Os cinco sentidos da cerveja

O hábito de beber cerveja é uma experiência sensorial complexa, que compreende todos os cinco sentidos. Mesmo assim achamos uma tremenda frescura quando alguém diz que um tipo de copo altera o sabor. Não altera. Altera quase todas as outras sensações, exceto o sabor.

Altera muita coisa, menos o paladar

E como não damos muita bola para o sabor, com exceção de gourmets e outras pessoas fanáticas, acabamos confundindo o paladar com o resto.

O impacto maior dessa confusão acaba sendo nos copos de cerveja. Claro, outras bebidas mais frescas também tem copos especiais, mas aqui vamos falar só de cerveja porque sim.

Som de cerveja

A cerveja tem som, pois geralmente contém uma elevada quantidade de gás carbônico. Com isso não é incomum que latas ou garrafas façam um barulho característico quando são abertas. Psss.

Assim, quando alguém abre uma cerveja que não faz barulho já sabe que o sabor dela está “especial”.

Visão de cerveja

Copo da cerveja Budweiser

Depois do som, a apresentação da bebida muda completamente a sua experiência. Ao usar um copo fabricado especialmente para determinada cerveja, por exemplo beber Budweiser no copo da Budweiser, que possui uma marcação em relevo e cabe integralmente o conteúdo de uma lata ou long neck, tem-se uma experiência mais completa.

Taças da cerveja Stella Artois

Em outros casos, uma taça ou cálice personalizado, como esta da Stella Artois, é um espetáculo à parte e diferencia bastante o conteúdo, mesmo que a cerveja por si só seja muito parecida visualmente com 99% das pilsen do mercado.

Aroma de cerveja

Copos da cerveja Hoegaarden

Um copo com boca larga permite que o bebedor coloque o nariz dentro e, com isso, sinta o cheiro da sua bebida favorita. Nem toda a cerveja tem um cheiro agradável, mas a Hoegaarden e seu copo tipo tumbler permite isso.

Apreciar o aroma permite, de certa forma, antecipar o consumo da bebida. É quase como as preliminares, com a diferença que você não pode dirigir depois 🙂

Tato da cerveja

Taça da cerveja Bohemia

Algumas pessoas não percebem, mas um dos sentidos que mais se utiliza enquanto se bebe é o tato. A sensação já começa quando se pega o copo. Um mais bojudo, como o da Bohemia, permite que se sinta a temperatura da bebida e se a segure com mais precisão.

Depois das mãos, na boca também sentimos a cerveja, sua densidade e textura. Por fim, principalmente no caso de uma cerveja gelada, o último lugar onde se a sente é quando escorre pela garganta resfriando rapidamente os sistema digestivo.

Gosto da cerveja

É fato que a cerveja não vai alterar o gosto devido ao copo. Simplesmente não vai. Isso é frescura sim. Mas, nem tudo são copos e quando se mistura vários sentidos, a impressão sensorial passa a ser mais complexa.

Copo da cerveja Bohemia Weiss

Experimente beber cerveja com o nariz tampado, usando luvas térmicas ou canudinhos e ainda tapa-olhos. A sensação é completamente diferente. Um copo, taça ou acessório vai permitir apenas realçar um ponto ou outro característico da bebida.

Conclusão

Há duas formas de encarar a cerveja. Uma é simplesmente consumindo o líquido e a outra é experimentando todas as sensações que vem dela. Qual você escolhe?

Você também gostará desses

Mulheres e Cerveja: relação de séculos Se você ainda pensa que "cerveja não é coisa de mulher", você precisa acordar por mundo atual ou minimamente estudar história.
5 Cervejas pra beber nas festas de fim de ano Natal e Réveillon chegando e as dúvidas sobre o que beber também chegam. Confira agora 5 Cervejas pra beber nas festas de fim de ano. Todas preços óti...
Arte Moderna e cerveja: uma crítica diferente! Veja uma uma crítica diferente sobre o tema Arte Moderna e cerveja. Design de algumas latas pela visão do renomado Milton Glasser e Afonso Tresdê. Con...
Garrafas com música da Beck’s New Zealand Veja uma grande ideia da cerveja Beck’s New Zealand, que lançou umas garrafas com música, que tocam músicas de verdade por causa de uma tecnologia ino...
Todo carnaval tem seu fim. Ou não… O carnaval é uma festa épica. Muita cerveja, muita festa, muita diversão, tudo que uma vida sagaz precisa. Mas por que não podemos viver a vida como u...
Beber é cool! Beber é cool. Você concorda com isso? Com a chegadas das redes sociais isso ficou mais evidente. Muitos compartilhando seus momentos etílicos.