Nara mandando beijo

Oktoberfest 2012 na visão de um cervejeiro

“Confira a cobertura da Oktoberfest 2012 feita pelo Papo de Bar em uma visão mais cervejeira do que de zoeira. Veja as cervejarias participantes, os chopes, as atrações, comidas, dentre outros.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (3 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

Fala meus nobres, tranquilidade? Nós do Papo de Bar nos aventuramos no maior evento alemão e cervejeiro do Brasil, a Oktoberfest de Blumenau em 2012, que teminou neste último domingo, 28 de outubro.

Tentarei contar um pouco sobre a festa mas com uma visão cervejeira. Espero que agrade a todos 😉

Oktoberfest 2012, um evento cervejeiro, óbvio

Daniel, Lincoln e Dulcetti representando o PdB na Oktoberfest

Equipe PdB sendo bem representada na Oktober

Foi um total de 588.178 pessoas, que consumiram 652 mil litros de chopp e cerveja. E o dia 13 foi o dia que mais deu bêbado por lá, obviamente, pois era o sábado do feriado, foram 77 mil pessoas participando da festa.

Bom, o evento é bem loucura, muitos e muitos chopes rolando, bebedeira desenfreada, muitas mulheres lindas, pessoas de todo o local do Brasil. Uma festa gigantesca e divertida. Fico me perguntando por que eu demorei tanto pra ir em uma edição.

Entrada da Oktoberfest

Mas claro, a Oktober não é somente um evento de loucuras, pegação, zoeira e tudo mais. Como todos sabem, é uma festa com muita cerveja, mas não somente cervejas/chopes que você encontra por aí facilmente, mas muitos chopes artesanais, aí que está a parte boa.

Sul do Brasil, um paraíso de cervejas artesanais

Pra vocês terem uma ideia, tínha mais de 40 estilos diferentes de chopes artesanais. Também tinha o chopp da Brahma, que aqui no Rio é considerado um dos melhores, quiçá o melhor, dos chopes normais. Gosto muito do chopp da Brahma, mas como consigo beber facilmente pelo Rio, preferi experimentar os artesanais, lógico.

Preço de chope justo e igual

Vovó segurando a bolacha do Papo de Bar

O Papo de Bar e os chopes são ótimos s2

Uma parada fodástica que eu achei interessante foi o preço dos chopes, que custam R$5 independente da marca, seja Brahma, Brahma Black, Eisenbahn, enfim. Isso é bom principalmente por você comprar o mesmo ticket pra todas as cervejas e foda-se, pode pegar o chopp que você quiser, o que estiver disponível, é um ticket que pode comprar qualquer chopp. Ponto pra organização.

Por ser um chop de 400ml, achei o preço de R$5 bem justo pois é artesanal. Por esse preço você compra chopp da Brahma aqui no Rio, portanto, vale muito a pena por ser o preço dos artesanais.

Não somente chopp, mas cervejas artesanais também

Geladeira da Hoegaarden

Isso que achei sensacional também, pois além dos chopes também tinha cerveja artesanal num quiosque da Ambev. Vendendo cervejas como a Leffe, Hoegaarden e Franziskaner na temperatura ideal, prontas para consumo. A merda era beber essas cervejas em copos de plástico, mas fazer o quê, vale o sacrifício né 🙂

Nesse mesmo quiosque também tinha o chopp da Stella Artois que eu gosto muito.

Cervejas para presente

Meninas na praça das lojinhas na Oktoberfest

Belas compras, belas mulheres

Além dessa área de cervejas geladas vendendo, na parte de lojinhas tinham algumas vendendo cervejas artesanais e canecas para levar de presente ou consumo futuro.

Fiquei fissurado numa caneca da Duff toda vermelha, bem foda, mas os preços não ajudavam muito, pois pagar R$50 numa caneca me deixou um pouco triste, principalmente porque R$50 são dez chopes artesanais, preferi consumi-los do que comprar a caneca 😛

E os chopes artesanais?

Excelentes. Todos os artesanais ficavam no Pavilhão 1, o melhor de todos, lógico 🙂 Mas não consegui beber todos os estilos de chopp, porque eram muitos e também porque focamos em alguns rótulos que achamos os melhores. Mas bebemos em todas as cervejarias e vou citar cada uma aqui:

Chopp Eisenbahn

Stand da cervejaria Eisenbahn

Cervejaria de respeito, uma das nacionais que eu mais gosto. Os chopes que tinham nos quiosques deles eram:

  • Pilsen
  • Dunkel
  • Weizenbier
  • Pale Ale

Gostei muito do Weizenbier, porém pode enjoar um pouco pois é doce, lembra banana também. A equipe do PdB gostou bastante do Dunkel por não ser doce, fora que eu sou muito fã de cervejas escuras. O único que não bebi muitas vezes foi o pilsen, por motivos óbvios, não curto muito pilsen, pra mim é sempre a última opção.

Revezamos bastante entre os três: Dunkel, Pale Ale e Weizenbier, aprovadíssimos.

Chopp Bierland

Stand da cervejaria Bierland

Créditos: Jornal de Santa Catarina

Belo chopp. Bebemos também as cervejas em outro dia, aprovadas. Curtimos mais o Pale Ale, bem caprichado e lupulado. Fica muito bom pra beber por causa de seu teor alcoólico de 4.8%. O que não nos agradou muito foi essa ideia de ter chopp de vinho, que achamos horroroso.

Veja abaixo a lista de estilos de chopes vendidos pela Bierland:

  • Pilsen
  • Weizen
  • Pale Ale
  • Chope de vinho

Chopp Das Bier

Stand da cervejaria Das Bier

Ganhou destaque por ser a única cervejaria com o estilo de chopp Starkbier. Foi um belo diferencial, fora o stand que estava muito bonito, bem arrumado, de ótimo gosto. Veja abaixo os estilos de chopp que a Das Bier vendeu por lá:

  • Pilsen
  • Braunes
  • Weizen
  • Pale Ale
  • Starkbier
  • Chope de vinho

Garrafas de cerveja da Das Bier

Uma parte que achei bem interessante também foi o stand da cervejaria com várias garrafas e copos fodas que estavam lá pra exposição. Alguns estilos de garrafas bem curiosos e diferentes, que raramente vemos por aí no mercado cervejeiro. Valeu bastante a pena fazer a visita no stand, beber uns chopes e tirar fotos dos copos e garrafas.

Wunder Bier

Entrada da cervejaria Wunder Bier

Um chopp bem agradável, mas achamos o pilsen um pouco aguado, não agradando tanto. Comparando com os outros artesanais ficou um pouco abaixo da média, mas nada que comprometesse. Valeu experimentar, saboroso e aprovado, só achamos que ficou abaixo dos outros dois. Veja abaixo a lista de estilo de chope oferecidos pela Wunder Bier:

  • Pílsen Lager Hell
  • Hefe-Weizen (trigo)
  • Schwarzbier

Camarote da Brahma

Nara mandando beijo

Isso é que é uma ótima recepção s2

Uma parada fodástica também foi participar do camarote da Brahma. Recepcionistas lindíssimas e simpáticas, chopp Brahma claro e Brahma Black “di grátis” pra nós. Uma área reservada no Pavilhão 3, que é onde todos os camarotes ficavam, pelo menos foi o que pareceu.

Galera no camarote da Brahma na Oktoberfest

Além de lindas, simpáticas

Um ótimo atendimento por parte das meninas que estavam servindo os chopes e petiscos, todas lindas e simpáticas pra caralho. Petiscos fodásticos e de qualidade, com biscoitinhos, salaminho, queijos variados, dentre outras delícias destruidoras de corpos em boa forma.

Episódio desagradável

Só um episódio não nos agradou, que foi quando os seguranças arrancaram nossas pulseiras sem falar nada e porque estavam fazendo aquilo. Alguém que estava lá dentro não deve ter ido com a nossa cara, tanto que veio falar conosco quando íamos entrar no camarote no dia seguinte e ele disse que tinha retirado os nomes de algumas pessoas que não estavam indo.

Petisco com salame

Pensem comigo, ok, estão tirando nomes porque tem muita gente não indo pro camarote, agora porra, nós fomos todos os dias, não faz o menor sentido. Não foi com a nossa cara, fizemos alguma merda, chega e fala, não precisa dar desculpinha tosca.

Mas tirando isso, o camarote da Brahma estava de parabéns.

Camarote da Eisenbahn

Mestre cervejeiro da cervejaria Eisenbahn

O nobre Drunk McLoving estava como o fotógrafo oficial do Papo de Bar e será sempre assim agora. Com sua simpatia e desenvoltura, conseguiu entrar no camarote da Eisenbahn, conversou com muita gente, trocou ideia até com o Mestre Cervejeiro deles. Presença do Papo de Bar nos camarotes etílicos, fortalecendo a marca e aproximando.

Cerveja de alta qualidade na faixa e galera simpática, camarote também aprovadíssimo.

Filas e multidão

Por termos ido na época do feriado, lógico que pegamos o evento bem cheio. Na parte do dia é ideal para você visitar e comprar presentes. Chegando a noite que tudo começa a bombar, os pavilhões vão abrindo e a coisa vai ficando boa.

Multidão feliz na Oktoberfest

Tendo cerveja, ta tranquilo

Boa em partes também, pois as filas para comprar tickets de cerveja ficam quilométricas, assim como as filas para pegar cerveja. A dica é comprar vários tickets antes, pra não precisar comprar várias vezes. Os tickets valem pra todos os dias do evento, mais uma bola dentro da organização. E também lembrar que o ticket vale pra comprar o chopp em qualquer cervejaria 😉

E pelo que tinham me falado, pensei que o evento fosse ficar completamente lotado, insuportável de se movimentar. Ok, no dia 12 e 13 ficou bem cheio, mas não chegou nesse exagero. Até ouvi comentarem que nem estava tão cheio quanto normalmente fica no feriado.

Museu da Cerveja

Placa do Museu da Cerveja

Pra quem for visitar a Oktober vale dar uma visitada no Museu da Cerveja. Fica na Rua XV, não é dentro do evento não. É um museu legalzinho, mas bem pequeno. Confesso que esperava mais dele, algo maior, com mais estrutura.

O atendente é um cara bem gente boa, simpático e solicito. Já fala contigo, te convida pra ver um vídeo de aproximadamente 8, 10 minutos sobre a história da cerveja, sobre as cervejarias de Santa Catarina, etc. Recomendo e ainda é de graça.

Tunga, grande Tunga

Mulheres no Tunga

Um local que você não pode deixar de visitar é o Tunga. Não é uma pessoa e sim um bar numa pracinha clássica, onde geral se reúne pra beber, azarar, falar besteira e zoar bastante.

Enche bastante, tem algumas pessoas sem noção fazendo besteira, atrapalhando o trânsito, mas fazer o quê, acontece. Uma parada que achei bem sacanagem foi o chopp custar R$6 e ainda ser da Brahma. Mas você também pode aproveitar e pegar os chopes nos bares próximos ao Tunga, que custam o mesmo preço e são artesanais, fora que existem promoções maneiras também como comprar 10 chopes e ganhar uma camiseta ou caneca.

Finalizando

Caneca de Chopp

Bom, é isso galera. Vocês podem ver nossa cobertura e fotos de cada dia da Oktober na nossa Fanpage no Facebook. Temos lá já fotos do dia 11/10, do dia 12/10, do dia 13/10 e do dia 14/10, que foram os dias em que nós cobrimos a Oktober.

Agrademos ao pessoal da Brahma e da Eisenbahn pela simpatia nos camarotes, agradecemos também a organização por ter disponibilizado os crachás de imprensa para efetuarmos a cobertura.

Eu, Drunk McLoving e Sonâmbulo Etílico adoramos o evento e ano que vem certamente estaremos lá. Vamos ver se conseguimos ficar mais tempo, tentar fechar algo para que isso seja possível.

Fridas na Oktoberfest

Que porra é essa Dono do Bar?

Quem aqui foi? Gostaram? Veja se você aparece em alguma foto que tiramos no evento 😉 E vejam a cena cômica do Dono do Bar, sim, eu mesmo, vestido de Frida, a roupa alemã feminina, coisa mais horrorosa que eu fiquei, mas o que vale é a zoeira 😀

Comentem para sabermos o que vocês acharam.

Ein Prosit!

Você também gostará desses

Mondial de La Bière 2016 Em outubro, entre os dias 12 e 16 de outubro, começa o Mondial de La Bière 2016, o maior evento cervejeiro do Brasil. Confira as novidades, cervejas e...
Pão de Açúcar e Wals lançam a Cerveja 65 anos O Grupo Pão de Açúcar e a cervejaria Wals lançam a Cerveja 65 anos, uma cerveja em comemoração aos 65 anos do Grupo. Uma Witbier bem gostosa e refresc...
Evento de lançamento Stolichnaya Premium O Papo de Bar participou na última quinta-feira, dia 05 de maio, do lançamento da vodka Stolichnaya Premium, que anunciou sua embaixadora, Fernanda Ne...
Belgian Beer Festival Veja como foi o evento Belgian Beer Festival, que aconteceu no Rio de Janeiro e foi um sucesso. Cervejas belgas harmonizadas com vários pratos de comi...
O melhor do Festival da Cerveja 2013 Veja detalhes sobre o Festival da Cerveja de 2013 que vai rolar em Blumenau. O Papo de Bar forma uma parceria com a cervejaria Bier Hoff e com a Einbi...
6° Concurso Nacional de Cervejas Post informativo sobre o Concurso Nacional de Cervejas de 2011, que rolou em Florianópolis. Muitos debates, tendências, cervejeiros mostrando opiniões...

Compartilhe:

  • Ralph

    Valeu galera do PdB, sempre representando com maestria nos eventos.