Visita à fábrica do Grupo Petrópolis

“Conheça uma das fábricas do gigantesco Grupo Petrópolis, que fica em Teresópolis. Lá é produzida as cervejas da marca Weltenburger, dentre outras bebidas.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (2 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

E ae meus nobres cervejeiros, tranquilidade? Já era pra eu ter escrito esse artigo tem tempo, mas por alguns eventos e bebedeiras eu só consegui agora. Vou falar da visita que eu fiz à fábrica do Grupo Petrópolis.

Depois que escrevemos o artigo sobre a Weltenburger a galera do Grupo Petrópolis resolveu nos chamar para fazer a visita.

Soube também que eles convocaram o Don Diego pra fazer uma visita na fábrica da Bahia. Sagacidade pura.

E como foi a visita na fábrica do Grupo Petrópolis?

garrafa cerveja barock dunkel

Foi bem sagaz. E não pensem que foi na fábrica que fica em Petrópolis, pelo contrário, fomos na de Teresópolis. O Grupo Petrópolis possui 7 fábricas espalhadas pelo Brasil.

Fora que eles possuem diversos produtos:

  • Cerveja Itaipava
  • Cerveja Crystal
  • Cerveja Lokal
  • Cerveja Weltenburger
  • Cerveja Petra
  • Cerveja BlackPrincess
  • Cerveja Miller
  • Energético TNT Energy Drink
  • Energético Magneto
  • Isotônico Ironage
  • Vodka Blue Spirit
  • Blue Spirit Ice
  • Vodka Nordka
  • Água Petra

Demos sorte da troca em cima da hora pra conhecermos a fábrica de Teresópolis, já que lá que a Weltenburger é fabricada.

Começamos o Beer Tour, que também é aberto ao público, com o simpático Alex Correa. Ele nos mostrou todos os detalhes de produção das cervejas no local.

Depois fomos pra área fria pra ver as cervejas sendo produzidas e podermos tirar uma prova. Bebemos simplesmente a Weltenburger Kloster Barock Dunkel, tricampeã na Wolrd Beer Cup.

Projeto AMA

Na apresentação da empresa durante o Beer Tour nós fomos apresentados ao Projeto AMA, uma parte sustentável e que ajuda a natureza e atende instituições de Petrópolis e São José do Vale do Rio Preto.

Os alunos das escolas municipais têm ações como plantar mudas de árvores, caminhar pela mata em trilhas sinalizadas, aprender a identificar diferentes espécies e suas propriedades. Deveras interessante.

Conheça mais sobre o Projeto AMA.

E como é o restante da fábrica de Teresópolis?

fábrica grupo petrópolis

O terreno é gigante. Vimos a parte onde parte que não é utilizada da cerveja é separada e vendida para as fazendas darem de comida para o gado.

Isso é deveras interessante, pois praticamente nada é desperdiçado, ajudando as fábricas vizinhas, dentre outras coisas.

A água do Grupo Petrópolis

Outro ponto legal. Antigamente onde a água era retirada fazia muita diferença, hoje sabemos que isso não é tão importante, já que quimicamente podemos deixar a água como quisermos.

O interessante é que eles pegam a água de poços de profundidade localizados no terreno da fábrica, purificam, fazem cerveja e depois com o que resta eles tratam novamente com o ETDI e jogam de volta ao rio com até 98% de tratamento. Fantástico!

Engarrafando as cervejas

fábrica grupo petrópolis envasando

Algo que acho surreal numa fábrica grande de cerveja é a velocidade como elas são envasadas. Fora a tecnologia por infra-vermelho que verifica se as garrafas estão 100% ou não.

E também a velocidade pra colar os rótulos, fora o transporte pelas esteiras e a parte que faz o processo de pasteurização.

É algo que fica totalmente desproporcional para quem produz cerveja em casa, até mesmo para as cervejarias artesanais de menor porte.

Os comes e bebes

mesa de frios

Eis que é chegada a hora em que finalizamos o Beer Tour e começamos a degustar uns petiscos e beber cervejas.

Fiquei assustado com a quantidade e variedade de comida, tinha até costela de porco, algo que gosto pacaralho. Diversos queijos, sandubas e afins.

O Victor, funcionário gente boa pra cacete que nos acompanhou durante o Beer Tour, ficou lá trocando ideia conosco, falando sobre as cervejas do portfólio.

Citou sobre uma cerveja que não é produzida pelo Grupo mas ainda tinha lá no estoque. Aproveitei e bebi uma, muito boa.

Ele me apresentou a um dos mestres cervejeiros do Grupo, batemos um papo, foi simplesmente fodástico. E ainda me ofereceu uma das cervejas que tinha acabado e eu ainda não tinha experimentado, ponto para eles.

Finalizando

dulcetti bebendo cerveja na fábrica grupo petrópolis

Gosto muito de visitar fábricas de cerveja, seja das artesanais ou as gigantes do mercado, ver todo o trabalho e performance das equipes.

Interessante como a galera do Grupo Petrópolis se preocupa com o Meio Ambiente, dá pra ver na fábrica e região, não somente na apresentação que é feita no início do Beer Tour.

E vocês, já visitaram a fábrica do Grupo Petrópolis? Qual delas? Já visitaram alguma fábrica de cerveja?

Aquele abraço.

Você também gostará desses

O melhor do Festival Brasileiro da Cerveja continu... Veja o que está rolando no Festival Brasileiro da Cerveja de 2013, as cervejas premiadas, o I Concurso Brasileiro de Cervejas, as novidades como a cer...
Festival de Outono Bodebrown O PdB compareceu ao Festival de Outono Bodebrown de 2016 e mostra como foi essa edição, o que melhor rolou e algumas críticas. Confira agora!
Sommerfest 2013: A Oktober de Verão Você sabia que em janeiro acontece uma Oktoberfest de Verão? Sim, isso mesmo, a Sommerfest, que rola em Blumenau sempre no mês de janeiro com muita mu...
Chegaram as Novas Bohemias Chegaram as Novas Bohemias, cervejas com novos sabores, criando novas experiências para você, tanto na degustação quanto na harmonização.
OktoberJack, a Oktoberfest no Rio de Janeiro Vem aí o evento etílico OktoberFest. Mas para quem não tem condições de ir para Blumenau, tem um acessível pra galera no Rio de Janeiro, o OktoberJack...
Latinha Skol 360 de 269ml: Rio Eu amo eu cuido A Skol juntamente com o movimento “Rio eu amo eu cuido”, lançou uma lata de 269 ml da Skol 360, edição limitada, no quiosque da marca, em Copacabana. ...

Compartilhe: