo ?

  • kelvis

    adorei a materia…

    que bom saber disso, pois eu bebia wisky artesanais e nem sabia e nem parava para esperimentar o real sabor de um blened !!!

  • Isaac Brito

    ANDRE SILVA

    Sobre o Green Label, muita gente confunde Single malt com Pure malt, o Single malt provém de uma única destilaria, enquanto o Pure malt recebe destilados de diferentes locais. A semelhança é que ambos só usam cereais maltados.O Pure malt passou a ser chamado Vatted para evitar essa confusão.
    Espero ter ajudado.

  • Pelo amor de God gente, não façam isso, 1º, Old Parr junto a The Famous Grouse? Oh gente, The Famous é o nº1 da Escócia a mais de 25 anos, no Brasil super desvalorizado, o que é ótimo pra mim pois compro ele a mais de 6 anos a ótimos preços, mesmo 12 e 15 anos, e gente, Jack Daniel's não é Escocês, não deveria nem aparecer então, é um Whisky (Não é Bourbon) de excelente qualidade, o meu 2º melhor do "myBar" em casa, mais sinceramente, ainda mais no Brasil, Jonnhy Walker é só comercial, é ridículo ver um Blue Label mais caro que um Royal Salute que é finíssimo, delicioso, ou mesmo um Green Label mais caro que um Dimples, comércio, o pessoal com tal de Red Bull com Red Label, valorizou a marca demais, eu como experimentador experiênte em vários tipos de scotch's digo, The Famous Grouse pra quem segue comigo é o nº 1 da Escócia, mesmo o 8 anos, que iguaria, um 18 anos é um sonho, Single Malt, uau, loteria!!! E só uma nota especial sobre o Chivas 12 Anos, por que parece que ele tem gosto de sabão em pó? Muito perfumado!
    +1

  • E onde ficam scotch whiskys como o Glenfiddich, feito artesanalmente e de excelente sabor? E até mesmo o ótimo Wild Turkey que, para mim, é melhor que o Tennessee Jack Daniels?
    Aliás, esta foi uma ótima reportagem! Adorei!

    Grande abraço galera do PDB.

  • Humberto Lisboa

    Sou um apreciador do OLD PAR, é simplesmente o melhor, adoraria provar o OLD PAR SUPREMUS E O OLD PAR SUPERIOR, outros que estou afim de provar são: DEWARS(8 OU 12), GLENFIDDICG(12, 18),
    abraços,
    Humberto

  • teto

    legal a matéria não sabia que o blue label tinha 21 anos nem sabia que contava idade para esse tipo de scotch, uma vez li no próprio site do JW que esse tipo de scotch era impossivel dar uma idade devida as muitas misturas de ervas e ingredientes, mas se está escrito aqui, vocês poderiam fazer um texto falando mais desses scotch e qual a diferença do puro malte pros blends.

  • Daydson Lana

    Qual a diferença entre blended scotch whisky Red Label e old scotch whisky Red Label?

  • Paulo henriq

    Alguém conhece o Whisky President ” Special Reserve” 12 anos ? a embalagem vem com uma garrafa de 75cl e uma outra com 5 cl

    • GERALDO ALEXANDRE

      e ai PAULO EU TENHO UMA E ESTOU VENDENDO, TINHA UM AMIGO +- 70 ANOS QUE DEUS O TENHA E ELE DISSE QUE JÁ TINHA PROVADO O WHISKY PRESIDENTE, E FALOU QUE ERA UMA MARAVILHA, MAS EU NÃO TIVE CORAGEM DE ABRIR O MEU. POIS HOJE ELE ESTÁ A VENDA.

  • GERALDO ALEXANDRE

    SÓ PARA COLECIONADOR

    TENHO UMA GARRAFA NA CAIXA COM A TAMPA QUE PARECE UM DIAMANTE.
    WHISKY PRESIDENTE SPECIAL RESERVE DE LUXE
    SCOTCH WHISKY
    MACDONALD GREENLEES LTD.
    DISTILLERS,EDINBURGH,SCOTLAND
    CONTENTS 75 CL
    ESTOU VENDENDO , ESTÁ COMIGO A 20 ANOS + 20 ANOS COM A PESSOA QUE ME DEU E + …?
    SÓ PARA COLECIONADORES
    [email protected]

    • Marcos

      Olá. Minha família tem uma garrafa WHISKY PRESIDENTE SPECIAL RESERVE DE LUXE com selo de aprovação de 1938. Está com nós a mais de 60 anos e gostariamos de vender. Se por acaso poder nos dar um auxilio agradeceria, pois estou sem noção do seu valor para negociação. Abraço. Marcos

  • Leonardo Stein

    Desculpe discordar, mas gostaria de receber sua opinião sobre minha afirmação.

    Acredito que o J.W. já teve a qualidade por você defendida, contudo a maturação tem se mostrado a certo tempo um problema para eles, e me parece que optaram sim por manter a escala e manter as vendas em função do valor da marca e não da qualidade em sí, como ocorreu com o próprio J&B.

    Neste sentido inclusive peço que verifique algumas informações, pois o próprio Blue Label, já não tem envelhecimento de 21 anos, a JW nem informa mais a idade do seu whisky topo de linha, informando somente que é o blend perfeito.

    O mesmo ocorre com o Green Label, que já foi “The art of pure malt”, e hoje é um baita de um blend.

    E o que dizer do novo Double Black Label que também não carrega uma carga específica de envelhecimento, mas sim de um blend para agradar paladares?

    Acredito que o J.W. que continua mais fiel a um bom scotch, ainda hoje é o Gold Label.

    Ao meu ver tudo indica que a afirmação de que hoje a J.W. vende mais a marca em si que um verdadeiro scotch é sim verdadeira.

    Gosto muito do Chivas, 12, 18 e Royal Salut. Inclusive tenho um primo que numa conversa estava defendendo ferreamente a qualidade do Blue Label, fiz então o convite, sentamos com uma garrafa de Blue e uma de Royal, após degustação de ambos, com a devida limpeza do paladar entre os dois, eis finalmente ele percebeu que de fato ocorreu uma mudança gradativa de qualidade de um ou de outro, contudo com resultado de melhor qualidade para o Royal Salut.

  • adriano

    Jack D. na seção de o melhor da Escócia é um gole que não dá pra engolir…

  • Alex

    Pessoal, uma lida no site da Single Malt Brasil (www.singlemalt.com.br) ajudaria a entender um pouco mais de whisky.
    Tem muito erro no post e nos comentários.

  • vendo whisky president – special reserve de luxe 20 mil reais numero para contato (51)32586670 (51)98556770 (51)98920306 se alguem quizer esta em otimo estado seladinho intocavel <————

  • Vendo whisky president – special reserve de luxe preço 20 mil reais endereço Rio grande do sul Porto Alegre numero para contado (51)32586670
    (51)98920306 (51)98556770

  • Olá,
    Gostaria de saber se alguém pode me ajudar? Faço um trabalho chamado Família Vende Tudo e trabalho também trabalho c/ antiguidades. Quando faço o trabalho de Família Vende Tudo (vender tudo o que está na casa), muitas delas possuem diversas garrafas de whisky e muitas delas diferentes do que estamos habituados a ver. Sinto que muitas delas são garrafas raras e como não somos especialistas em whisky , acabamos vendendo por preços insignificantes e pior ainda, muitas vezes para pessoas que também não conhecem. Fico imaginando alguém abrir uma garrafa de um whisky raro e toma-lo. Pesquisei algumas coisas sobre whisky e senti até uma dor no peito, imaginado que isso possa ter acontecido. Se alguém puder me ajudar meu e-mail é [email protected]
    Desde já agradeço Alessandra

  • Hans Siedorski

    Scotch legítimo tem que ser produzido em Highland? Santa bobagem… e os Islay? Speyside?