Shane MacGowan

10 fatos sobre o álcool

“Confira agora 10 fatos sobre o álcool que podem te fazer refletir. Sejam eles bons ou ruins, existem pontos que o álcool influencia na vida das pessoas, e nós, do Papo de Bar, sempre achamos esses pontos muito bons ;)”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (12 votes, average: 9.17 out of 10)
Loading...
468x60 - Acessorios

Em um artigo anterior eu escrevi as 8 razões pelas quais beber é legal. Foi pouco, afinal, eu poderia escrever uma tese de doutorado só falando sobre o álcool e seus maravilhosos efeitos. Dessa vez eu trago 10 fatos sobre o álcool.

10 fatos sobre o álcool, seja bom ou ruim

Aqui, diferente do último artigo sobre esta maravilhosa solução, trarei alguns fatos, bons ou ruins. Bem, na minha opinião são todos bons. Cabe a você, caro leitor, decidir de que lado você está.

1 . Ele brilha como uma luz na escuridão, uma luz no fim do túnel!

Shane MacGowan

Créditos: Jenny hardcore

Quando eu preciso de uma luz dentro de mim, entro em um pub e bebo 15 litros de cerveja.
– Shane MacGowan

Acontece com todo mundo . Você acorda completamente mal humorado e tudo o que você pensa em fazer parece uma enorme perda de tempo. Então decide beber.

Você pode ter que forçar-se a fazer isso, porque mesmo beber parece uma grande perda de tempo. De repente, o peso do mundo se desloca um pouco para fora dos seus ombros, não muito, mas o suficiente para você perceber. Você toma outra cerveja (ou bebe outra bebida, não importa) e os problemas parecem ainda mais leves.

O mundo é uma droga e você sabe que os seus problemas ainda são um pé no saco. Mas não é o fim do mundo, né? Então você toma uma terceira cerveja e uma lasca de luz atravessa as trevas e você pode realmente achar que é um mundo maravilhoso este onde vivemos. Seis ou sete cervejas depois e Bazinga! -Você está não só fora do poço da tristeza, mas de alguma forma conseguiu pular em cima de algum pico vistoso e magnífico, rodeado por vastas planícies de esperança e oportunidades.

Ah, claro, sempre haverá aqueles que irão dizer que este é um sentimento falso de otimismo, impulsionado por uma reação química no cérebro, mas e daí? Como qualquer palestrante motivacional vai dizer, uma atitude positiva, alcançada por qualquer meio, é o primeiro passo para a realização de qualquer coisa de valor.

Onde há bebida, há esperança!

2- Ele estimula a imaginação.

Friedrich Nietzsche

Créditos: Jerry lópez

Para que a arte exista, para qualquer tipo de atividade estética exista, uma determinada condição fisiológica é indispensável: a intoxicação
-Friedrich Nietzsche

Eu escrevi sobre isso no artigo que citei na abertura deste texto que você tem o prazer de ler neste momento: o álcool é uma puta inspiração. Um anabolizante!

Artistas abstêmios são os maiores protestantes contra o álcool. Eles acham que beber fornece uma vantagem injusta. Quase que como os esteróides proporcianam vantagens para atletas profissionais. O álcool é o esteróide para o conjunto criativo. Ele não só lhe permite olhar para algo de um ângulo diferente, ele abre uma porta para o subconsciente, a primavera de todas as idéias.

O filósofo romano Sêneca disse: “A embriaguez nada mais é que loucura voluntária“, e ele estava certissimo. Aplicado de forma certa, o álcool faz você sair da sua mente, e com isso você permite que a sua cabeça saia de qualquer rotina mental que você está marchando, o que é importante, já que essa marcha não tem muito o que oferecer.

3 – Ele une as pessoas.

Ralph Waldo Emerson

O segredo da embriaguez é que ela nos isola em pensamento, enquanto nos une em sentimento.
– Ralph Waldo Emerson

Graças a TV , a Internet, telefones celulares, produtos farmacêuticos e jogos de vídeo games, passamos mais tempos sozinhos, fisicamente, do que em qualquer outro momento da história da humanidade. É uma ironia dos tempos: a tecnologia nos tirou das cavernas para as grandes cidades e agora está nos levando de volta às cavernas . Fomos reduzidos a eremitas gritando um com o outro a partir de janelas digitais.

Esta não é a melhor forma de se viver a vida, pelo menos na minha opinião. Comunicar-se com um ser humano através de fibras óticas e sinais de satélite pode ser conveniente, mas não pode ser um substituto para contato face-a-face.

Não há nada como o álcool para tirá-lo de sua caverna e colocá-lo no meio da multidão . Um punhado de bebidas e de repente você sente que o mundo poderia se beneficiar da sua presença, já que você é uma pessoa extremamente legal e divertida. Isso faz você querer procurar a companhia humana, e uma vez encontrada, começou a diversão! Coloque 20 estranhos em uma sala e sirva-lhes água, e você vai ter uma conversa chata, na melhor das hipóteses . Dê-lhes bebida alcóolica e você terá uma festa. Riso desenfreado quebra a tensão superficial , as amizades são formadas , romances são provocados e a roda da vida começa a girar.

No final da festa você vai finalmente voltar para sua caverna , claro, mas talvez você leve alguém de volta com você.

4 . Ele faz de você uma pessoa mais humana.

Jimmy Breslin

Créditos: Stephen Verona

Em um mundo onde existe uma lei contra as pessoas que demostram suas emoções, ou libertam suas vidas dos dias cinzentos, uma bebida não é uma ferramenta social. É uma coisa que você precisa para viver.
– Jimmy Breslin

Durante um dia típico, o pêndulo emocional de uma pessoa comum oscila dez graus em qualquer direção, a partir de incômodo leve (derramar uma xícara de café em sua mesa) para diversão leve (um colega de trabalho derramar uma xícara de café no colo) . Descobrindo as suas emoções, a sociedade nos ensinou a nos mantermos menos vulneráveis, o que é uma outra palavra para a fraqueza . Nós não somos apenas encorajados a manter nossas emoções para nós mesmos, devemos enterrá-las lá no fundo. E lá estamos nós , os macacos glorificados que aprenderam a fazer máquinas , tetando por alguma razão inexplicável , nos tornarmos essas mesmas máquinas, executando tarefas repetitivas oito horas por dia sem esboçarmos qualquer tipo de emoção.

Os melhores exemplos da humanidade , todas as grandes figuras da história, eram homens e mulheres que viveram suas vidas com um enorme excesso de paixão.

E não há nada como bebida para atiçar o fogo da paixão que arde dentro de você . Ela serve como um catalisador emocional , dá ao pêndulo um empurrão , permitindo-lhe girar em um grande arco. Ela te fornece a energia e a desculpa para exercer toda a gama de emoções humanas: desde a justa raiva ao mais puro amor romântico. E se a noite estiver boa, espera um intervalo de 5 minutos para viver estas duas emoções.

Sóbrios , somos robôs sem alma. Bêbados, somos seres humanos dispostos a nos divertir. O que você prefere ser?

5 . É um caminho certo para a aventura.

Jim Morrison

Créditos: Mercedes

De alguma forma, é como um jogo de apostas. Você sai para uma noite de bebedeira e não sabe onde vai acabar no dia seguinte. Pode dar tudo certo ou pode ser um desastre. É como jogar dados!
– Jim Morrison

Para a aventura existir, dois elementos devem estar presentes: riscos e coragem para enfrentá-los . O álcool fornece ambos.

A embriaguez aumenta a possibilidade de aventura. Não importa o quão bem você se dá com os efeitos da bebida , há sempre a possibilidade de algo imprevisível acontecer, especialmente se você considerar que todas as pessoas ao seu redor pensam da mesma forma.

O álcool também te empresta a coragem necessária para enfrentar esse perigo inerente, que infunde confiança e a atitude, sentimentos essenciais para você tomar o primeiro passo para esta selva metafórica.

Bem , alguns podem condenar esse tipo de bravura como “ coragem falsa” , mas o que importa de onde brota a coragem? Você acha que Genghis Khan deu a mínima se era sede de sangue, lealdade a seu comando ou uma barriga cheia de leite de égua fermentado que encorajou o seu cavaleiro a descer morro abaixo e invadir a tribo rival?

Hoje em dia as pessoas anseiam pela emoção da aventura, mas preferem viver sem perigo, o que é ridículo. Isso não é aventura, é um passeio na Disneylândia.

Bebedores são tomadores de risco, eles estão dispostos a jogar os dados. A sociedade moderna faz você acreditar que beber é uma coisa ruim . Correr riscos é o que faz da vida uma vida, em oposição a uma sentença de prisão perpétua, mesmo que metafórica.

6 . É um plano de fuga à prova de idiotas.

Ernest Hemingway

Créditos: Encyclopaedia Britannica

A vida moderna é muitas vezes uma opressão mecânica, e a bebida é o único alívio para o que é mecânico.
– Ernest Hemingway

Sua vida é uma prisão. Você, sim você mesmo, vive em uma gaiola.

Espera aí, você diz. Eu amo minha vida. Eu tenho uma vida maravilhosa! Eu não trocaria isso por nada!

Bem, com certeza . Eu não estou dizendo que não é uma gaiola dourada , com comodidades em abundância, e eu estou certo que você já aprendeu a tocar todos os tipos de músicas deliciosas enquanto artisticamente sacode as barras da sua prisão.

O que estou dizendo é que você está preso em uma prisão de conformidade e rotina : você tem que ir para o trabalho , você tem que pagar suas contas , você deve alimentar seus animais de estimação , você deve estar em certos lugares em determinados momentos e se você não estiver, então você terá que encontrar uma nova gaiola para viver.

A primeira coisa que ficar bêbado vai te fazer é te tornar consciente de que você está preso em uma gaiola. Foda-se esse trabalho, você vai pensar. É um saco! E foda-se para os seus parentes indo para a ceia de natal, como você faz todo ano. E você com certeza não quer ir à igreja amanhã. De repente você pode ver os bares. E você se vê preso, mas não me refiro às paredes em que você se encontra bebendo, se é que você me entende.

A segunda coisa que ele faz é fazer você esquecer que a gaiola existe. Você fica tão envolvido com os bons momentos que tudo parece um borrão distante, uma memória de infância vaga onde nada mais aconteceu. Beba o suficiente e você terá dificuldades de dizer ao taxista em que rua está situada a sua gaiola. Quem diz que o álcool não vai te afastar das suas preocupações nunca bebeu o suficiente.

Claro , quem bebe álcool para escapar da realidade é difamado nos dias de hoje. De alguma forma, isso é uma coisa terrível . As barras da gaiola estão lá para protegê-lo, eles vão te dizer . O que eles não entendem é que, as vezes, você quer escapar daquilo que está o tempo todo lá na gaiola, ou seja, você.

7 . Ele educa.

Scott Fitzgerald

Créditos: Mark LaFlaur

A ressaca passou a fazer parte do dia, bem como a soneca da tarde.
-F. Scott Fitzgerald

Eu sei o que você está pensando: “Esse DrunkAndRoll é maluco? A ressaca é o pior inimigo de um bom bebedor”

Eu discordo. Ressacas são coisas boas, e aqui está o porquê :

Em primeiro lugar, elas proporcionam um equilíbrio. Todo Yin deve ter o seu Yang. Eu sei que é difícil de perceber quando você está “Yangando” sobre a pia na manhã seguinte, mas considere: que tipo de público você encontraria nos bares se beber só fosse feito de bons momentos? Se não houvesse punição por trás deste prazer? Um bando de “almofadinhas” esperando pelo próximo drink seria o tipo de pessoas que você veria no seu bar preferido. É com esse tipo de pessoas que você quer dividir sua bebida?

Ressacas moldam o seu caráter. A ressaca é o irmão mais velho, que te ensina que a vida não é moleza, e te ensina como você deve contra-atacar.

Finalmente, e talvez o mais importante: ressacas ensinam a arte da recuperação. Elas infundem a idéia de que, se você ranger os dentes e lutar contra a dor, em breve você será capaz de voltar começar a “balançar” novamente.

8 . Ele transmite auto-conhecimento.

É muito mais absurdo dizer que um homem está disfarçado na bebida alcoólica , pois , ao contrário, a maioria deles está disfarçado pela sobriedade.
– Thomas de Quincy

É uma loucura . Pessoas participam de seminários , meditam, consultam os astros e quiromantes, fazem inúmeros testes de personalidade, tudo na tentativa de descobrir quem elas realmente são . Todas aquelas pobres almas estão andando por aí perguntando: “Quem realmente sou?”. Quer saber mesmo? É fácil: fique bebado!

Nada revela a sua natureza interior, para si e para aqueles com sorte suficiente de estarem por perto, como uma boa bebida. Gole após gole, o álcool desnudará todas as suas camadas, cuidadosamente formadas pelo fingimento, mostrando o seu verdadeiro eu.

Direto e reto : quem nunca esteve bêbado não sabe nada sobre si. Tudo o quem um abstêmio conhece é a voz da sua consciência, falando na sua cabeça, e essa voz é uma mentirosa. Só quando aquele pregador é empurrado para fora do púpito, para que o resto da congregação possa falar, que você se torna consciente dos seus verdadeiros dogmas.

Bêbados têm um excelente entendimento do seu verdadeiro eu . Eles estão conscientes de todas as dimensões da sua psique – já cantaram com os seus anjos e se enfureceram com seus demônios. Eles conhecem cada canto de sua memória, justamente pelo fato de já terem a visto de diferentes ângulos e formas. O que é importante, porque, como Plutarco pregou , você não pode amar alguém totalmente até que você a conheça por inteiro.

O que nos tráz ao próximo fato sobre o álcool.

9 . Ele permite que você acredite ser uma pessoa melhor do que você jamais imaginou que fosse.

William Faulkner

Quando eu bebo um Martini, me sinto maior, mais sábio, mais alto. Quando bebo dois, me sinto o máximo. Quando bebo três ou mais, nada me segura.
– William Faulkner

Já percebeu como bêbados raramente parecem se importar em ser o centro das atenções? Não só eles não se importam, como eles praticamente exigem, mesmo que isso signifique quebrar o bar inteiro ou berrar o mais alto possível.

E porque isso acontece? Fácil! Porque quando você está bêbado você tem certeza que merece todos os holofotes. Você pode ser o mais tímido dos seres humanos, um ratinho quando sóbrio, mas beba a quantidade de álcool suficiente e você se tornará o Mel Gibson recitanto Shakespeare, porém, de forma ininteligível.

O álcool evidencia todas as suas qualidades, mesmo as que você sequer sabia que tinha. Ele eleva o seu senso de humor, afinal, ninguém ri de uma piada de mau gosto como um bêbado . Ele revela que você é um sensacional dançarino, um hábil conversador, um brilhante filósofo, um cantor talentoso e o mais sensual dos amantes. E bonito? Você fica tão bonito que terá que rejeitar a maioria das meninas do bar, afinal, nenhuma delas irá resistir a sua beleza quase angelical, e você não conseguirá sair com todas as meninas em uma noite só.

O álcool permite que você ame a si mesmo, e na minha modesta opinião, todos deveriam se sentir assim de vez em quando . Por que você deve passar a vida agindo como um contador, um vendedor ou um advogado, só porque é isso o que você faz para viver?

Por que só os reis começam a sentir como reis? Acho que está clara a resposta.

10 . Ele traz alegria.

Jack Kerouac

Créditos: kristin8881

Por que diabos as pessoas simplesmente não continuam bebendo? Eu quero o êxtase da mente o tempo todo.
– Jack Kerouac

Não há alegria suficiente no mundo , e isso é um fato. Se houvesse, o álcool teria sido descartado como um mero desinfetante há muito tempo.

Eu sei, eu sei. Algumas pessoas irão dizer que encontraram o sentido de suas vidas, que são extremamente felizes e que isso já basta. Beber pra quê? É verdade. Eu já notei que isso realmente parece funcionar para algumas pessoas. O que eu também notei é que essas pessoas, bem, elas são meio doidinhas.

Eu não estou dizendo que não há oportunidade para ” curtir um barato ” quando se está sóbrio. Eu só estou dizendo que esses casos são muito raros e distantes entre si. Pense nisso – quantas vezes você se sente verdadeiramente alegre – digo aquela alegria desenfrada – quando sóbrio ? Uma ou duas vezes por semana? Você não pode contar com isso. Você não poderá contar com aquela bola que a criançada da rua chutou na janela daquele seu vizinho chato durante a hora da novela das seis, estilhaçando o vidro e dando um puta susto no sujeito, te matando de rir. Não, você não pode. Mesmo se você pague uma rodada de coca-cola para a molecada toda vez que você quiser que isso aconteça.

Eu sempre me divirto quando leio alguns textos de autores se questionando que graça as pessoas vêem nas bebidas. Que motivação obscura ou falha genética deve levá-los a beber? O que as pessoas “puras”não parecem ser capazes de compreender é que um bebedor pode andar de bar em bar, e após alguns drinks, atingir o mesmo nível de euforia que o abstêmio teria ao resgatar uma meia dúzia de gatinhos abandonados na rua.

É alegria sob demanda. Sua quinta cerveja desce suavemente pela sua garganta, e a sensação de bem estar surge como um raio em um dia chuvoso. Então, enquanto você continua bebendo noite adentro, a sensação expande-se em um verdadeiro sentimento de euforia. Não há nada de falso nisso . É um ataque em três frentes : você se sente bem porque o estresse é liberado, a auto-estima é elevada, e suas inibições foram embora.

E, que sentimento maravilhoso saber que a alegria está distante apenas de uma caminhada de distância até o bar.

Baseado no Modern Drunkard

Você também gostará desses

Mr. Beer lançou cerveja do Ultraje a Rigor O Mr. Beer lançou cerveja do Ultraje a Rigor, fazendo mais uma parceria "rock-cervejeira" com bandas nacionais. São três linhas, Pilsen, Weiss e Pale ...
Top 10 cervejas inspiradas em músicas Conheça um Top 10 de cervejas inspiradas em músicas de bandas de Rock N Roll. Desde a cerveja do Iron Maiden até Rolling Stones e Pearl Jam. Confira a...
Rock and Roll Christmas Veja uma lista de sugestão de presentes para o final de ano com o tema etílico misturado com Rock N' Roll. Camisetas, cervejas, whisky, tequila, abrid...
Colorado Titãs: Cervejaria lança cerveja em parcer... Mais uma banda nacional lança a sua própria cerveja. Dessa vez é o Titãs que irão lançar a cerveja Colorado Titãs em parceria com a Cervejaria Colorad...
Bebidas e festivais de música – como sobrevi... Agora vamos te ensinar todas as maracutaias sobre Bebidas e festivais de música. Sim, somos os seus melhoresamigos antes do Rock in Rio 2013 chegar!
The Beers: agora. Música na versão engarrafada. Mais uma vez viemos mostrar como música e cerveja permanecem em extrema harmonia. Com vocês o projeto The Beers.

Compartilhe: