Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (29 votes, average: 8.21 out of 10)
Loading ... Loading ...

Créditos: andreamary

Falaremos um pouco sobre cerveja (logicamente, este é meu papel aqui nesta revista, certo?). Mas não vamos falar de cervejas como pilsens como Skol e Brahma, weiss como Paulaner e Erdinger, Stouts como Guinness, etc. Vou falar de um ponto antes desse, falarei sobre os tipos de cerveja.

Mas esses não são tipos de cerveja?

Vamos dizer que não, vamos começar a chamar de “estilos” de cerveja e não “tipos” de cerveja, correto? São nomes parecidos, praticamente sinônimos, alguns podem achar que é tudo a mesma coisa, mas não, vamos tratar corretamente as nomenclaturas. Mas claro, isso acaba não sendo uma regra definitiva, não sou eu quem decide e “comanda” isso, mas é a forma como tratarei as cervejas.

Estilos de cerveja

Créditos: SonOfJordan

São inúmeros os estilos de cerveja, não teria como falar um número, ainda mais exato. Ainda mais porque existem variedades em um estilo de cerveja, o que às parece ser um “sub-estilo” de cerveja, por exemplo, não sendo inferior, mas fazendo parte dessa “família”. Podemos citar a weiss, pilsen, stout, abadia, strong ale, entre outras milhares.

Um ótimo link para saber mais sobre estilos de cerveja é o BJCP, eles possuem um PDF bem completo sobre os estilos de cerveja, mas só que está em inglês.

Os tipos de cerveja

Agora sim, vamos falar do assunto deste post, os tipos de cerveja. Ao contrário dos estilos de cerveja, os tipos de cerveja são apenas dois, somente dois: Ale e Lager. Provavelmente você já ouviu falar desses tipos, principalmente do segundo, que é o tipo que mais vende por aqui no Brasil, porque as pilsens como a Brahma e Antarctica são do tipo Lager.

Basicamente são esses dois tipos, grupos de cerveja, que a diferença entre as duas se dão considerando a espécie de levedura e seu posicionamento no tanque, durante a fermentação. Vamos saber mais um pouco sobre.

Cervejas do tipo Lager

Créditos: leehchris

São as cervejas de baixa fermentação, sendo produzidas em uma temperatura reduzida, por volta de 10 graus. Como disse anteriormente, são as mais vendidas aqui no Brasil, por causa das pilsens, que são vendidas aos montes no Brasil. Mas isso não faz com que as pilsens sejam ruins, somente água e milho como as cervejas mais tomadas no Brasil, muito pelo contrário. Na Alemanha e na República Tcheca temos cervejas do estilo Pilsen muito boas e geralmente mais amargas.

Na grande maioria as Lagers snao mais secas, com maior predominância do malte e do lúpulo sobre os sabores e aromas provenientes  da levedura. As pilsens brasileiras são extremamente leves, com pouco corpo e amargor, por isso que é muito consumida, a galera bebe na praia, refresca e desce bem depois de uma partida de futebol. Enquanto as alemãs, por exemplo, são mais amargas e encorpadas.

Cervejas do tipo Ale

Créditos: Trazy

É o tipo que eu prefiro, são muito mais complexas e frutadas, o que dá a graça na cerveja, o “diferente” que muitos falam ao experimentas uma cerveja diferente das pilsens que estão acostumados a beber.

As cervejas do tipo Ale são cervejas de alta fermentação, são feitas em temperaturas mais altas, por volta de 20 graus e seus fermentos ficam suspensos nos tanques de fermentação, que é de onde vem o “alta fermentação”.

As primeiras cervejas foras as Ales, na época não existia ainda as cervejas do tipo Lager, que surgiram por volta do ano 1400.

As cervejas nacionais

Como vimos, a cerveja campeã de vendas no Brasil são do estilo Pilsen, que fazem parte do tipo Lager. Mas é importante mencionarmos que não é por causa dessa “vitória” esmagadora das pilsens, que o Brasil não produz cervejas em outros estilos e de qualidade. Porque cá entre nós, eu não considero Skol uma cerveja e sim uma água misturada com milho com um pouco de cevada.

E existem grandes cervejarias nacionais participando desse movimento que falamos, o Movimento “The Craft Beer Renaissance”, buscando a produção de cervejas de qualidade, artesanal. Dentre elas podemos citar a Eisenbahn, Baden Baden, Colorado, Mistura Clássica, Dado Bier, Backer, Falke, entre outras várias e produzindo nos mais diversos estilos de cerveja, seja Ale ou Lager.

Mas infelizmente sofremos com esse consumo das cervejas pilsens em larga escala. Meu camarada Dono do Bar vai procurar escrever algo sobre isso, esse consumo, alguns porquês sobre o assunto.

Abaixo segue uma imagem interessante com um organograma mostrando alguns estilos de cerveja dentro dos tipos Ale e Lager:

Clique para ampliar

Finalizando

Continuarei falando sobre cerveja semana que vem, falarei sobre os ingredientes principais na produção de uma cerveja. Espero que tenham gostado e coloquem seus pontos nos comentários, é um assunto que abre uma tremenda discussão e das boas.

Aquele abraço e um brinde.

Sobre o Autor

Apaixonado e colecionador de garrafas de cervejas, cursei 4 períodos de Engenharia Ambiental, mas como frequentava mais o Pires do que as aulas, vi que a engenharia não era pra mim. Aprendi a fazer cerveja e fui me formar em Certified Brewmaster na faculdade de VLB-Berlin na Alemanha.

  • José Siqueira

    As cervejas consumidas no Brasil(Skol e afins) são do estilo Standard American Lager e não Pilsener.

    Aquele organograma está horrivel, não tem nada a ver. . .

  • Tiago Bele

    Confirmo o comentário anterior… as "pilsens" brasileiras são, na verdade, do estilo Standard American Lager…

  • Felipe

    O estilo American Standard Lager tem uma releitura no Brasil… Brazilian Corn Beer =P

    Substitui-se malte por cerais não maltados de maneira pouco criativa!