Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (5 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading ... Loading ...

Fala, Sedento!

Hoje, este privilegiado colunista que vos escreve está comemorando muito. Não só porque teve um dos finais de semana mais memoráveis de todos os tempos, mas principalmente por ser o Dia Nacional da Cachaça!

Dia Nacional, Dia Mundial, todo dia é dia de cachaça?

Produção de cachaça na época dos escravos

Já falamos sobre o Dia Mundial da Cachaça, é no dia 21 de maio, mas o que você de repente não sabe é que hoje, dia 13 de setembro, é o Dia Nacional da Cachaça. Essa data é recente, a câmara Comissão de Educação e Cultura da Câmara aprovou por causa do dia 13 de setembro de 1661, que houve uma pressão dos produtores e consumidores de cachaça, que a coroa portuguesa liberasse a produção da cachaça no Brasil. O projeto está em processo na câmara e não tenho dúvidas que vão liberar em breve ;)

Cachaça, cultura nacional

Neste dia muito comemorado por todos os que apreciam a maior expressão da cultura brasileira em forma líquida, as pessoas que admiram a cachaça têm uma chance de mostrar aos que torcem o nariz para ela que esta bebida é coisa muito fina, sim. A purinha (ou qualquer outro apelido carinhoso que você queira) é genuinamente brasileira e não abaixa a cabeça para nenhuma outra bebida que venha de fora.

E não é somente isso, é muito mais…

 

Fonte de cachaça

Mais que tradição...

Créditos: Staney Fernandes

Ela é tradição, história, folclore, cor, aroma, sabor, aquele fim de semana na chácara, boa música, baralho, conversa, viola e fim de tarde na varanda. Sempre que consumida com responsabilidade, vira o centro das atenções em rodas de amigos, comentada e apreciada por quem vem de fora, é o soro da verdade, a fonte da juventude, a coragem para chegar em quem te interessa, desperta o John Travolta e o campeão do karaokê em qualquer um.

É rica em detalhes, tem personalidade e pegada forte, mas é um doce com quem sabe lidar com ela. Tem a capacidade única de se combinar com várias outras coisas e ser sempre diferente sem mudar a essência. Ela evoluiu muito, mas a alma é imutável. Assim como a cana, tem suas raízes na nossa terra. São milhões de consumidores e um assunto em comum. Histórias com um personagem sempre muito descontraído. Milhões de “cara, você nem imagina o que aconteceu depois que estávamos bebendo uma cachacinha aquele dia”. E bilhões de litros que englobam parte da composição de um país inteiro.

Um grande patrimônio brasileiro

 

Mão segurando cachaça

Um brinde

Créditos: copo de cachaça

Hoje é um dia de comemoração, mas acima de tudo, é um dia para lembrar a todos que a cachaça é um patrimônio brasileiro e deve ser tratada com o respeito devido. Quando eu digo respeito, não falo apenas de dar o valor que a cachaça e seu processo produtivo merecem, mas principalmente, no respeito às pessoas que estão à sua volta.

Temos que apreciar a nossa cachaça, mas sem esquecer de sermos responsáveis. Eu, por exemplo, prefiro ficar em um lugar seguro e beber pouco para não deixar de sentir o paladar inigualável da cachaça a entornar uma garrafa inteira, não sentir mais o prazer de uma dose, sair de carro e correr o risco de ser rebocado, multado, preso, ou ainda pior: causar um acidente e machucar alguém que não tinha nada a ver com o meu momento.

Responsabilidade, pra ter histórias pra contar

Dois degustadores de cachaçaCréditos: Programa Rolé

Eu quero ter muitas histórias. Quero que esta coluna possa relatar muito mais coisas que fiz por aí quando apreciava minhas cachaças, conhecer novos rótulos, novas regiões produtoras, novas pessoas que também gostam de cachaça. Ajudar a exaltar o nosso produto, comemorar vários outros dias da cachaça e fazer com que mais pessoas passem a vê-la como ela realmente é: uma verdadeira estrela em qualquer bar.

Mafagafo bêbado

BURP!

Um brinde ao Dia da Cachaça!

Até a próxima!

Sobre o Autor

Jeremy Joseph é o alterego de um publicitário blogueiro e petroleiro que apesar do nome "agringalhado", gosta da brasileiríssima cachaça (entre outras coisas), mulheres, noitadas, viagens, festas e de combinar isso tudo para escrever em uma coluna do Papo de Bar.

  • Lúcio Ramos Disconzi

    Olá. Pessoal, parabéns pelo site. Mas preciso entrar em contato com alguém responsável pelo mesmo. Acho que o e-mail de contato do site não esta funcionando. Por favor, entrem em contato pelo meu e-mail.

  • Aguinaldo Grillo

    Viva o dia Nacional da Cachaça !!!
    Seja purinha ou nos drinks em geral, esta bebida está na boca dos apreciadores de m bom destilado.
    Prá comemorar, vou apreciar uma dose de uma purinha envelhica quando chegar em casa.

  • http://www.cabanacaipira.com eduardo verardo

    Bom dia…senhores e senhoras amantes da nossa cachaça, vamos nos preparar para mostrar ao mundo as qualidades da cachaça, eventos mundiais estao acontecendo e vao acontecer no Brasil, chegou a hora, o mundo esta de olho, quem conhece sabe quem nao conhece vai saber, Cachaça a bebida artesanal, vai estar presente em todos os mercados mundiais, so depende de nos OS BRASILEIROS..acesse http://www.cabanacaipira.com sou Eduardo Verardo, procure no youtube abraço a todos…..