Visita ao Galpão Cervejeiro da Corina – Brasília

Olarrrr. Como dizem por aí, um bom filho à casa torna, então uma filha não tão boa assim, claro que haveria de voltar um dia para esta casa maravilhosa que é o Papo de Bar, não é mesmo!?! Mesmo a gente não escrevendo sobre cerveja, não deixa de beber cerveja, óbvio! Então assunto não falta nunca. Amém! Como matéria de (re)estreia, decidi falar do lugar que mais me encantou nos últimos dias, o Galpão Cervejeiro da Corina, em Brasília.

Conte mais sobre o Galpão Cervejeiro da Corina

A Corina é uma cervejaria cigana, com produção que vem lá de Goiânia e que aposta em receitas criativas, muitas IPAs e adição de frutas. Eles mantém um “galpão cervejeiro” numa área alguns quilômetros afastada do Plano Piloto de Brasília.

Galpão Cervejeiro da Corina torneiras chopp

QUERO!

Estávamos nós, meu fiel escudeiro desbravador de cervejas e eu, sedentos por explorar o mundo cervejeiro brasiliense. Daí, num sábado ensolarado e seco (sempre!) de Brasília pedimos um Uber e partiu Corina!

O local

Os arredores eram desertos, não havia uma viva alma pelo caminho, numa região meio industrial. Até a motorista do Uber achou que a gente era doido e digitamos o endereço errado. MASSSS, eis que surgiu na nossa frente um lugar lindinho no meio daquela rua inóspita. Tcharaaammmm!

Nem precisei sair do carro pra me apaixonar! Um lugar amplo, convidativo, um cheirinho de comida! Fomos direto para o balcão e quem nos recebeu com um sorrisão no rosto foi o Pedro, um cara muito foda, simpático toda vida!

copo americano e dardo dardo

Copo americano (brasileiro)

Olhando as opções das torneiras (muitas com rótulos da própria Corina mas também muitas convidadas, como Roleta Russa e Bodebrown), percebi que não existia a famigerada opção do pint, de 473 mililitros.

Perguntei o motivo ao Pedro e ele me explicou que era preocupação na Corina com a valorização do capital nacional. Por isso, as cervejas eram servidas no copo americano (que, caso você não saiba, é de autoria brasileira apesar do nome) e eles não vendiam nenhum refrigerante da Coca-Cola, e sim um que eu nunca tinha visto na vida, brasileiríssimo!

Ahhhhh,e eles aportuguesam as palavras estrangeiras, então a Pale Ale vira “pêiu êiu” e a Double IPA vira “dôbou india pêiu êiu“. Vejam só que figuras!

As cervejas são servidas no copo americano

Quais cervejas você bebeu no Galpão Cervejeiro da Corina?

Galpão Cervejeiro da Corina com pessoas

Para beber, você primeiro compra um cartão e carrega ele com $. O dinheiro que sobrar não é devolvido, mas você pode carregar aos pouquinhos, sem problemas.

Para resumir a história, eis as brejinhas devidamente bebidas no copo americano:

  • Corina Linda, Leve e Solta – APA;
  • Corina Viscosa – IPA com adição de goiaba;
  • Corina Fiapo – IPA com adição de manga;
  • Corina Conic – Double IPA
  • American Brown Ale da Roleta Russa;
  • Union Site Bier (Imigração) – Wit;
  • Revolução da Formigas (Roleta Russa) – IPA.

Das cervejas da casa, a que eu mais gostei foi a Fiapo, mas acabei levando uma sour (pois é, a febre de sour me pegou também) de goiaba para provar em casa.

Galpão Cervejeiro da Corina vaca

O galpão cervejeiro tem todo tipo de artifícios para deixar os bêbados e as crianças felizes e é muito legal. Tem tabuleiro de dardos (eu até arrisquei jogar alguns e não furei o olho de ninguém), mesa de sinuca, cama elástica e até uma mini pista de skate! E a decoração é simples e despojada, pra ficar à vontade mesmo.

Naquele sábado maravilhoso ainda tinha um cara mandando muito bem vários clássicos do rock só na voz e violão. E quande ele acabou, começou a passar Rick and Morty num telão. Poxa, tudo perfeito!

Mas e pra comer?

arroz carreteiro com carnezinhas

Pra comer tinha a Teró Cocina com várias carnes maravilhosas assando. Acabamos pedindo um arroz carreteiro com carnezinhas e bacon artesanal que estava lindo, gostoso e veio com uma pimenta forte, mas deliciosa. Comíamos chorando e botando mais pimenta. Só quem gosta entende… Ahhh, e a comida a gente pagou com tíquete refeição, o que é sempre uma alegria, ahahahahaha

E ainda tinha bônus…

plantação de lúpulo

Já tava tudo ótimo, sede matada, barriguinha cheia, fomos nos despedir do Pedro e aí ele informa que tinha nada mais nada menos que uma PLANTAÇÃO DE LÚPULO no quintal do lado do galpão! Imagina a emoção dessa pessoinha aqui que nunca tinha visto um pé de lúpulo na vida????

Peguei, cheirei, tirei foto e até levei uma florzinha pra casa (que o Pedro me deu, eu não roubei nada). Eles não usam aquele lúpulo nas receitas, é só ornamentação (e tiração de onda) mesmo.

plantação de lúpulo

O Pedro ainda nos levou pra conhecer a câmera fria (fico sempre emocionada quando me mostram a câmera fria, me sinto muito importante) e contou que em outubro vai ter Copa Brasil de Cerveja de 12 a 21 de outubro (save the date!) em Brasília e a Corina vai sediar a entrega dos prêmios. Foda!

Finalizando

E foi assim que passei um belo sábado bebendo cerveja boa num lugar muito maneiro e feliz por ter descoberto esse achado brasiliense! Espero voltar em breve!

E vocês, conhecem o Galpão Cervejeiro da Corina? Já foram? Indicam algum outro lugar?

Beijos.

Você também gostará desses

A volta ao mundo em 80 bares Juarez Becoza tem 62 anos de vida e 19 de idade mental. Fará uma viagem muito louca, uma volta ao mundo em 80 bares, algo totalmente inusitado e diver...
Como aprender sobre inovação falando de CERVEJA? Você conhece Design Thinking? Gosta de inovação? Que tal aprender sobre inovação falando de CERVEJA? Melhor impossível, certo? E mais ainda, falando s...
PdB Visita a cervejaria Bier Hoff O PdB segue suas visitações em cervejarias e visita a nobre Bier Hoff, localizada no sul do país, em Curitiba. Ótimos rótulos, um mestre cervejeiro de...
Rota dos Drinks Jack Daniel’s O Papo de Bar participou do último Rota dos Drinks do Jack Daniel's, que termina no dia 04 de julho de 2015. Drinks excelentes, uma grande experiência...
Festival de cerveja caseiro Lembra das antigas festas americanas? Resolvemos criar um festival de cerveja caseiro no estilo dessas festas americanas. Cada um leva uma cerveja art...
Testamos o RestauranteWeb O Papo de Bar testou o maior serviço de delivery de comida do Brasil, o RestauranteWeb e fez um review explicando como que funciona. Confira agora!