Um TCC sobre Copos de cerveja – Parte 1

Odeio cerveja

Pelo menos isso era o que eu falava há 2 anos. Ficava lá, no meu mundinho de cervejas Pilsen (nada contra elas, mas não são minhas preferidas), sem ter noção de que existia um universo gigante de cervejas para explorar.

Ideia de um TCC sobre Copos de Cervejas Artesanais

Old Beer Poster

Créditos: Lost at E Minor

Aí em 2011 veio o último ano de faculdade. Me formei em Design Industrial e no último ano tivemos que propor um produto para o Trabalho de Conclusão de Curso, o simpático TCC.

Eu havia passado o 3º ano de facul pensando em fazer um TCC meio teórico apenas, e já tinha até um título: “Design como ferramenta estratégica do Branding”. Bonito né? Pois é. Só que eu não tinha a mínima noção do que escrever sobre isso. Pensava em falar como o mobiliário de restaurantes influenciava na percepção da marca pelo cliente. Aí mudei um detalhe: em vez de restaurantes, por que não bares? É bem mais legal.

Restaurantes? Não, Bares!

Fechado. Minha orientadora gostou, então vamos fazer pesquisa de campo! Acabei indo em em um bar aqui em São Paulo, indicado por uns amigos. Chegando lá, o garçom me ofereceu o cardápio de cervejas. Calma. Cardápio de cervejas? Oi?

Beer Poster

Os inúmeros tipos de cerveja

Créditos: Iron Hop

Para minha surpresa, havia muitas, mas muitas opções de cerveja lá (como mencionei acima, achava que cerveja se resumia a Pilsen). Resolvi pedir uma Weihenstephaner, por sugestão do garçom. Meu namorado pediu uma 1795. Cada uma veio em um copo específico. Isso nos deixou super curiosos e começamos a conversar com o garçom sobre essa relação entre copos e cervejas e ele acabou nos mostrando vários outros copos diferentes que tinham lá no bar.

O copo de cerveja influencia e muito na degustação de uma cerveja

Na semana seguinte, na minha orientação do TCC, comentei com a minha orientadora sobre o bar e os inúmeros copos de cerveja que eu vi, e como eu tinha achado tudo aquilo interessante. Aí veio a ideia: fazer um conjunto de copos para cerveja. Ainda bem que ela topou!

Copos especiais para cerveja

Tem isso e muito mais para você tomar sua cervejinha

 Créditos: Kegerator

E para propor copos para cerveja, o ideal é conhecê-las, certo? Foi o que eu fiz o ano inteiro, além de muita pesquisa sobre como surgiu o álcool, a cerveja, de onde veio esse hábito das pessoas saírem juntas para beber, além de outras coisas. E pesquisei bastante também sobre os copos de cerveja que já existem e porque tal copo é indicado para tal cerveja.

Minha ideia acabou amadurecendo para um trio de copos para degustação de cerveja, especificamente, ales, lagers e cervejas de trigo. Minha intenção foi mostrar que a cerveja pode ser tão interessante quanto o vinho, e que se você nunca pensou na cerveja como algo a ser degustado, não sabe o que está perdendo.

Brasil Brau ajudando meu TCC

Uma das coisas mais bacanas que eu fiz durante o ano passado foi ir na Brasil Brau 2011, a Feira Internacional de Tecnologia em Cerveja, que acontece a cada 2 anos, e que, para minha sorte, teve em 2011. Dentro da Brasil Brau rola o Degusta Beer, um evento paralelo onde cervejarias e microcervejarias apresentam seus produtos e fazem até lançamentos de novas cervejas.

Imagem BrasilBrau

E você pode provar tudo! Tive a oportunidade única de degustar um lançamento da Colorado, com castanha-do-pará na receita, que logo logo chegará no mercado: a Colorado Berthô, uma Double Brown Ale com 8% de teor alcoólico (e muito gostosa). Em 2013 tem Brasil Brau de novo e eu, com certeza, estarei lá!

Até Fabricação de Vidro Artesanal eu visitei

Outra coisa legal foi visitar uma fábrica de produção de vidro artesanal (já que meus copos seriam desse material) e ver como os copos são feitos.

Bom, depois de tanta pesquisa, chegou a hora de bolar um desenho para o trio de copos. Só não posso mostrar aqui porque estão em processo de Registro de Desenho Industrial (tem que proteger a cria né? =P). Nos dois últimos meses, fiz os protótipos e terminei o volume escrito.

Capa do TCC sobre Copos de Cerveja

Tipo um filho

O resultado de tudo isso? Além de um bonito 10,0, descobri que gosto sim de cerveja, aprendi muito sobre elas, e agora degusto pelo menos 2 tipos diferentes de alguma marca por mês. E o mais legal é sair com o pessoal e acabar influenciando a mesa inteira a pedir uma cerveja Premium, em vez daquela tradicional, afinal, a vida não precisa ser feita só de cerveja Pilsen! 😉

Você também gostará desses

Cerveja de maconha Startup canadense pretende substituir o volume alcoólico por THC (princípio ativo da erva) para lançar sua primeira cerveja de maconha.
Os cinco maiores recordes de cerveja Estréia de Porris Yeltsin no PdB com os mais inusitados recordes etilicos sobre a paixao nacional dos brasileiros, a cerveja.
Walker Stout, uma cerveja feita com cérebro O pessoal da cervejaria Dock Street Brewery resolveu inovar e criou a cerveja Walker Stout em homenagem ao The Walking Dead, onde colocam cérebro de c...
Steinhaeger Becosa quer conquistar o Brasil Um destilado alemão, produzido no Brasil, busca fazer sucesso por aqui. Apresentamos algumas maneiras de beber o Steinhaeger Becosa.
Monges que fazem cerveja Conheça o pessoal do Rio Grande do Sul, os monges que fazem cerveja, que são da cidade de Rio Pardo, especificamente. Saiba mais sobre o projeto trapp...
Impostos + impostos = Cerveja mais cara Os consumidores de cerveja sofrem com os altos preços, mas as cervejarias artesanais também sofrem bastante. Mais uma vez no ano teremos cerveja mais ...