Galera bebendo cerveja depois de correr

Corridas e Cerveja. É possível ser saudável bebendo.

“Você sabia que a cerveja ajuda e muito na hidratação antes e depois da prática de exercícios aeróbicos? Leia agora mesmo como utilizar esse liquido dourado e precioso para melhorar o seu desempenho e recuperação nas suas próximas corridas...”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (7 votes, average: 9.29 out of 10)
Loading...

Depois de 2 terças feiras sem um post desse humilde maníaco por tecnologia e ciência (é por que apesar de tudo ainda tenho vida social), estou de volta trazendo mais um assunto polêmico (não tanto quanto mamilos). Vou aproveitar pra falar um pouco mais de mim, e da experiência que tenho com esse assunto em particular.

Vamos começar?

Galera bebendo cerveja depois de correr

Vamos hidratar?

Já escrevemos artigos aqui no PdB, dizendo que a cerveja hidrata melhor do que água, e que moderadamente faz bem a saúde, mas nunca relacionamos isso a uma rotina de treinamentos que podem transformar seu corpo de maneira muito positiva. E transformar o corpo e ficar com auto estima elevada nas saídas, é bem #EstiloPdB, não é!?

Vou falar um pouco da minha transformação pessoal e de como sou apaixonado hoje em dia por treinos e corridas.

Em Julho de 2012, decidi que não poderia mais continuar no ócio sedentário que me encontrava e que queria melhorar minha saúde e minha aparência. Eu tenho 1,74m de altura e pesava 92Kg, consegui perder 20Kg até agora e melhorei muito minha capacidade cardiorrespiratória. Me reeduquei com a alimentação, comecei a treinar, mas não parei de beber minha cervejinha…

Tá, mas o que que a sua vida tem a ver com isso?

Então, o que acontece é que eu não sou nenhum exemplo de atleta. Sou tabagista (ok, podem me julgar), não sou alcoólatra, mas bebo todos os finais de semana com os humildes integrantes do QG do Papo de Bar e ainda tenho bem pouco tempo para dedicar aos exercícios.

Quando minha querida amiga Karen, mandou essa sugestão de escrever sobre cervejas e corridas, acabei vendo a mim mesmo como exemplo para esse post. Simplesmente pelo fato de beber e correr e de me sentir muito mais saudável do que me sentia há anos.

Ok, que lenga lenga… Vamos aos fatos então!?

Caracol olhando pingo d'água

Vamos logo com isso…

Créditos: Vadim Trunov

Vamos sim. Sabe como funciona o corpo numa corrida, que é um exercício aeróbico? (estou falando de treinos de 5 e 10Km, ok!?)

É mais ou menos assim, você começa o exercício, seu coração se acelera para obter a quantidade ideal de oxigênio para suportar o exercício. O corpo vai usando a água que circula no sangue para levar nutrientes para as células, e levar as toxinas formadas pela reação da hidrólise do ATP em ADP + Pi (é isso que te dá energia ;)) para fora do corpo.

E além disso, o corpo também começa a usar água para regular a temperatura interna do seu corpo, fazendo você suar, e colocando junto com as toxinas, água para fora. E esse processo continua acontecendo até bem depois de você terminar o seu treino, e é por isso que você precisa de uma boa hidratação após terminar uma corrida, para repor a água e os sais minerais que você perdeu, e continuar fornecendo água para a sudorese e eliminação de toxinas.

Hmmm, mas e a cerveja?

Peixe pulando para um copo de cerveja

Cerveja!?

Créditos: Caras Ionut

Segundo a nutricionista especializada em fisiologia do exercício pela Universidade Federal São Paulo e em nutrição esportiva pelas Faculdades Integradas de Santo André, Vanessa Grigoleto Pimentel a cerveja é rica em antioxidantes, vitaminas, minerais, água e até mesmo fibras, provenientes dos cereais utilizados em sua produção, podendo ser incluída na dieta diária do atleta.

A nutricionista inclusive sugere o consumo da cerveja na noite anterior a prática do exercício e também logo após a prática.

Na noite anterior, ela é ideal para ajudar a relaxar, por conta do álcool, e por ser rica em vitaminas do complexo B, que são essenciais para a contração muscular, e em carboidratos, que proporcionam aumento do glicogênio muscular. Após a prova, ela ajuda na hidratação, na reposição dos minerais perdidos durante o exercício e na recuperação do glicogênio muscular.

Só não pode ter abuso:

300ml da bebida já são suficientes para obter esses benefícios

Ela diz.

Outro fato que é importante ressaltar, é que tem muita gente que ainda acredita que cerveja engorda e é muito calórica:

Um copo de 200 ml tem aproximadamente 82 Kcal, o mesmo fornecido pela ingestão de um iogurte light e menos da metade das calorias fornecidas por um copo de suco de laranja”. “A questão é que boa parte dos grandes consumidores de cerveja, além de excederem na quantidade, não costumam cultivar um estilo de vida saudável. Basta observar os alimentos que na maioria das vezes acompanham a cervejinha. São sempre calóricos e ricos em gordura, como amendoim, pastel, churrasco, bolinhos fritos. Sem falar na sede que esses alimentos causam, o que leva a um consumo ainda maior da cerveja, ultrapassando a dose recomendada

Conclui Vanessa.

Finalizando

Homem finalizando uma corrida

UFA!

Então meus adorados bípedes consumidores de lúpulo e informação, a chave para o consumo de cerveja como repositor de água e sais minerais, é apenas a moderação, 300mL na noite anterior e 300mL após o treino/prova e você vai cuidar muito melhor dessa sua máquina aí. BORA CORRER!

Gostaria muito do feedback de vocês, quem aqui corre, ou pratica exercícios aeróbicos? O que acham de tomar um cervejinha antes/depois?

c u soon, nerds 😉

Fonte: Correndo a mil.

Você também gostará desses

5 bares desconhecidos do Rio de Janeiro que você p... Veja uma lista com 5 bares desconhecidos do Rio de Janeiro, desde o boteco mais pé-sujo até o especializado em cerveja artesanal. CONFIRA AGORA!
A Revolução Cervejeira é Feminina! A cerveja artesanal está cada dia mais na moda. Mas cadê as mulheres fazendo cerveja? Elas foram as primeiras a fazer, merecem destaque novamente!
Falando de bebidas e mulheres Mais uma homenagem do Papo de Bar às mulheres no Dia Internacional da Mulher. Algumas dicas para mulheres que bebem dadas por uma mulher boa de copo, ...
Cerveja de boteco, não é artesanal Os amados botecos, existem aos montes por aí e o que você bebe lá, é diferente do que querem que você beba. Fato é que: Cerveja de boteco não é artesa...
Porque eu nunca fiz amigos bebendo leite Levantando a grande questão dos bares e botecos da vida: eu nunca fiz amigos bebendo leite! As grandes histórias sempre têm álcool envolvido. Confira!...
5 cervejas puro malte que você deveria provar Semana passada falamos de quais cervejas você poderia deixar de beber. Essa semana pra compensar temos 5 cervejas puro malte que você deveria experime...

Compartilhe:

  • Sempre tomo uma cervejinha depois dos exercícios, a alguns anos faço 3 corridas semanais de 5 km e uma de 10 km todo mês, tenho o já o costume de tomar uma depois de cada corrida já que faço isso sempre a noite. Este ano estou preparando para correr 21k e 42k vou ter que aumentar a dose xD

    • E tem se sentido bem nos treinos? Recuperação, capacidade cardiorrespiratória e etc?

      • A parte cardiorrespiratória não tem mudado muito, mais a recuperação sim é bem melhor. Uso sempre um HRM e chego a ter um recovery time de até 24 BPM em 30 segundos. Com certeza o melhor esta na hidratação ja que depois da cerveja não preciso tomar tanta agua como antes.

        • Excelente o feedback Thalles!

          É sempre muito bom ter o retorno de vocês quando o assunto pode virar polêmica…

          Abraços e bons treinos!

  • paula voitechen

    Adorei o post, também sou tabagista, e não abandono a cervejinha hehe li uma reportagem em uma revista na academia esses dias, quando comentava com as pessoas,elas nunca acreditavam, ta ai, vou compartilhar o post pra galera dar uma olhada… Resolvi mudar nesse ano de 2012, comecei em outubro, e até agora perdi 10 kgs, quero perder mais 10, com esforço a gente consegue! hehe beijos!

    • Que bom que gostou Paula.
      Mas é isso mesmo, com força de vontade a gente consegue qualquer coisa.
      Em breve você estará no “shape” (se é que já não está…)

      E fico muito feliz em saber que você vai compartilhar a matéria. Sempre procuro escrever algo interessante, que possa mudar um pouco o entendimento (ou não) das pessoas 😉